sábado, 1 de agosto de 2009

Ceará empata com Bragantino

Com um time extremamente ofensivo, o Ceará, desde o começo do jogo contra o Bragantino, impôs seu ritmo forte, com descidas pelas laterias o Alvinegro cearense buscou a todo momento o gol. Embora marcasse muito bem as saídas de bola do time de Bragança Paulista, o Alvinegro não conseguiu segurar o resultado positivo até o fim do jogo.

PRÓXIMOS DESAFIOS

O Bragantino volta a jogar na próxima terça-feira (04), às 21 horas, em Curitiba-PR, para enfrentar o Paraná Clube, no estádio Durival de Brito. Já o Ceará volta a campo no sábado (08), às 21 horas, quando joga contra o líder do campeonato Atlético-GO, no estádio Castelão, em Fortaleza, finalizando a 16ª rodada da competição.

CLASSIFICAÇÃO

Com o resultado, o time paulista se manteve na oitava posição com 23 pontos, já que foi beneficiado por quase todos os resultados dessa rodada. Já o Ceará, também manteve a regularidade na competição e conquistou o décimo resultado positivo, ficando na sexta colocação com 26 pontos.


FICHA TÉCNICA

Bragantino 1 x 1 Ceará

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista - SP
Renda: R$ 14.190,00
Público: 1.190
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição - MG
Cartões Amarelos: Erivelton, Careca, Arlindo Maracanã e Anderson (Ceará); Léo Jaime, João Paulo, Kadu e Magrão (Bragantino)
Gols: Erivelton aos 43`1/T (Ceará); Magrão, aos 42'/2T (Bragantino)

Bragantino
Gilvan; Marcelo Godri, Kadu e Carlinhos; Diego Macedo, Paulinho, Juninho (João Paulo), Rodrigo Costa e Sandro Costa (Pedro Henrique); Léo Jaime e Magrão.
Técnico: Marcelo Veiga.

Ceará
Lopes; Boiadeiro (Arlindo Maracanã), Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal; Michel, Heleno, Careca (Anderson) e Geraldo; Preto (Misael) e Wellington Amorim.
Técnico: PC Gusmão.

Fonte: Verdes Mares

Fortaleza vence e sai da zona de rebaixamento

O time do Fortaleza venceu o Bahia por 3 x 2 neste sábado (01), no estádio Castelão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Os gols da partida foram marcados por Marcelo Nicácio aos 20 minutos do primeiro tempo, Kiko aos 29 minutos da etapa inicial e Bismarck aos 45 minutos do segundo tempo para o Fortaleza. Para o Bahia marcaram Antonio Menezes de cabeça aos 22 minutos do primeiro tempo e Lima aos 47 da etapa final.

Com o resultado , o Leão deixou a "zona de perigo" da Série B e ocupa agora a 15ª posição com 17 pontos somados, já o Bahia está na 9ª posiçao com 20 conquistados. Na próxima rodada, o Fortaleza vai a Campinas enfrentar no próximo sábado (08), enfrentar a Ponte Preta, às 16h10.

Campeonato Brasileiro da Série B de 2009 - 15ª rodada.

Ficha Técnica

Fortaleza/CE 3 x 2 Bahia/BA

Data: Sábado, 01 de agosto de 2009
Local: Estádio Castelão, em Fortaleza/CE.
Horário: 16h10min

Árbitro: Suelson Diógenes de França Medeiros/RN
Assistente Nº 01: Ubiratan Bruno Viana/RN
Assistente Nº 02: Eduardo Lincoln Neves/RN
4º árbitro: José Cleuton Souza Lima/CE
Observador: Luiz Vieira Vilanova/CE

Fortaleza/CE
Alexandre Fávaro; Maisena, Amarildo (Gilmak), Sílvio e Guto; Júlio, Kiko (Luiz Carlos), Coutinho e Cristian; Marcelo Nicácio e Rogério (Bismarck).
Técnico: Giba

Bahia/BA
Marcelo; Marcos, Nen e Menezes; Avine, Rogério, Leandro, Alex Maranhão e Ananias; Reinaldo Alagoano (Lima) e Beto (Jael).
Técnico: Paulo Comelli

Cartões Amarelos: Maisena, Kiko, Cristian e Bismarck (Fortaleza/CE) e Menezes, Rogério e Ananias (Bahia/BA)
Cartão Vermelho: Avine (Bahia)
Gols: Marcelo Nicácio 20/1T; Kiko 29/1T; Bismarck 45/2T (Fortaleza/CE) e Menezes 22/1T (cabeça); Lima 47/2T (Bahia/BA)

Fonte : Verdes Mares

sexta-feira, 31 de julho de 2009

América perde na estréia do técnico

Na estreia do técnico Roberto Fonseca, o América até que tentou, mas com um gol de pênalti aos 37 minutos do segundo tempo acabou derrotado pelo Vila Nova por 2 a 1 na noite desta sexta, no estádio Serra Dourada, em jogo válido pela 15ª rodada da Série B.

Os gols dos goianos foram de William, enquanto Max descontou para o América. Esta foi a quinta derrota seguida do alvirrubro na competição, que antes postulante ao G-4 agora começa a paquerar com a parte debaixo da tabela.

A diferença para o Fortaleza, primeiro time que hoje cairia reduziu para apenas quatro pontos. O próximo jogo dos americanos será no sábado, contra o Figueirense, em Santa Catarina.

Fonte: DN

ABC vence Lusa no Frasqueirão

A reação veio na hora certa. E a 2ª vitória seguida também.

O ABC venceu a Portuguesa por 1 x 0 e consolidou a boa fase.

O jogo foi realizado no Frasqueirão e Bruno Barros foi o autor do gol, aos 44 da primeira etapa.

O alvinegro de Natal está agora na 14ª posição com 14 pontos.

No sábado que vem, o ABC tem um jogo de "seis pontos", no Frasqueirão contra o Duque de Caxias.

Cleisson anuncia aposentadoria

Cansado da rotina de treinos, concentrações e jogos, o meia Cleisson, 37, do Fortaleza, anunciou, em entrevista coletiva no Pici, sua aposentadoria como atleta profissional.

Na ocasião, fez questão de destacar que não sentia mais alegria em jogar futebol e que a decisão é irreversível. “Eu já devia ter feito isso após a conquista do Campeonato Cearense (deste ano), mas agora eu vejo que não dá mais. Desde a morte do meu pai, no fim do ano passado, eu comecei a ficar desmotivado”, comentou.

Cleisson revelou que tem proposta para continuar no Fortaleza, agora como técnico nas categorias de base do clube. “Ainda não decidi, mas sei que quero ser treinador. Tenho certeza que com a minha vivência de 20 anos como atleta eu posso ser um grande treinador”, afirma. Na coletiva, Cleisson deixou no ar que ainda pode vestir a camisa do Fortaleza, pela última vez, em uma partida de despedida.

Só não prometeu porque também tem proposta para fazer o último jogo com a camisa do Cruzeiro, clube que o projetou para o futebol.

No Fortaleza, Cleisson conquistou o Campeonato Cearense de 2009, fez três gols e atuou em 13 partidas com a camisa tricolor. Ganhou também um “irmão”: o atacante Luiz Carlos. “No futebol, eu tenho muitos colegas, mas amigos de verdade eu só tenho um, que é o Cleisson”, declarou Luiz Carlos, para em seguida ir às lágrimas.
Em Pernambuco, Cleisson jogou pelo Sport, Náutico e Santa Cruz.

Para o jogo contra o Bahia, pela Série B do Campeonato Brasileiro, no sábado, o Fortaleza terá três novidades em campo: o atacante Rogerinho (estreante), o zagueiro Silvio e o lateral Guto, que entram nos lugares de Luiz Carlos, Edson e Jaílson, respectivamente.
Fonte: O Povo

Longa vida aos Américas!

Acredito que em todos os estados da federação onde haja um "América", este seja o segundo clube do coração.

Em Pernambuco, o Mequinha faz muita falta, fora da primeira divisão.

Um dos nossos parceiros, o Washington que comanda o "http://blogdomequinha.blogspot.com/", está fazendo um trabalho magnífico e está tentando unificar os Américas. Pelo menos trocando informações e divulgando as ações dos referidos times.

Pernambuco, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Amazonas e São José do Rio Preto já estão na parceria

Longa vida aos Américas!

ABC em busca da 2ª vitória seguida na série B

De ânimo renovado após a vitória fora de casa sobre o Paraná, mas ainda em situação difícil na competição, ocupando a vice-lanterna da Série B, o ABC entra em campo às 21h, no Frasqueirão, para enfrentar a Portuguesa/SP e tentar dar mais um passo para tentar sair da zona de rebaixamento.

Mas o adversário promete dificultar a vida do Alvinegro. A Lusa vem de uma bela vitória sobre o Guarani, está na terceira posição, e luta para se manter na zona de classificação.

Na tarde de ontem, o técnico Flávio Lopes promoveu um treino recreativo e lamentou a falta de tempo para realizar movimentações táticas para acertar a equipe. "Tivemos um desgaste enorme pela sequência de partidas e pela viagem. Vencemos o último jogo, mas ainda temos falhas a corrigir", comentou o treinador que poderá ter dificuldades para montar o time, já que o lateral-direito Bosco, os volantes Rogério e Erandir e o atacante Ricardinho estão com problemas físicos e devem passar por avaliação médica.

Em relação a melhora da equipe, Lopes aponta o novo esquema tático como um dos fatores principais para a crescente. "Conseguimos encontrar um melhor posicionamento para alguns dos jogadores, mas ainda precisamos melhorar muito" disse.

Um dos beneficiados pela nova fase que o clube começa a viver é o atacante Ricardinho. O jogador chegou a ter sua saída cogitada, mas com a chegada do novo técnico, voltou a campo e em duas partidas, já marcou dois gols. "Estava esperando a oportunidade. O esquema que o treinador implantou tem me dado liberdade para jogar. Os gols são apenas consequências do trabalho de toda a equipe. Ainda falta muita coisa, mas os dois jogos que teremos em casa, poderão encaminhar nossa crescente", afirmou o atacante.

Sobre a partida de logo mais, o treinador lembra a dificuldade do confronto, mas destaca a confiança no grupo. "Os números mostram a qualidade do nosso adversário, mas tenho total confiança nos jogadores que estão aqui. Respeitamos muito a Portuguesa, mas precisamos é vencer", declarou.

Fonte: DN

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Chamusca é o novo Técnico do Sport

O Sport contratou o Técnico Péricles Chamusca (foto) para dirigir o clube durante o Campeonato Brasileiro de 2009.

Péricles Raimundo Oliveira Chamusca é baiano de Salvador e tem 43 anos. Iniciou a carreira de treinador em 1995, passando por clubes como Vitória, Rio Branco de Americana, América de Natal, Anápolis, CSA, Corinthians Alagoano, Porto de Caruaru, Confiança, Brasiliense, Caxias, Santa Cruz, Botafogo, São Caetano, Goiás, Santo André, com o qual sagrou-se campeão da Copa do Brasil de 2004.

Desde 2005 Chamusca treinava o Oita Trinita, do Japão, do qual se desligou há pouco tempo.
Posso afirmar, sem medo de errar que, dentre as opções colocadas na mesa pela diretoria rubronegra para se discutir, Chamusca foi a melhor escolha.
Um técnico muito estudioso e conhecedor da matéria. Um profissional que respira futebol 24 horas por dia. Com certeza vai dar muitas alegrias à torcida rubronegra.
No vídeo, a decisão da Copa nabisco do Japão em 2008, Oita Trinita x Shimizu S-Pulse.



Roberto Fonseca faz alterações no time do América-RN

Em pouco mais de 24 horas como técnico do América-RN, Roberto Fonseca (foto) já adiantou duas alterações por opção sua para estrear no clube contra o Vila Nova, nesta sexta-feira, em Goiás. Os meias Guaru e Somália, que tinham perdido espaço com o ex-comandante Guilherme Macuglia, devem ser titulares no Serra Dourada.

Com o antigo treinador, Guaru, escalado desde o início em cinco das 14 rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro, estava na reserva. Já Somália, escolhido para começar quatro compromissos do time, não foi nem relacionado no último jogo - Macuglia disse que o meio-campista estava com febre, mas o jogador negou.

Com as alterações, o treinador tenta colocar em prática seu discurso de fazer o que for preciso para levar os potiguares à primeira divisão - ou pelo menos evitar a voltar à Série C. "Chego em um momento difícil, com uma grande responsabilidade. Tenho um tempo curto para arrumar o time, mas acredito que o trabalho será bem sucedido", apostou o treinador, dizendo estar ciente da qualidade seu plantel.

"Já trabalhei com muitos aqui e enfrentei outros. Mas vou conhecer realmente o elenco no dia a dia", avisou, desconversando sobre reforços. "A chance existe, mas vamos conversar internamente e aguardar", limitou-se a dizer o treinador, pela primeira vez à frente de um clube que está na Série B.

Além das entradas de Guaru e Somália, por opção técnica, Roberto Fonseca terá de mexer na zaga. O zagueiro Plínio, suspenso, deixa sua vaga para Heverton. O também defensor Leandro, que era dúvida, está recuperado de lesão na coxa e atuará em Goiânia.

Fonte: Gazeta

Vitória leva 4 do Avaí na ressacada

Pela 15ª rodada da Série A do Brasileirão, o Vitória foi enfrentar o Avaí no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, levou 4 a 0 e saiu do G4. No frio de Santa Catarina - 10 graus no estádio -, o time local abriu logo o placar. Aos 7 minutos, William girou frente-a-frente com Viáfara, mas Victor Ramos derrubou o atacante do Avaí e o árbitro apontou a marca da cal. Viáfara defendeu a cobrança de Marquinhos, mas o auxiliar pediu a repetição da cobrança alegando que o goleiro se adiantou. Na segunda batida, Marquinhos converteu. Avaí 1 x 0 Vitória.

Não demorou muito para o Avaí ampliar. Aos 16 minutos, Luís Ricardo arrancou em contra-ataque, invadiu a área e chutou no contrapé de Viáfara. Com uma marcação implacável sobre a saída de bola do Leão baiano, o time da casa sobrava em campo. A coisa ficou ainda mais complicada quando, aos 32 minutos, Uélliton reclamou de impedimento em lance do Avaí e levou o vermelho - ele já tinha um amarelo por falta truculenta. O primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Avaí por 2 a 0.

O Vitória voltou para o segundo tempo com pinta de quem ia virar o jogo. Logo no primeiro minuto, Roger chegou à entrada da área e mandou uma bomba, raspando o travessão. E a esperança cresceu quando Léo Gago, do Avaí, levou o seu vermelho por meter o braço na bola. Mas, logo depois, a esperança virou goleada. Victor Ramos derrubou Muriqui na área. Pênalti e vermelho para o zagueiro do Vitória. O próprio Muriqui cobrou e conferiu o terceiro gol do time da casa.

Para terminar a goleada, aos 43, Caio fez uma bela jogada, invadiu a área do Vitória e botou nas redes. Com a derrota, o Vitória não consegue o objetivo de continuar colado nos líderes. Com os mesmos 24 pontos, o time está em quinto na tabela. No domingo (02), o Vitória recebe o São Paulo no Barradão, às 16h.

Fonte: Correio da Bahia


Os Gols:

Sport perde no fim do jogo

Mais uma vez neste Campeonato Brasileiro, o Sport perdeu o jogo no apagar das luzes. Kléber marcou o gol da vitória do Cruzeiro aos 44 minutos do segundo tempo, na noite desta quarta. Um castigo para a incompetência dos atacantes rubro-negros.

Com um homem a mais desde o fim da primeira etapa, os leoninos pecaram nas finalizações. Chances foram criadas e desperdiçadas. No fim das contas, de nada adiantou o fato de ter jogado bem no Mineirão – principalmente no segundo tempo.

O resultado de 1 x 0 manteve o time pernambucano em 17º na tabela do Brasileirão, agora, três pontos abaixo do Botafogo, primeira equipe fora da zona de rebaixamento com um jogo a menos. Sábado, o Sport recebe o Palmeiras na Ilha do Retiro. Contra Santo André, Corinthians e Santos, a derrota também veio nos últimos minutos. Todas fora de casa.

Cruzeiro 1

Fábio; Jonathan (Bernardo), Fabinho, Thiago Heleno e Gérson Magrão (Elicarlos); Henrique, Fabrício, Marquinhos Paraná e Diego Renan; Kléber e Thiago Ribeiro (Wellington Paulista). Técnico: Adilson Batista

Sport 0

Magrão; Igor (Juliano), César e Durval; Élder Granja, Hamilton, Andrade (Sandro Goiano), Fabiano (Guto) e Dutra; Luciano Henrique e Vandinho. Técnico: Levi Gomes

Local: Mineirão
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Marco Aurélio Pessanha (RJ)
Gol: Kléber (aos 44 min do 2º T)
Amarelos: Luciano Henrique, Andrade, Diego Renan, Igor, César, Dutra, Elicarlos e Durval.
Cartões vermelhos: Diego Renan e Dutra

Fonte: DP
Foto : Jorge Gontijo

quarta-feira, 29 de julho de 2009

ASA vence e fica próximo da classificação

O ASA se reabilitou e derrotou o CRB de virada, por 2 a 1, pelo Brasileiro da Série C, na noite desta quarta-feira, no estádio Coaracy da Mata Fonseca. A escrita está mantida, o ASA não perde para o CRB, a dois anos.

Com está vitória, o Alvinegro só não se classifica para a próxima fase, se o CRB perder para o Salgueiro-PE, por uma diferença de oito gols, no próximo domingo, no estádio Rei Pelé. O CRB com está derrota, tem que vencer domingo o Salgueiro-PE, e torcer por uma derrota do Confiança-SE para o Icasa-CE, este jogo acontecerá na cidade de Juazeiro do Norte-CE.

O CRB enfrenta o Salgueiro, desfalcado de quatro jogadores: Os zagueiros Neguetti e Alex Lima (foi expulso quando a partida já tinha terminado, o jogador foi reclamar do arbitro e já estava de amarelo), o volante Éder e o volante Diogo por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

Ficha Técnica

ASA (AL) 2 x 1 CRB (AL)

Campeonato Brasileiro – Série C – Grupo B – 9ª Rodada

Local: Estádio Coaracy da Mata Fonseca (Arapiraca)
Árbitro: Charles Hebert (AL)
Assistentes: Julian Ferino (AL) e Wladson Oliveira (AL)
4º Árbitro: Fernando Rogério (AL)
Cartões Amarelos: Cal (ASA) Léo, Neguete, Alex Lima, Cléo, Diogo (CRB)
Expulsões: Neguete, Eder e Alex Lima (O jogo, já tinha terminado) - CRB Paulo Foiane - ASA
Gols: Luciano Bebê (CRB) 25’, Fábio Lopes (ASA) 32’ e Paulo Foiane (Pênalti-ASA) 35’ do 1º tempo

Equipes:

ASA: Jorge Miguel; Paulão, Leandro e Edson Veneno; Ricardinho, Cal, Paulo Foiane, Didira, Fábio Lopes e Renatinho (Julio Tatu) ; Júnior Viçosa (Ricardinho)
Técnico: José Luis Mauro (Vica)

CRB: André, Léo, Alex Lima, Neguete e Rafinha; Emerson, Diogo, Eder (Cléo) e Luciano Bebê; Lúcio e Marcinho
Técnico: Joãozinho Paulista

Fonte: Futebol na hora
Foto : Futebol Alagoano

Náutico : 12 jogos sem vencer

A estatística negativa só faz aumentar nos Aflitos. Na noite desta quarta-feira, o Náutico voltou a perder no Campeonato Brasileiro. Dentro de casa, o Timbu caiu diante do Santos: 2 x 1. Agora já são 12 jogos sem conhecer vitória na competição, cada vez mais afundado na lanterna. Neymar e Rodrigo Souto marcaram os gols do Peixe. Gilmar, de pênalti, descontou. Na próxima rodada, o Timbu vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo.

Náutico

Glédson; Vágner, Gladstone e Nilson; Galiardo, Derley, Johnny (Dudu Araxá, depois Acosta), Aílton (Asprilla) e Anderson Santana; Carlinhos Bala e Gilmar. Técnico: Geninho.

Santos

Felipe; Pará, Eli Sabiá, Fabão e Léo (Luizinho); Germano, Rodrigo Souto, Mádson e Paulo Henrique (Felipe Azevedo); Robson (Neymar) e Kléber Pereira. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Local: Aflitos
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Belmiro da Silva (BA)
Gols: Neymar (aos 22 min do 2º T), Gilmar (aos 33 min do 2º T) e Rodrigo Souto (aos 46 min do 2º T)
Cartões amarelos: Gladstone, Carlinhos Bala, Germano, Rodrigo Souto, Felipe Azevedo, Felipe
Cartão vermelho: Gladstone
Público: 13.515
Renda: R$ 44.610,00

Fonte e Foto : DP

Gols



Náutico aguarda a vitória contra o Santos

A sede de vitórias após onze rodadas aumenta a cada minuto que se passa e todos no Náutico acreditam que o jejum se encerra diante do Santos, hoje, às 19h30, nos Aflitos.

A explicação para tanta motivação - apesar da situação na tabela - é simples: desde a chegada do técnico Geninho, que substituiu Márcio Bittencourt em 16 de julho, o Timbu, se não conseguiu vencer nos quatro jogos que ele dirigiu, arrancou um empate contra o Vitória e mostrou um bom futebol nos recentes empates com o Botafogo (2 x 2) e Sport (3 x 3), na Ilha doRetiro.

Até o próprio comandante timbu se mostrou bastante confiante ao ver o seu ataque marcar cinco gols nos últimos dois jogos. "Uma equipe que tem essa média de gols uma hora vai ter que vencer. Deixamos essa vitória escapar nos jogos com o Botafogo e Sport e agora vamos tentar buscá-la diante do Santos", destacou Geninho.

Náutico - Glédson; Vágner, Gladstone e Asprilla (Nilson); Galiardo, Derley, Johnny, Aílton e Anderson Santana; Carlinhos Bala e Gilmar. Técnico: Geninho.

Santos - Felipe; Pará, Astorga, Fabão e Léo; Germano, Rodrigo Mancha, Rodrigo Souto e Mádson; Paulo Henrique (Kléber Pereira) e Neymar. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Local: Estádio dos Aflitos. Horário: 19h30.

Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA).

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Belmiro da Silva (BA).

Ingressos: R$ 15 (meia-entrada) e R$ 30 (arquibancada).

Fonte: DP

Centralinos revoltados com arbitragem da casa para jogo decisivo

Polêmica antes mesmo do jogo entre Central e Santa Cruz começar. Ontem, foi definido o trio de arbitragem para a partida, e sobraram muitas reclamações por parte dos caruaruenses. O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Carlos Alberto Oliveira, negou o pedido do Alvinegro para trazer árbitros de fora do Estado para o confronto, e o trio que comandará o jogo de domingo, às 16h, no Lacerdão, em Caruaru, será todo local. Nielson Nogueira (foto) apitará o duelo, auxiliado por Jossemar Diniz e Ubirajara Ferraz.

A revolta dos centralinos começou quando os dirigentes do clube souberam, ao ligarem para Virgílio Elísio, diretor técnico da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que o ofício encaminhado e protocolado na FPF, no dia 24 de julho, solicitando arbitragem de fora do Estado, jamais tinha chegado à instituição. “Tentamos falar com ele (Carlos Alberto) depois que soubemos da notícia, mas ele desligou o celular. Todos em Caruaru estão revoltados com essa atitude. Foi um desrespeito ao Central e a um clube filiado à Federação. Isso mostra bem a posição dele de ditador. Por que no clássico entre Sport e Náutico o juiz foi de fora e o nosso não vai ser?”, indagou Cícero Moreira, vice-presidente do Central.


O presidente centralino, Ronaldo Lima, também questionou a decisão do presidente da FPF. Segundo ele, toda vez que um juiz local apita um jogo dessa dimensão, a Patativa sai no prejuízo. “Não gostei da indicação. Não é nem por conta do árbitro em si. Mas sempre que há jogos decisivos, o Central é prejudicado. Por conta disso, para evitar polêmicas, deveriam ser árbitros de fora para apitar”, declarou.


A reportagem da Folha de Pernambuco tentou entrar em contato com Oliveira para esclarecer o imbróglio, mas ele não atendeu às inúmeras chamadas telefônicas. Porém, em declaração ao “Blog do Torcedor”, o cartola não se intimidou perante às críticas dos centralinos e foi contundente: “Não enviei (o ofício) e nem vou enviar. Se um árbitro local não tiver condições de apitar uma partida de Quarta Divisão, então é melhor fechar o quadro de arbitragem”, disparou.

Alheio à confusão, o vice-presidente do Santa Cruz, Sidnei Aires, soube através da reportagem o nome do árbitro do jogo do domingo e elogiou a preferência por árbitros locais. “Temos que prestigiar o quadro de árbitros de Pernambuco que é muito qualificado. Não há motivos para o Central duvidar dos nossos árbitros”, ponderou.


Fonte: Folhape

Bahia cede empate ao Juventude


Na noite desta terça-feira, o Bahia empatou com o Juventude, em 2 x 2, jogando no Estádio de Pituaçu e subiu da 11ª para a 9ª colocação na Série B, com 20 pontos conquistados.

Apesar de ter melhorado sua classificação, o resultado em casa não foi um bom resultado, pois o Esquadrão de Aço fez um grande primeiro tempo, abriu a vantagem de 2 x 0 no placar, mas na segunda etapa, cedeu o empate para o Juventude.

O Bahia ampliou com Beto, aproveitando o passe de Reinaldo, aos 30 minutos.
No segundo tempo, o Juventude diminuiu aos 08 minutos, com Xaxier e empatou com Mendes, aos 37 minutos.

O Bahia jogou com: Marcelo, Marcos, Menezes, Nen e Ávine; Marcone, Rogério, Ananias(Dedé) e Alex Maranhão; Beto(Nadson) e Reinaldo(Lima).

No próximo sábado, o Bahia vai até Fortaleza, para enfrentar o tricolor cearense, no Castelão.

Fonte: site do clube
Foto: Terra
Os Gols:



Ceará vence Ipatinga no Castelão


Nesta terça-feira, o Ceará chegou na nona rodada consecutiva sem derrotas na Série B do Brasileiro. A equipe alvinegra ocupa a sexta colocação com 25 pontos ganhos, e está a um ponto do entrar para o G4.

Antes da partida a Diretoria do Ceará Sporting Club fez a entrega de um troféu ao atleta Michel, pela sua 100ª partida usando a camisa alvinegra.

Aos dez minutos da segunda etapa, o Ceará abriu o placar. Geraldo foi derrubado dentro da área por Cláudio e o árbitro marcou o pênalti. Geraldo foi para a cobrança, e com direito a paradinha, abriu o placar 1 a 0. Aos 28 minutos, Wellington Amorim fez uma linda jogada individual, ficou cara a cara com o goleiro Fred, do Ipatinga e só teve o trabalho de escolher o canto. Golaço do camisa 9 alvinegro.

2 x 0 Ceará.

O Ceará volta a campo no próximo sábado, pela 15ª rodada, às 16h10min, para enfrentar o Bragantino em Bragança Paulista.
Ceará: Lopes; Boiadeiro, Fabrício, Erivélton e Fábio Vidal (Jorge Henrique); Michel, Heleno, João Marcos e Geraldo; Wellington Amorim e Preto (Misael)Técnico: Paulo César Gusmão
Ipatinga: Fred; Cláudio, Leo Oliveira, Márcio Santos e Marinho Donizete; Max Carrasco, Lucas, Leandro Brasília (Radar) e Luiz Fernando (Evandro); Márcio Diogo (Diego Silva) e Amilton - Técnico: Emerson Ávila
Data: 28/07/2009 (terça-feira)Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Emerson Luiz Sobral (PE)
Auxiliares: Albino Andrade Albert Júnior (PE) e Alcides Augusto de Lira Júnior (PE)
Cartões amarelos: Márcio Santos, Cláudio, Leo Oliveira, Amilton, (Ipatinga); João Marcos (Ceará)
Gols: Geraldo, aos 11min, Wellington Amorim, aos 28min do segundo tempo
Público: 18.875 pagantes
Renda: R$ 295.860,00

Fonte : Vovô




América é goleado e demite treinador

Guilherme Macuglia não é mais o treinador do América. Após perder pelo placar de 4 a 1 para a equipe do Bragantino em pleno Machadão, o treinador, que assumiu a equipe no início do Brasileiro, encerrou sua passagem pelo time.

Sob o comando de Macuglia, a equipe vinha amargando sucessivas derrotas na competição, na qual perdeu 4 partidas em pleno Machadão, sendo os 2 últimos jogos consecultivos em casa.

Em 14 rodadas sob o comando de Macuglia, o América venceu 6 vezes e perdeu 8.

O América terá confrontos bastante difíceis até o término do primeiro turno. Para tentar a reabilitação no campeonato, terá uma sequência de 2 jogos fora de casa, volta a jogar no Machadão diante do Vasco da Gama, viaja para enfrentar o Ipatinga fora e fecha o primeiro turno enfrentando o Ceará no Machadão.

15ª Rodada - Vila Nova x América (Serra Dourada)
16ª Rodada - Figueirense x América (Orlando Scarpelli)
17ª Rodada - América x Vasco (Machadão)
18ª Rodada - Ipatinga x América (Ipatingão)
19ª Rodada - América x Ceará (Machadão)

Nesta quarta-feira a diretoria se reune para discutir sobre o novo treinador, que irá assumir a equipe e dará continuidade ao trabalho para esta temporada do brasileirão série B 2009.
Fonte: site do clube
Foto : Terra
Os Gols



Fortaleza perde em São januário


Em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Fortaleza perdeu de 2 a 1 para o Vasco, nesta terça-feira, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro. Com o resultado negativo, o Tricolor do Pici passa a ocupar a 17ª posição na tabela da competição, com 14 pontos.

Os gols do Vasco foram marcados por Alex Teixeira e Adriano, de pênalti. Cristian foi o autor do gol do Leão.

O Vasco iniciou a partida buscando jogo, com mais posse de bola e ocupação do campo de ataque, mas mesmo assim não conseguiu invadir a área do Fortaleza que esteve bem armada defensivamente.

Desta forma, para abrir o placar, o Vasco só tinha duas maneiras: chutes de fora da área ou em jogada individual. O goleiro Alexandre Fávaro fez duas belas defesas nos chutes de fora da área do volante Souza, mas não conseguiu evitar que o Vasco abrisse o placar aos 45 minutos do primeiro tempo. Alex Teixeira recebeu na entrada da área, fez uma jogada individual e mandou a bola no canto esquerdo do goleiro Tricolor.

No segundo perído da partida o Vasco voltou pressionando, mas o Fortaleza começou a sair para os contra-ataques e levar perigo ao gol adversário. Em sua primeira oportunidade perigosa, o Leão se aproveitou do erro adversário para empatar a partida. Aos 15 minutos, Cristian cobrou escanteio pelo lado esquerdo. A bola, antes de entrar no gol, resvalou em Amaral, enganando o goleiro Fernando Prass.

Minutos depois, o Vasco retomou a vantagem. Em cobrança de pênalti, Adriano bateu no canto direito e ampliou o placar para 2 a 1. No lance, o lateral esquerdo Jaílson foi expulso, após levar o seu segundo cartão amarelo.

A vantagem de ter um jogador a mais durou somente sete minutos. Aos 29 minutos, Mateus fez falta pela lateral direita e recebeu o segundo amarelo. Em igualdade em número de atletas, o Vasco arriscou alguns ataques.

O Leão ainda tentou empatar mas o placar não foi alterado. A próxima partida do Fortaleza vai ser em casa, no sábado, diante do Bahia às 16h10min.

Fonte: site do clube
Os gols:



terça-feira, 28 de julho de 2009

ABC ganha a primeira fora de casa

A arrancada do Paraná Clube na Série B do Campeonato Brasileiro foi interrompida nesta terça-feira com uma derrota em casa diante do ABC, que não havia conquistado nenhum ponto fora do Rio Grande do Norte até então, por 3 a 1. Com o resultado, a equipe paranista não chegou ao G10, como era seu objetivo, enquanto os visitantes, ainda na zona de rebaixamento, enxergam uma luz no fim do túnel.

Começando o jogo com vontade, o Tricolor se descuidou na defesa e, aos três minutos, Ricardinho aproveitou para abrir o placar. O empate veio depois de muita pressão. Aos 34 minutos, depois de cobrança de falta de Gabriel, Alex Afonso pegou rebote e balançou as redes. Aos 45 minutos, cobrando pênalti, gaúcho fez o segundo do time potiguar. No segundo tempo, João Paulo, aos 42 minutos, fechou a contagem.

Na próxima rodada, o Paraná Clube vai ao Rio de Janeiro, onde enfrenta no sábado o Duque de Caxias, no Estádio Giulite Coutinho. Já o ABC volta a campo já na sexta-feira, quando recebe a Portuguesa, no Estádio Frasqueirão, em Natal.

Fonte: Gazeta
Os Gols:




América joga contra o Bragantino

O América faz hoje um jogo de "vida ou morte" pela 14ª rodada desta Série B. Uma vitória sobre o Bragantino/SP, às 21h50, no estádio Machadão, pode colocar o clube de volta na briga pelas primeiras posições.

Por outro lado, uma nova derrota - o que seria a quarta consecutiva -, além da queda na classificação, poderá resultar numa outra queda: a do técnico Guilherme Macuglia (foto).

Com o sinal de alerta aceso e disposto a evitar a crise, o treinador americano deverá promover algumas mudanças para o jogo desta noite, com o atacante Lúcio recebendo um novo companheiro para o ataque.

"Eu tentei formar com Lúcio e Max, mas não funcionou. Devo começar o jogo com o Max no banco", afirma treinador que tem entre as suas opções devolver Fábio Neves ao ataque, como em outras partidas; ou mantê-lo no meio de campo, e promover a entrada de Helinho na função.

Confrontos

19/10/1997: América 3x2 Bragantino
30/08/1998: Bragantino 1x1 América
29/09/1999: Bragantino 1x0 América
21/09/2002: América 3x0 Bragantino
05/08/2008: Bragantino 1x0 América
11/11/2008: América 0x0 Bragantino

América - Rodolpho; Plínio, Héverton e Leandro Silva; Thoni, Jackson, Everton Cézar, Fábio Neves e Tita; Lúcio e Helinho. Técnico: Guilherme Macuglia.

Bragantino - Gilvan; Da Silva, Carlinhos e Kadu; Thiago Almeida, Rodrigo Costa, Juninho, Paulinho e Sandro Costa; Léo Jaime e Pedro Henrique. Técnico: Marcelo Veiga.

Local: Machadão - 21h50
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva/SE
Fonte: DN

Vovô espera colocar 30 mil no castelão

O desafio está lançado!

Após a vitória de sexta-feira, no Rio de janeiro, por 2 x 1 em cima do Duque de Caxias, O Ceará enfrenta o Ipatinga no Castelão nesta noite e a diretoria espera mais pelo menos 30 mil alvinegros no estádio.

O time cearense não teve muito tempo de preparação e já está concentrado para a partida contra os adversários mineiros.

Nesta segunda, 27/07, o Ceará fez apenas um recreativo com o campo reduzido sob o comando do treinador, Paulo César Gusmão e os preparadores físicos, Jorginho e Djalma.

Com o fim do recreativo alguns atletas permaneceram no gramado para treinar jogadas de bolas paradas, como: cobranças de faltas, penalidades máximas e cruzamentos.

O Ceará ocupa a sexta posição na tabela e está há apenas um ponto do G-4.

Com informaçoes do site do clube

Fortaleza vai a São Januário enfrentar o Vasco

A equipe do Fortaleza encerrou os preparativos, para o jogo diante do Vasco, nesta terça-feira, às 21 horas, no estádio São Januário, partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Na tarde desta segunda-feira, o Tricolor realizou um treino recreativo, de aproximadamente 30 minutos, no campo anexo do estádio João Havelange, conhecido como Engenhão, no Rio de Janeiro.

Apesar da situação complicada na tabela, o elenco está motivado e confiante na conquista de um bom resultado. Segundo o técnico Giba, a partida vai ser uma boa oportunidade do time se reabilitar na competição.

O Leão está na décima sexta posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro da Série B, com 14 pontos, e busca conseguir a reabilitação numa competição extremamente difícil.

Fonte: Site do clube

ABC enfrenta o Paraná

O ABC joga às 19:30 hs no Durival Brito em Curitiba, contra o Paraná Clube.

O alvinegro potiguar não vai poder contar com o volante Erandir, suspenso e o meio-campo Alex Oliveira lesionado.

A provável escalação do ABC para o confronto diante da equipe paranista é: Paulo Musse; Gaúcho, Fabiano e Leonardo; Bosco, Rogério, Marquinhos Mossoró, Sandro e Bruno Barros; Ivan e Fábio Silva.

Em compensação, o treinador do ABC, Flávio Lopes, vai poder contar com as voltas do zagueiro Leonardo e do volante Rogério, que cumpriram suspensão diante do Guarani/SP.

O ABC está na 19ª posição com 8 pontos e ainda não venceu fora de casa.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Pernambucano série A2

Afogadense e Araripina (azul) já estão na próxima fase


Os resultados deste domingo da Série A 2 do Campeonato pernambucano :

Afogadense 2 x 1 Pesqueira
Ferroviário do Cabo 0 x 0 Atlético Pernambucano
Centro Limoeirense 1 x 4 Vera Cruz
Belo Jardim 1 x 1 Araripina

Grupo C

Afogadense - 9 pontos
Ferroviário do Cabo - 8 pontos
Pesqueira - 7 pontos
Atlético Pernambucano - 4 pontos

Afogadense classificado para a 3ª fase
Ferroviário joga pelo empate contra o Pesqueira para ficar com a outra vaga.
O Pesqueira precisa vencer para chegar à outra fase.

Grupo D

Araripina - 9 pontos
Vera Cruz - 8 pontos
Belo Jardim - 6 pontos
Centro Limoeirense - 2 pontos

Araripina garantiu a classificação
Vera Cruz joga pelo empate para chegar à próxima fase
O Belo Jardim precisa derrotar o próprio Vera Cruz para se classificar

Próximos jogos:

Atlético x Afogadense
Pesqueira x Ferroviário
Vera Cruz x Belo Jardim
Araripina x Centro Limoeirense

Leão está fora do Sport

Émerson Leão não é mais o técnico do Sport.

Após afirmar na entrevista coletiva, que não queria Marcelo Ramos na equipe.

E mais, disse que o Álvaro Figueira, diretor rubronegro que anunciou a contratação deveria sentar no banco de reservas.

O Presidente Sílvio Guimarães bastante sensato, afirmou que enquanto fosse o mandatário do Sport, a sua diretoria seria prestigiada.
PS: Esta foto do pe360graus mostra um Leão acuado após ser interrogado pelo Repórter André Santos da rádio clube se ainda tinha o comando do grupo.

Por Marcelo Araujo

Icasa empata e fica próximo da classificação

O Icasa conseguiu um empate em Salgueiro que pode representar a sua classificação. Agora pode ratificar a passagem para a próxima fase com uma vitória em cima do Confiança no Romeirão.

O Salgueiro vai decidir a sua classificação precisando vencer o CRB no domingo, em Maceió.

Salgueiro/PE 1 x 1 Icasa/CE
Data: Domingo, 26 de julho de 2009.
Local: Estádio Cornélio, em Salgueiro/PE.
Árbitro: Jailson Macedo Freitas/BA
Assistente Nº 01: Raimundo Carneiro de Oliveira/BA
Assistente Nº 02: Adailton José de Jesus Silva/BA
4º árbitro: Antonio André Rodrigues de Souza/PE
Observador: Gilvan Floriano da Cunha/PE

Renda – R$ 14 070,00
Público – 588 pagantes (4 800 "Todos com a nota")
Total - 5.388

Salgueiro/PE - Marcelo Silva; Rogério, Eridon, Henrique e Nildo; Victor Caicó, Moreilândia, Marlos (Romero) e Élvis (Esquerdinha); Paulo Rangel e Gilson Costa (Didi Portiguar). Técnico: Neco

Icasa/CE - Aloísio; Tiago, Alan e Everaldo; Marcos Vinicius, Dodó, Panda, Júnior Xuxa e Carlinhos; Marciano (Juba) e Joelson (Assisinho)Técnico: Flávio Araújo

Cartão Vermelho: Panda (Icasa/CE)

Gols: Rogério 24/2T (Salgueiro/PE); Marcus Vinícius 38/2T (Icasa/CE)

Foto: Vale Esportes

domingo, 26 de julho de 2009

Márcio Bittencourt deve ser o novo técnico do Santa Cruz

Após a derrota para o Sergipe na noite do sábado por 2 x 1 no Arruda, pela série D, Sérgio China não é mais o técnico do Santa Cruz.

A notícia que se espalhou em Recife, é que Márcio Bittencourt é o novo(velho) treinador.

Conversei com o Márcio, que explicou o seguinte; O Presidente Fernando Bezerra Coelho fez o convite e ainda falta uma definição por parte de ambos para oficializar a questão.

Marcelo Araújo

Sport x Náutico : cem anos do "Clássico dos clássicos"


A organização do centenário do Clássico dos Clássicos começou no fim do ano passado. Para que houvesse um jogo neste domingo, um dia após o aniversário de 100 anos do confronto entre Sport e Náutico, o Alvirrubro precisava ficar na elite nacional, ou então o jogo seria um mero amistoso. Mas o Timbu conseguiu, com muito esforço, segurando o bombardeio santista na última rodada do Brasileirão.


Com os dois rivais na Série A, a FPF solicitou a data junto à CBF para comemorar o clássico em grande estilo. E recebeu o sinal positivo. No entanto, o que ninguém esperava era que rubro-negros e alvirrubros fossem chegar em um momento tão crítico quando nesta rodada.Ambos assombrados pelo fantasma da Série B. Ao invés da Taça 100 Anos de Clássico, que estará em disputa neste domingo às 16h, na Ilha do Retiro, os dois times querem mesmo é evitar a posse da lanterna da competição.


Essa má fase tirou um pouco do brilho de um jogo tão especial, que irá celebrar o 3º clássico mais antigo do país, atrás apenas de Fluminense xBotafogo, de 1905, e de Grêmio x Inter, que foi realizado uma semana antes do duelo pernambucano. Mas os dois clubes juntaram os cacos para não decepcionar as respectivas torcidas. Eles sabem da importância deste clássico. Uma vitória significa a redenção no Brasileiro após início decepcionante de competição. Na quarta-feira, o Náutico ainda teve a chance de chegar mais aliviado na Ilha, mas o empate cedido nos minutos finais, contra o Botafogo, manteve o time pressionado na tabela, na 20ª e última colocação. Hoje, o técnico Geninho - que em 2007 participou do Clássico dos Clássicos comandando o Sport, na goleada por 4 x 1 - deve promover algumas alterações na equipe.


Antes, o treinador atuou como bombeiro na confusão envolvendo o goleiro Eduardo e o atacante Gilmar, antes do jogo contra o time carioca.Coincidência ou não, ele acabou barrando o camisa 1 para o jogo deste domingo, com o objetivo de poupá-lo diante da torcida, que cobrou bastante o goleiro após o mau resultado nos Aflitos.


Assim, Glédson ganha uma chance. Na verdade, ele ganha mesmo é a permissão para entrar numa fogueira, já que a defesa é mesmo o calo do Timbu. O time já levou 28 gols nesta Série A, e tem a pior marca entre os 20 participantes. Para completar, a equipe terá o desfalque dos zagueiros Asprilla e Gladstone, suspensos. Assim, o time muda para o 4-4-2, com o volante Nilson atuando como zagueiro.


No Sport, o empate em Curitiba reanimou um pouco o grupo rubro-negro. No entanto, o time treinado por Leão 'ganhou' mais um desfalque no ataque. Guto tomou o terceiro amarelo e está fora. Sem Weldon (negociado) e Ciro (na Seleção Sub-20), Leão deverá improvisar mais uma vez na frente.


Luciano Henrique pode pintar ao lado de Vandinho. Na zaga, César cumpriu suspensão e deverá voltar no lugar de Juliano. Se a partida pode não ter a garantia de que será um primor de técnica, pelo menos existe a certeza de que será um jogo brigado, tenso, emocionante. Afinal, vale a história, a Taça 100 Anos de Clássicos e, acima de tudo, 3 pontos. E os dois velhos rivais precisam demais...


Sport - Magrão; Durval, César e Igor; Elder Granja, Hamilton, Sandro Goiano, Fabiano e Dutra; Vandinho e Luciano Henrique. Técnico: Leão


Náutico - Glédson; Galiardo, Vágner, Nilson e Anderson Santana; Dudu Araxá, Derley, Johnny e Ailton; Gilmar e Carlinhos Bala. Técnico: Geninho


Local: Ilha do Retiro. Horário: 16h.

Árbitro: Wagner Tardelli-SC. Assistentes: Erich Bandeira e Jossemmar Diniz (ambos de PE). Ingressos: sócio e estudante (R$ 20), arquibancada (R$ 40 ), cadeira sócio, assento especial e ampliação (R$ 50) e cadeira para não-sócio (R$ 80)


Fonte: DP