quinta-feira, 29 de junho de 2017

Sport Campeão! E o Pernambucano?

E o Sport conquistou o seu 41º título de Campeão Pernambucano.

O Leão venceu o Salgueiro por 1 x 0 no Estádio Cornélio de Barros no segundo jogo das finais.

Parabéns à torcida rubronegra. Deve festejar.

Foto: Twitter/SportRecife

Agora vale a pena algumas reflexões.

Esse formato de competição já está condenado por unanimidade.

Para se ter uma ideia, existem clubes que conquistaram o acesso há dois, três anos e não receberam os clubes da capital em seus estádios. Vitória, Atlético, Serra Talhada, Flamengo de Arcoverde e Afogados são alguns desses clubes.

Em relação aos estádios, as cobranças são muitas e a ajuda, nenhuma.

Os clubes intermediários sofrem com as mais variadas taxas. Por vezes, as taxas para regularizar um atleta acaba custando mais caro que o salário que irá receber.

O Hexagonal é cansativo. Longo e ineficiente. Com duas rodadas de antecedência já se tem os quatro semifinalistas.

Eu sempre defendi a tecnologia no futebol. Mas, não da forma como se vem utilizando. Fica sujeita a subjetividade do árbitro. E mais, não se divulga a imagem final em que se decidiu o lance. O que torna a questão mais polêmica ainda.

Na torcida para que em 2018, tenhamos um estadual BEM melhor.



quarta-feira, 28 de junho de 2017

Enfim...O grito de Campeão!

Enfim...

Conheceremos o campeão pernambucano de 2017.

 (Foto: Fabiano Mesquita/FramePhoto)

Depois de 52 dias de espera desde a primeira partida. Sport 1 x 1 Salgueiro na Ilha do Retiro em
07-05.

É muito tempo depois. Nos lembra o filósofo pré-socrático Heráclito que afirmava:
Um homem não se banha duas vezes no mesmo rio. Pois a água não é mais a mesma.
Nem o homem é o mesmo.

Podemos aplicar perfeitamente à essa decisão.

O futebol é momento. Esse momento pode até durar dias, semanas, mas muito raramente dura meses.

E é o que avistamos nesse confronto.

O Salgueiro não contará com um dos seus maiores destaques, o atacante Valdeir que foi negociado.

Por exemplo, o Sport trocou de técnico. Matheus Ferraz foi para o Goiás. Mena está com a seleção chilena na Copa das Confederações.

Antes dessa parada, o carcará vinha em um ritmo muito bom de jogo. Passou voando na primeira fase da competição, quando encarou as outras equipes do interior. Classificou-se com rodadas de antecipação para as semifinais. No entanto, o momento é outro. Os sertanejos ocupam a última posição do Grupo A da Série C.

O Leão revezou a equipe principal com alguns reservas durante em alguns jogos da competição. Viveu um instante ruim na Série A, porém se recuperou com empate contra o Atlético-MG e uma vitória em cima do Santos. Ambos os jogos fora de casa.

Isso torna o prognóstico para essa decisão, um pouco complicado.

Obviamente, que pesando os elencos e as camisas, os rubronegros possuem uma leve vantagem.
Entretanto, sabe-se da força do Salgueiro, principalmente atuando em casa.

Ficaremos pela torcida de um bom jogo de futebol. Que reine a paz entre as torcidas e que o mais competente vista a faixa de campeão.

E que no próximo ano, tenhamos uma fórmula bem melhor de campeonato.

Para quem não lembra, a Ficha do jogo:

Ficha Técnica Sport 1 x 1 Salgueiro
Data: 07/05/2017 Local: Ilha do Retiro, Recife-PE Hora: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: José Woshington da Silva
Assistentes: Marlon Rafael Gomes de Oliveira e Fabrício Leite Sales Árbitro de vídeo: Péricles Bassols
Cartões Amarelos: Samuel Xavier, Rogério, Rithely, Matheus Ferraz e Raul Prata (Sport); Mondragon e Jean Carlos (Salgueiro)

Gols: André aos 27 minutos do primeiro tempo; Jean Carlos aos 56 minutos do segundo tempo

Sport: Magrão; Samuel Xavier (Raul Prata), Matheus Ferraz, Durval e Mena; Ronaldo, Fabrício, Rithely (Fábio) e Everton Felipe (Lenis); Rogério e André. Treinador: Ney Franco.

Salgueiro: Mondragon; Marcos Tamandaré, Ranieri, Luís Eduardo e Daniel Nazaré; Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Toty e Valdeir; Álvaro (Jean Carlos) e Willian Lira. Treinador: Evandro Guimarães.

Fonte: UOL


A paz do Náutico

O sentimento da paz, é uma proposta que muitos buscam, mas poucos conquistam.

Começo esse texto assim, pois vislumbra-se uma possibilidade de trégua na política alvirubra.

O torcedor do Náutico já está acostumado com as divisões e as intrigas no seio das suas hostes. O que acabou prejudicando muito, até as últimas campanhas do clube nas mais variadas competições. Setores do CNC se digladiando nos bastidores eram situações corriqueiras até bem pouco tempo.

Entretanto, no decorrer desta semana uma notícia alvissareira chegou até nós. A possibilidade de paz entre os mais variados líderes timbus.

Com a eleição que vai ocorrer por aclamação, Edno Melo será o futuro presidente. Mas, antes de assumir o cargo será empossado vice-presidente financeiro da atual gestão, enquanto que o seu vice Diógenes Braga passa a fazer parte da direção de futebol. O que seria uma espécie de transição entre as gestões.

Penso que era tudo o que torcedor do Náutico sonhava nesse instante. A possibilidade da pacificação. Pelo menos é o que ficou acordado entre as partes.

Imagina-se um clima melhor para se trabalhar. Ter a tranquilidade necessária para resolver os problemas, que não são poucos. Compreensão e tolerância de quem não faz parte da direção.

Contudo, a paz não é tão fácil de se manter. Exige justamente compreensão, tolerância e principalmente afastar as vaidades. Eis o drama maior em qualquer situação que se busque um esforço maior de união.

Ficaremos na torcida. Tomara que essa iniciativa dure o máximo de tempo possível. E que o timbu possa ter esse mar mais calmo para atravessá-lo e fugir da tormenta.


terça-feira, 27 de junho de 2017

Volante Amaral afirma que não recebeu proposta do Remo

Resultado de imagem para amaral náutico
Foto: Léo Lemos/Náutico

Com o nome veiculado pela crônica do Pará como um dos possíveis reforços do Clube do Remo para o prosseguimento da Série C, o volante Amaral do Náutico afirmou que não foi procurado por ninguém do clube nortista.

O atleta também fala na entrevista coletiva sobre o momento do alvirubro e os preparativos para a partida contra o CRB.





Recuperado antes do previsto, Rogério projeta final do Pernambucano e ressalta desempenho favorável contra o Salgueiro

O prazo para retorno era de três semanas, mas em apenas 12 dias Rogério se recuperou da lesão muscular na coxa e está liberado para o decisivo jogo contra o Salgueiro, pelo Campeonato Pernambucano.

Foto: Williams Aguiar - Sport Club do Recife

A possibilidade de conquistar o primeiro título estadual da carreira anima o atacante, que tem um retrospecto bastante favorável contra o adversário da final. Em seis confrontos foram quatro vitórias, um empate e apenas uma derrota, que aconteceu em 2011 e, desde então, Rogério nunca mais perdeu para o Salgueiro. “Um jogo como esse ninguém quer ficar de fora, vale um título importante para o clube. Espero manter esse bom desempenho, mas sei que não teremos vida fácil, eles costumam complicar os jogos. Tivemos o empate em casa na primeira partida e agora precisamos buscar o resultado fora de casa para conquistar o campeonato. Estamos 100% focados nessa final e faremos de tudo para sairmos campeões”, ressaltou o atleta, que balançou as redes uma vez contra o Salgueiro. Foi no estadual de 2013, quando defendia o Náutico e goleou fora de casa por 4 a 0.

O atacante, que saiu lesionado na partida contra o São Paulo, pela 7ª rodada do Brasileirão, garante que está totalmente recuperado e pronto para entrar em campo. “Realmente, a princípio eu ainda teria mais uma semana para recuperar, mas felizmente consegui voltar antes do previsto. Procurei me dedicar ao tratamento justamente para antecipar esse retorno. Estou me sentindo muito bem e preparado para ajudar o Sport nesse importante jogo”, concluiu.

A partida entre Salgueiro e Sport acontece amanhã (28), às 21h45 no estádio Cornélio de Barros.



Atacante Augusto fala em agredir mais para conquistar as vitórias

No último sábado, o Santa Cruz recebeu o Figueirense na Arena de Pernambuco.
O jogo terminou empatado em 1 x 1.
Mesmo tendo um bom volume de jogo, a cobra coral não conseguiu traduzir em mais gols, para garantir a vitória.
O tricolor agora se prepara para enfrentar o Oeste, no próximo sábado em Barueri.
O atacante Augusto falou sobre o assunto na entrevista coletiva da segunda-feira.


Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem







CBF e FPF confirmam Árbitro de Vídeo na decisão do Pernambucano


A CBF colocará o Árbitro de Vídeo (AV) em prática, mais uma vez, no Campeonato Pernambucano. O jogo Salgueiro x Sport, que decidirá a competição nesta quarta-feira (28), contará com o recurso e toda a estrutura necessária. A realização conta com o apoio institucional da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), que vem participando do processo do AV há mais de um ano.  

http://www.cbf.com.br/noticias/arbitragem/arbitro-de-video-confirmado-em-salgueiro-x-sport?ref=bigfeatured#.WVFTAOsrKUk

O primeiro duelo com Árbitro de Vídeo no futebol brasileiro havia sido, justamente, a partida de ida da decisão: Sport 1 x 1 Salgueiro, na Ilha do Retiro (07/05). Naquele domingo, a tecnologia entrou em campo para ajudar o árbitro principal a confirmar a marcação correta de um pênalti.

Salgueiro e Sport vão se enfrentar às 21h45, no Estádio Cornélio de Barros, na cidade de Salgueiro (PE). Os árbitros de campo foram definidos em audiência pública, realizada no dia 23 de maio, na sede da FPF: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO) irá comandar o jogo e terá Emerson Augusto Carvalho (FIFA-SP) e Marcelo Van Gasse (FIFA-SP) como seus assistentes. José Woshington (CBF), que foi árbitro principal no primeiro jogo, será o 4º árbitro (CBF) e Fabrício Leite (CBF) será o árbitro reserva.
Equipe do Árbitro de Vídeo

Na unidade móvel de transmissão, conferindo as imagens e replays para intervir, se necessário, estará a equipe de aplicação e supervisão do AV. Péricles Bassols (CBF/PE) será o árbitro de vídeo, com a possibilidade de contato via comunicador com o árbitro principal. Manoel Serapião Filho, autor do projeto, atuará como supervisor e Alício Pena Júnior trabalhará como assistente do supervisor. O coordenador do Árbitro de Vídeo no Brasil e chefe da Comissão de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa; e o presidente da Federação Pernambucana, Evandro Carvalho, também estarão no estádio.
Coletiva e visita aos times

Nesta terça-feira (27), a partir das 10h, os representantes da CBF e da FPF vão participar de uma entrevista coletiva de imprensa, no Salgueiro Plaza Hotel (Avenida Coronel Veremundo Soares, 551 – Nossa Senhora Aparecida). A tarde será dedicada a visitas às delegações de Salgueiro e Sport, quando falarão sobre os detalhes do recurso aos jogadores e comissões técnicas, como foi feito na estreia do Árbitro de Vídeo no futebol brasileiro.
Projeto brasileiro

O projeto do árbitro de vídeo é brasileiro e foi criado por Serapião, com o suporte institucional da Comissão de Arbitragem da CBF e da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF). O AV não atua em todas as dúvidas que possam surgir em campo. As informações são passadas ao árbitro principal em quatro situações:

- Foi gol / Não foi gol
- Foi pênalti / Não foi pênalti
- Cartão vermelho direto indevido
- Identificação errada do jogador punido


CBF