sábado, 2 de outubro de 2010

O que o Bahia precisa para conseguir o acesso?


O site Chance de gol faz um prognóstico de 61,3% de chances de acesso para quem chegar aos 64 pontos.


15,8% de chance de rebaixamento para quem alcança 44 pontos.


Então, por enquanto, o Nordestebol vai trabalhar com esses números. 64 para o acesso e 45 para fugir do rebaixamento.


Vamos analisar a situação do Bahia após 26ª rodada.


Na 4ª posição com 45 pontos, o Tricolor de aço estaria classificado para a série A em 2011. Faltando 12 jogos para o término, precisa de mais 19 pontos para a tão sonhada volta a série A. 


Esse empate com o Duque de Caxias já representa a permanência na Série B (não cai para a série C).


Em 26 jogos, acumulou 13 vitórias, 6 empates e 7 derrotas. Marcou 43 gols e sofreu 32. Saldo de 11.


Pode garantir a classificação com os 6 jogos que tem em casa e beliscar mais um pontinho fora de casa.


Em Salvador - Guaratinguetá, Náutico, ASA, Coritiba, Portuguesa e Santo André. - 18 pontos a disputar.
Fora de casa - São Caetano, Figueirense, Paraná, Brasiliense, Bragantino e América-MG. - 18 pontos.


A última participação do Bahia na série A foi em 2003.


A aí, Bahêa? Dá ou não?

ASA vence Icasa no Romeirão


O ASA de Arapiraca conseguiu um resultado muito importante na noite deste sábado no Romeirão, em Juazeiro do Norte. Venceu o Icasa por 1 x 0. O gol foi marcado por Audálio aos 44 minutos do 1º tempo.


O Técnico Vica falou que a equipe venceu porque " A Marcação foi boa. O respeito pelo Icasa. Não se ganha jogo aqui de qualquer maneira. Neutralizamos uma jogada que a gente já conhece. O Icasa tem uma bela de uma equipe". 


A renda somou R$ 25.390,00. O Público de 3. 216.


Com a vitória, os alagoanos subiram para 32 pontos, os mesmos do Icasa. Os dois times estão quatro pontos à frente do Brasiliense, primeiro time na zona dos que cairão para a Série C.

O ASA volta a campo já na terça-feira, em casa, contra o Náutico, na abertura da 27ª rodada, em Arapiraca. No sábado que vem, o Icasa joga em Curitiba contra o Paraná.


Guarany de Sobral classifica-se para a próxima fase da Série D




Danilo Pitbull garantiu o empate do Guarany de pênalti
Por índice técnico, o Guarany de Sobral já se classificava para a quartas-de-final da Série D, mas para não depender de ninguém, o Cacique precisava de um empate contra o Sampaio Corrêa, em São Luis e a missão foi cumprida. Pelo placar de 1×1, o Bugre deu um passo importante para conquistar o acesso a Série C em 2011.
 O resultado foi construído no primeiro tempo. Aos 9 minutos, Celio Codó abriu o placar para os donos da casa. O Cacique não se abateu e foi buscar e empate. Aos 37 minutos, Danilo Pitbull, cobrando pênalti, deixou tudo  igual no Estádio Nhozinho Santos.
Na etapa complementar da partida, o Guarany conseguiu segurar o placar e garantir vaga para a próxima fase da competição. 
Outros resultados: 
Madureira/RJ 0 x 0 Uberaba/MG
Operário/PR 0 x 1 Joinville/SC
Brasília/DF 1 x 2 Araguaína/TO
Vila Aurora/MT 3 x 0 América/AM 
Times classificados para as quartas-de-final da Série D: 
Guarany/CE
Madureira/RJ
Uberaba/MG
Operário/PR
Joinville/SC
Araguaína/TO
Vila Aurora/MT
América/MG
Fonte: Jangadeiro

Bahia empata e se mantém no G-4

A TARDE On Line

Ide Gomes /Futura Press

Jael e Hélder tentaram, mas o Bahia ficou no empate contra o Duque
Apesar de ter contado com o apoio de seu torcedor, que compareceu em maior número ao estádio de São Januário, o Bahia só empatou com o Duque de Caxias em 0 a 0, neste sábado, 2, no Rio de Janeiro, pela 26ª rodada da Série B. Com o resultado, o Tricolor está na quarta colocação da competição, com 45 pontos conquistados.
Agora, o Esquadrão joga em casa para se recuperar na Segundona e se distanciar do quinto colocado, o Sport, que está a dois pontos do G4. A equipe de Márcio Araújo joga com o Guaratinguetá no próximo sábado, 9, às 16h10, em Pituaçu, pela 27ª rodada da competição.
O jogo – O primeiro tempo teve o equilíbrio como destaque, mas quem começou melhor foi o Duque de Caxias, principalmente nas cobranças de falta. O lateral-esquerdo Carlão e o meia Juninho tentaram, mas não levara perigo ao gol de Fernando.

Aos 28 min, o time carioca perdeu uma boa chance após falha de Nen. Somália recebeu passe livre na área, mas chutou em cima de Fernando, que realizou uma bela defesa.

Em seguida, o Bahia melhorou e Morais quase marcou o primeiro do jogo após cruzamento de Ávine e falha do goleiro Lopes. O meia aproveitou a sobra e mandou por cobertura, mas a bola explodiu no travessão e foi para fora.

Na segunda etapa, os dois times se lançaram ao ataque e os espaços foram deixados nos setores defensivos. Com isso, a partida ganhou em velocidade e o Duque criou várias jogadas em contra-ataques.

Aos 19 min, Somália perdeu uma boa chance após aparecer livre na área, mas demorou de finalizar e Fernando fez uma bela defesa. Aos 19 min, Thiaguinho, que entrou no lugar de Juninho, recebeu passe do lado esquerdo da área em boas condições de marcar, mas bateu para fora. Com a pressão, o time carioca fez o gol com Somália, mas o atacante estava adiantado e o árbitro marcou o impedimento.

Em seguida, o técnico Márcio Araújo promoveu a estreia do atacante Éverton no lugar de Adriano e o Bahia melhorou. O jogador entrou bem e fez belas jogadas pelo lado esquerdo. Na primeira, chutou rasteiro para fora.

Um minuto depois, o atacante ganhou a lance com o zagueiro e tocou para o meio da área. Jael recebeu o passe e ajeitou para Hélder, que finalizou para fora.

O meia Vander entrou no lugar de Morais, que não fez uma boa partida, e o Bahia foi com tudo para o ataque, mas deixou espaços atrás e Fernando precisou sair da área para evitar o gol do Duque. No rebote, Danilo Rios, ex-meia do Tricolor que entrou no lugar de Lenílson, mandou para o gol, mas Fábio Bahia apareceu na área para afastar o perigo.

No último minuto, Jael disputou uma bola na área e caiu, mas o lance seguiu e, após o término da partida, o atacante foi reclamar com o árbitro e acabou expulso.

Duque de Caxias 0x0 Bahia

Estádio São Januário, Rio de Janeiro (RJ).

Duque de Caxias: Lopes, Amaral, Marlon, Edson e Carlão; Xaves, Roberto Lopes, Juninho (Thiaguinho) e Lenílson (Danilo Rios); Geovane Maranhão (Léo Itapiruna) e Somália. Técnico: Gilson Kleina.
Bahia: Fernando; Arílton, Alison, Nen e Ávine; Fábio Bahia, Bruno Octávio, Hélder e Morais (Vander); Adriano (Éverton) e Jael. Técnico: Márcio Araújo.
Cartões amarelos: Xavier, Marlon (Duque de Caxias); Ávine, Bruno Octávio, Jael, Hélder e Arílton (Bahia).
Cartão vermelho: Jael (Bahia).

Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Paulo César Silva Faria (MT) e Lincoln Ribeiro Taques (MT).

Corinthians 2 x 2 Ceará



Fonte: camfwayne2

Vitória 0 x 3 Grêmio



Fonte: camfwayne2

Náutico perde para o Ipatinga em Minas

Na estreia do técnico Roberto Fernandes, o Náutico fez uma das suas piores apresentações na Série B do Campeonato Brasileiro. Apresentando os velhos erros defensivos, o time alvirrubro acabou sendo uma presa fácil para o Ipatinga, ontem, no Estádio Epaminondas Brito, no Vale do Aço, em Minas Gerais. O resultado de 2 x 1 acabou sendo pouco pelo que produziu a equipe mineira, que, inclusive, perdeu uma penalidade.
O Náutico até abriu o marcador através de Max, mas acabou levando a virada com gols de Rodrigo Antônio e Fabiano. Com esse resultado, o Náutico segue com os mesmos 34 pontos e ainda distante da zona de classificação da Série A. O próximo compromisso do Timbu será contra o ASA-AL, na terça-feira (5), em Arapiraca. Já o Ipatinga somou mais três pontos importantes e chega aos 21, mas continua segurando a lanterna da competição.

O jogo – O que esperar de uma partida entre as duas equipes de pior rendimento deste returno da Série B? muita coisa é que não poderia ser. A partida foi de baixíssimo nível técnico. O Ipatinga foi quem tomou a iniciativa o tempo inteiro. O Náutico mostrava um posicionamento defensivo completamente equivocado mesmo atuando com três volantes e dois zagueiros.
Mesmo assim foi o Timbu quem chegou primeiro com perigo. Aos 9 minutos, Hamilton arrisca de longe e a bola beija o travessão. Porém, o adversário era quem mais tinha volume de jogo. Atuando principalmente pelo lado direito nas costas do lateral Jeff Silva. Aos 22 minutos, Fabiano quase empata em chute forte raspando o travessão.

O curioso é que quando o Ipatinga estava melhor em campo, o Náutico abriu o placar aos 23 minutos. Geovanne cobrou, Geílson desviou e Max, de peixinho, abrir o placar. 1 x 0.
Em desvantagem, os mineiros foram para o ataque e demoraram muito para chegar ao gol de empate, em uma falha do goleiro Gledson. Aos 31 minutos, Rodrigo Antônio arriscou de longe e o goleiro alvirrubro espalmou a bola para dentro do gol. O Ipatinga ainda teve a possibilidade de virar aos 35 minutos. A zaga falhou feio, Fabiano invadiu a área e tocou na saída de Gledson, mas Walter consegue evitar o gol.

Virada – No retorno para o segundo tempo, o quadro da partida não mudou. O Náutico continuava perdido em campo e o Ipatinga pressionando em busca da virada. A chance surgiu aos 6 minutos, quando Gledson derrubou o atacante Alessandro na área. Pênalti. O próprio Alessandro vai para a cobrança, mas chuta na trave.
A partir daí pensava-se que o Náutico poderia reagir e ganhar mais ânimo. Não aconteceu. A pressão do adversário foi imensa. Até que aos 14 minutos, Luizinho cruzou na área e Fabiano subiu mais que os zagueiros alvirrubros e cabeceou no canto esquerdo de Gledson. Ipatinga 2 x 1.
A partir daí, o Ipatinga ficou apenas administrando o resultado até o final da partida. O Timbu ainda teve o volante Rodrigo Pontes expulso de campo. Aos 45 mintuos, o atacante Max ainda teve a última chance de empatar o jogo, mas o chute saiu em cima do goleiro adversário.

Ficha do Jogo

Ipatinga
Douglas; Luizinho, Duílio, Max e Marinho Donizetti; Max Carrasco, Leandro Brasília, Rodrigo Antônio e Válter Minhoca (Léo Mineiro); Fabiano (Amilton) e Alessandro. Técnico: Gerson Evaristo.

Náutico
Glédson; César Prates (Wilton Goiano), Wálter, Diego Bispo e Jeff Silva; Hamilton (Tinga), Rodrigo Pontes, Ramirez (Thiaguinho) e Giovanni; Max e Geílson. Técnico: Roberto Fernandes.

Local: Estádio Epaminondas Brito.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).
Assistentes: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e Rodrigo Henrique Correa (RJ)
Gols: Rodrigo Antônio e Fabiano (I); Max (N)
Cartões Amarelos: Max Carrasco, Max e Luizinho (I); Ramirez, Gledson e Rodrigo Pontes(N).
Cartão Vermelho: Rodrigo Pontes (N)
Fonte: Super Esportes

Ipatinga 1 x 1 Náutico

Intervalo do Ipatingão. Ipatinga 1 x 1 Náutico.

Max abriu o placar para o Náutico aos 23 do primeiro tempo. Giovani cobrou um escanteio, Geílson raspou de cabeça e Max, também de cabeça empurrou para as redes.

Aos 31 minutos, Rodrigo Antônio experimentou de longe e Glédson falhou.

Cartões amarelos para Rodrigo Pontes, Ramíres (n), Max Carrasco e Rodrigo Antônio (i)

Gaúcho e Alisson saem do Fortaleza


A diretoria do Fortaleza acertou a saída de mais dois jogadores do elenco. Desta vez são os zagueiros Alisson e Gaúcho que deixam o clube após a eliminação da equipe na Série C. No total agora são dez atletas que saíram do Pici após o empate diante do Águia, em Marabá.

O tricolor encerra a temporada no dia 12 de outubro, na Bahia, quando enfrenta o Fluminense de Feira de Santana pela rodada final do Campeonato do Nordeste.  Para garantir que não será excluído da competição em 2011, o Fortaleza precisa vencer fora de casa e chegar aos 14 pontos.

Fonte: O Povo

"Vista a camisa do nordeste"


Á direita, o garotinho Ígor, 6 anos de idade, apaixonado pelo Santa Cruz.

Marcando presença nas Repúblicas Independentes do Arruda.

Envie também sua foto com a camisa do seu clube para:

nordestebol@pop.com.br

Ipatinga definido

1- Douglas
2- Luisinho
3- Duílio
4- Max
6- Marinho Donizete

5- Max Carrasco
7- Rodrigo Antonio
8- Leandro Brasília
10- Válter Minhoca

9- Fabiano
11- Alessadnro

12- Bruno
13- Márcio Gabriel
14- Leonardo
15- Chiquinho
16- Léo Mineiro
17- Amílton
18- Preto

Náutico para enfrentar o Ipatinga

1- Glédson
2- César Prates
3- Diego Bispo
4- Válter
6- Jeff Silva

5- Hamílton
7- Rodrigo Pontes
8- Ramíres
10- Giovanni

9- Max
11- Geílson

12- Bruno - g
13- Henrique - z
14- Márcio Tinga - v - ld
15- Wilton Goiano - ld
16- Thiaguinho - a
17- Tiago Marín - m
18 - Joélson - a

Bahia e Santa Cruz terá transmissão da TV

Na próxima terça-feira, acontecerão dois jogos pelo Campeonato do Nordeste.

Em Feira de Santana, se enfrentam Bahia e Santa Cruz, às 20 horas. A partida terá transmissão do "Esporte Interativo".

No mesmo horário, no estádio Machadão, em Natal, América e CRB jogarão sem a transmissão da TV.









  

Bahia pronto para enfrentar o Duque em São Januário

Técnico Mário Araújo conversou com os jogadores sobre a importância do jogo deste sábado
Técnico Mário Araújo conversou com os jogadores sobre a importância do jogo deste sábado
O último treino do Bahia que antecede o duelo deste sábado, 2, às 18h30, contra o Duque de Caxias, foi marcado por muita conversa, onde o técnico Márcio Araújo depositou confiança nos jogadores que entrarão em campo pela 26ª rodada da Série B, no estádio de São Januário, Rio de Janeiro.
Na atividade realizada no estádio do Olaria, os atletas iniciaram os trabalhos com um treinamento recreativo, disputado em campo reduzido. Além de destacar a importância do jogo deste sábado, o treinador do Tricolor realizou um exercício tático de posicionamento com os jogadores, que finalizaram o treino ensaiando cobranças de faltas.
Dos atletas relacionados para a partida, o único que não participou do último treinamento foi o meia Vander, que teve problemas estomacais e foi poupado, mas deve estar em boas condições para a partida.
O Esquadrão deve ir a campo com: Fernando, Arílton, Alison, Nen e Ávine; Fábio Bahia, Bruno Octávio, Hélder e Morais; Adriano e Jael.
Fonte: A Tarde

Guarany quer a vitória em São Luiz



Fonte: TV Jangadeiro

Sampaio faz treino fechado antes de confronto com Guarany




O treino coletivo, o chamado apronto do time do Sampaio Corrêa,  foi de portões fechados. Os torcedores não tiveram acesso ao Estádio Nhozinho Santos. O presidente Sérgio Frota, que acompanhou o ensaio sentado na mesma cadeira onde assistir aos jogos, disse que não liberou a entrada dos torcedores com receio da infiltração de algum “espião”. Segundo ele, a medida não foi tomada contra a torcida, mas porque era necessário para evitar que algum enviado do time adversário pudesse acompanhar o treino e passar informações ao treinador do Guarany sobre as jogadas preparadas pelo treinador Flávio Campos para colocar em prática no jogo de amanhã. “´É melhor prevenir, do que remediar. Nossa torcida, certamente, entende que a providência tomada era necessária”, frisou. 

O CARA É RIGO
No treino coletivo, acabou a dúvida. O substituto de Deca, na lateral esquerda do Sampaio Corrêa para o jogo contra o Guarany-CE, amanhã, às 18h, no Nhozinho Santos, será Rigo. Raimundinho, que estava cotado para herdar a posição, ficará no banco de reservas. O titular Deca não poderá jogar por ter levado o terceiro cartão amarelo na primeira partida do mata-mata entre os dois times, domingo, em Sobral, no Ceará.

DESTAQUE NOS TREINOS
Rigo vem treinando com destaque, depois de ter se recuperado da fratura no úmero do braço direito, no jogo Sampaio 1 x 1 Atlético-PR, em fevereiro, pela Copa do Brasil. Na partida contra o Bacabal, semana passada, Rigo jogou pelo time reserva, com atuação elogiada pelo treinador. “Graças a Deus, estou sem problema. Entrar nessa decisão era a chance que estava esperando para conseguir ser novamente titular do Sampaio”, disse o jogador.



FLÁVIO CAMPOS ESPERA PELO MEIA
O técnico Flávio Campos espera contar com Léo, mas já condicionou sua escalação no jogo diante do Guarany, amanhã, à sua participação no treino de hoje pela manhã, no CT José Carlos Macieira. “Precisamos avaliar o jogador no treino, porque se trata de uma lesão de tornozelo. Pare esse tipo de contusão não existe meio termo. Ou seja, o atleta tem de mostrar que está 100%, caso contrário, o melhor que se tem a fazer é colocar outro em seu lugar”, frisou o preparador.
Campos quer ver Léo em atividade n o treino, até porque ele passou a semana inteira sem treinar.

ELANARDO EM STAND BY
No coletivo de ontem à tarde, sem a presença do meia Léo, quem treinou no time titular em seu lugar foi Elanardo. Ele formou a meia cancha ao lado de Eloir, Robson Simplício e Diones. Seu desempenho foi muito bom, deixando animado o técnico Flávio Campos, que torce para Léo ter condição, mas que, por outro lado, está tranqüilo por saber que no caso do titular ser vetado, o Sampaio terá um substituto de muita qualidade.
A equipe se movimentou com Rodrigo Ramos, Edson, Sílvio, Robinho e Rigo; Eloir, Robson Simplício, Elanardo e Diones; Thiago Miracema e Célio Codó.

ACERTANDO A PONTARIA
Depois do coletivo, os jogadores de ataque foram muito empenhados no trabalho de chutes a gol para melhor o aproveitamento. Apesar das irregularidades do gramado, a pontaria dos atacantes melhorou bastante em relação ao que vinha sendo verificado antes. Os centroavantes Thiago Miracema e Célio Codó foram bem mais exigidos.
Aliás, Miracema foi o último a deixar o campo, uma vez que também recebeu uma atenção especial do treinador Flávio Campos, que trabalhou o atleta sobre várias situações de jogo.
O time do Sampaio treina hoje pela manhã, no CT José Carlos Macieira, e logo depois os jogadores entram em regime de concentração.
Além dos titulares, foram convocados para o jogo mais oito jogadores.
Rodrigo Ramos, Edson, Sílvio, Robinho Rigo; Eloir, Robson Simplício, Léo, Diones; Thiago Miracema, Célio Codó (os titulares) e mais Jefferson, Lucas, Wescley, Cleitinho, Elanardo, Raimundinho, Vinícius e João Neto.


LOTAÇÃO COMPLETA
O torcedor maranhense não tem como hábito comprar ingresso para jogo de futebol de maneira antecipada. Entretanto, a procura pelos ingressos nos dois primeiros dias de venda foi animadora. Tanto que a direção do Sampaio Corrêa e o tesoureiro da FMF, Emanoel Santos, acharam mais prudente aumentar a quantidade de ingressos para o jogo Sampaio x Guarany.
Em vez de 10 mil, estarão à disposição dos torcedores 16.700 ingressos, ou seja, a capacidade total de público do Estádio Nhozinho Santos. Serão 700 cadeiras e 16 mil arquibancadas.
Os preços não foram alterados:
R$ 30,00 (cadeira)
R$ 10,00 (arquibancada)
R$ 15,00 (meia na cadeira)
R$ 5,00 (meia na arquibancada)

Fonte: Assessoria

Paysandu conquista Taça Lupercínio Oliveira

Paysandu é campeão da Taça 'Lupercínio Oliveira' (Foto: Mário Quadros)
Tiago Potiguar ajudou o Paysandu a levar a Taça 'Lupercínio Oliveira' (Foto: Mário Quadros)
Foi nos pênaltis. Em uma partida amistosa equilibrada, digna de um clássico, Paysandu e Tuna Luso terminaram o tempo normal empatando em 1 a 1, gols de Júnior, pelos tunantes, e Fabrício marcado para os bicolores. A partida aconteceu na noite desta sexta-feira (1º), no estádio Leônidas Castro, a Curuzu. E deu Papão. Com 5 a 3 nas cobranças de penalidades máximas, o Papa Títulos do Norte se sagrou campeão da Taça ‘Lupercínio Oliveira’.

Clima ameno, bom público no estádio da Curuzu. O amistoso entre Tuna Luso e Paysandu parecia ser um bom programa de lazer na noite de sexta-feira (1º). Mas quem queria mesmo fazer a festa era a torcida tunante. Aos cinco minutos de bola rolando, Júnior recebeu na entrada da área e fez um bonito gol, no ângulo do goleiro Alexandre Fávaro: 1 a 0 Tuna.

Aos bicolores, restavam as jogadas esporádicas. Zé Augusto, que ganhou a vaga de Bruno Rangel - atleta que reclamou dores musculares momentos antes do jogo -, cabeceou forte em uma das poucas chances do bicola. Já a Águia do Souza jogava com primazia e poderia ter feito, no mínimo, mais dois gols. Primeiro, a bola bateu na trave. Segundo, Pituta chutou para fora em um gol feito. O time bicolor está muito ruim, principalmente no seu setor defensivo. Se não melhorar, o Papão pode acabar a partida sendo goleado, em razão da grande vontade de vencer dos tunantes.

Parece que o técnico Charles Guerreiro deu um verdadeiro ‘puxão de orelha’ nos jogadores do Paysandu durante o intervalo de jogo. O time voltou com outro ânimo e não demorou a empatar. O serelepe Tiago Potiguar arrancou pela direita e cruzou na cabeça de Fabrício: 1 a 1. No lance seguinte, Sandro chutou forte, mas a bola vai para fora.

Depois de passar os minutos iniciais de pressão, o Papão acabou novamente caindo de produção. Com a Tuna Luso não aconteceu diferente. O ritmo de jogo caiu, muito mais, pelas inúmeras mudanças que os treinadores de ambas equipes fizeram na segunda metade da partida.

E se o embate não é decidido nos 90 minutos, a jeito foi ir para a cobrança de penalidades máximas. Japonês converteu o primeiro para a Tuna. Lúcio deixou tudo igual. Evair chutou no centro e deixou a lusa novamente na frente. Jean Sá não titubeou para os bicolores: 2 a 2. Até que André Mensalão chutou e Ney defendeu. Na expectativa da torcida, Marquinhos olhou para Cleber e fez: 3 a 2. Logo depois, Adilson bateu bem: 3 a 3. Zé Augusto, em seguida, fez o quarto do bicolor. Fininho então chutou na trave e o Paysandu foi campeão da Taça ‘Lupercínio Oliveira’: 5 a 3, placar final. (Gustavo Pêna, DOL)

Paysandu: Alexandre Fávaro (Ney); Marquinhos, Paulão (Da Silva), Leandro Camilo (Rogério Correa) e Aldivan (Bryan); Sandro (Billy), Tácio (Alexandre Carioca), Fabrício (Marcelo Dias) e Vaninho (Lúcio); Zé Augusto e Tiago Potiguar (Jean Sá)

Técnico: Charles Guerreiro

Tuna Luso: Cléber, Bruno Oliveira, Flávio (Evair) e Cristóvão (Giovane); Hugo de Leon, Euler, Japonês, Pituta (André Mensalão), Fininho e Júnior; Patrick (Adilson).

Técnico: Zé Carlos

Cartão amarelo: Flávio e Hugo de Leon (TUN); Paulão, Aldivan, Marquinho, Zé Augusto, Alexandre Carioca e Da Silva (PAY)

Fonte: Diário do Pará

Ceará confiante na reabilitação contra o Corinthians



Fonte: TV Jangadeiro

Elias já vestiu a camisa do Náutico

Esse vídeo abaixo, mostra alguns momentos de Elias, volante do Corínthians. Peça indispensável no esquema de Adílson Batista.

Você sabia que ele já jogou pelo Náutico?

Com o nome de.....Robinho. E mais, era atacante. Não agradou. Foi embora.

Saiu reclamando dois meses de salário.

Hoje tem prestígio!




Sport 3 x 0 América-RN

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Sport goleia América-RN na Ilha

Com um futebol soberbo, o Sport venceu o América de Natal por 3x0, nesta sexta-feira, na Ilha do Retiro. Além da vitória expressiva, a torcida rubro-negra ainda teve outro motivo para comemorar: o 100º jogo de Ciro com a camisa leonina e o fim do jejum do artilheiro isolado da Série B do Campeonato Brasileiro, com 14 gols marcados. O garoto natural de Salgueiro emocionou os torcedores ao marcar o gol e tirar a camisa para beijar o escudo do clube. Wilson e germano completaram o placar nesta noite. Com essa vitória, o Sport chegou à quinta colocação, com 43 pontos, um a menos que o Bahia, que está com 44, mas com um jogo a menos. 

Um time determinado e muito organizado taticamente. Assim foi o Sport no primeiro tempo do confronto contra o América. O time entrou em campo pressionando para conquistar a vitória desde os primeiros lances, mas conseguiu manter o ritmo durante os 45 minutos. Enquanto isso, o América parecia assustado e completamente perdido na marcação do meio campo do Leão, que invertia as jogadas o tempo todo para complicar ainda mais a frágil defesa potiguar. 

A superioridade do Sport pode ser constatada antes dos quinze minutos iniciais, quando Wilson chutou uma bola perigosa, Marcelinho perdeu um gol feito e Rodolpho defendeu uma cabeçada do mesmo Wilson por milagre. O goleiro do América tentou de todas as formas evitar o primeiro gol rubro-negro. Uma prova disso foi a defesa feita por ele após um forte chute de Daniel Paulista de dentro da área. A bola ainda chegou a bater na trave. 

Porém a sorte de Rodolpho terminou aos 28 minutos, quando Marcelinho Paraíba recebeu a bola na intermediária, entre três marcadores, e fez um lançamento perfeito para Germano, dentro da área americana. O volante matou a bola, puxou para a esquerda chutou de forma certeira para abrir o placar na Ilha do Retiro. 

Não demorou muito e o Sport marcou o segundo gol. Aos 38, Dadá deu o drible da vaca no adversário e tocou rasteiro para Wilson virar e chutar no ângulo de Rodolpho, que não viu nem a cor da bola. No segundo tempo, o Sport voltou com Romerito no lugar de Fabrício, que tinha feito um bom primeiro tempo. Mesmo com a entrada do ídolo rubro-negro, o Leão caiu muito de rendimento. O time pressionava, mas não conseguia criar chances claras de gol. 

Mesmo sem a mesmo ritmo, o Sport ainda era melhor em campo. Dadá e Mateus continuavam a jogar bem e foi exatamente do lateral-direito que saiu a primeira oportunidade de gol do Leão. Ele cruzou rasteiro e a bola passou a menos de um palmo do meia romerito, que ainda tentou de carrinho, mas não deu. 

Apesar da vitória estar assegurada, ainda estava faltando o gol do atacante Ciro. Ele demorou, mas chegou. Aos 35, Wilson foi à linha de fundo e cruzou para o meio da área. O centenário chegou chutando de primeira, sem chances para Rodolpho. Na comemoração, ele tirou a camisa, estendeu no chão e beijou o escudo rubro-negro, emocionando a Ilha do Retiro. Agora o Sport terá uma semana para trabalhar antes de enfrentar o Ipatinga, no próximo sábado, às 16h, novamente na Ilha do Retiro.
Ficha técnica

3 Sport
Magrão; Dadá, César, André Leone e Mateus; Germano, Daniel Paulista, Fabrício (Romerito) e Marcelinho Paraíba (Elton); Ciro (Adriano) e Wilson. Técnico: Geninho. 

0 América/RN
Rodolpho; Alexandre da Luz, Luisão e Airton; Saulo, Carlos Alberto (Vélber), Washington, Fábio Neves (Vavá) e Elielton; Marcelo Brás e Éverton (Richardson). Técnico: Dado Cavalcanti. 

Local: Ilha do Retiro. Horário: 21h. Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ). Assistentes: Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Francisco Rudson Rocha Aquino (CE). Gols: Germano, Wilson e Ciro (S). Cartões amarelos: Saulo (A), Ciro e Fabrício (S). Público: 19.986. Renda: 184.365.



Fonte: Super Esportes

"Museu do Futebol do Nordeste" será construído pelo internauta

O Nordestebol criou uma página especial intitulada, "Museu do Futebol do Nordeste".

Esta seção será interativa.

O internauta vai nos enviar sugestões e também materiais, como símbolos e fotos dos eventos, títulos conquistados e outros assuntos

De acordo com o grau de importância dos eventos, estaremos publicando e armazenando na página.

Estamos aguardando a sua participação.

Envie seu e-mail com a sugestão e a imagem relacionada para:

nordestebol@pop.com.br

Roberto Fernandes comanda primeiro treino com elenco timbu

Roberto Fernandes comanda primeiro treino com elenco timbu
O elenco alvirrubro treinou nesta manhã de sexta-feira, no Centro de Treinamento do Atlético Mineiro, em Belo Horizonte. Foi o primeiro trabalho que o novo treinador do Náutico Roberto Fernandes comandou com os jogadores.

Os atletas participaram de um tático e após o treino voltaram para o hotel, onde almoçaram e seguiram viajem para Ipatinga, onde amanhã, às 16h, o Timbu enfrenta o lanterna da competição, que soma 18 pontos ganhos. 

Para esta partida, Roberto Fernandes não poderá contar com o zagueiro Wescley, que fui punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva com duas partidas, cumpre a segunda amanhã e alguns atletas que estão no departamento médico. Os atacantes Evando e Bruno Veiga, o meia Franscimar e o lateral Zé Carlos.

"O time não está definido. Tenho uma dúvida na lateral ainda. Mas vamos mexer o mínimo possível do que foi treinado", afirmou Roberto Fernandes.


Roberto de Jesus tem propostas de clubes do Nordeste


Roberto de Jesus ( colete laranja )

Com um ótimo trabalho em solo pernambucano neste ano de 2010, o Técnico Roberto de Jesus quase classifica o time de Chã Grande (estreante) na primeira divisão do estado. 

Chegou em 2º na classificação geral. Perdendo apenas para o Petrolina. Não conseguiu êxito por que o campeonato não disputado em pontos corridos. 

Em 18 jogos realizados, foram 11 vitórias, 5 empates e 8 derrotas.

No primeiro semestre comandou o Vitória e fez um bom trabalho, daí surgiu o convite do "Azulão do interior".

Roberto de Jesus está descansando em Fernandópolis, no estado de São Paulo.

Tem duas propostas em mãos de clubes do Nordeste, podendo trabalhar ainda este ano em uma competição nacional.

Logo, logo, teremos novidades.

ABC contrata Suellington





Por Equipe de Comunicação
A diretoria abecedista anunciou na tarde desta quinta-feira (30) mais um importante reforço para a sequência de disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. O novo guerreiro alvinegro é o lateral-direito Sueliton, que estava atuando no Vitória de Santo Antão/PE, onde foi destaque no Campeonato Pernambucano 2010.
Sueliton chegou a Natal esta tarde e seguiu direto para CT Alberi Ferreira de Matos, onde se apresentou à comissão técnica e logo iniciou os treinamentos com o restante do grupo. O lateral fechou contrato com o Clube do Povo até o final da temporada.
O novo contratado disse estar feliz e espera ajuda o clube na busca pelo acesso. “Estou bastante feliz em poder vestir a camisa do ABC, um clube grande, tradicional e que tem uma bela estrutura. Espero poder ficar logo à disposição e ajudar na conquista do acesso, principal objetivo do clube. Vou me dedicar muito para isso”, afirmou.
Conheça um pouco mais do novo reforço abecedista:
Sueliton Pereira de Aguiar – Sueliton
Posição: Lateral-direito
Nascimento: 19/08/1986 (24 anos)
Naturalidade: Vitória de Santo Antão (PE)
Altura: 1m78  Peso: 65 kg
Clubes: Vitória de Santo Antão/PE (2003), Porto/PE (2004-2007), 7 de setembro/PE (2008), Sergipe/SE (2009), Porto/PE (2009) e Vitória de Santo Antão (2010).
Fonte: abcfc.com.br