sábado, 2 de abril de 2011

Náutico derrota Central e garante vaga nas semifinais do PE 2011



Que abrir que nada! Quem pensava que o Náutico poderia facilitar a vida do Central para prejudicar o rival Sport, viu o Timbu lutar a todo momento pela vitória na partida deste sábado, nos Aflitos. E conseguiu: venceu por 4 a 3, numa partida emocionante até o final. De quebra, a equipe alvirrubra garantiu presença nas semifinais do PE2011 com duas rodadas de antecipação.
O primeiro tempo do Náutico foi de altos e baixos. O Timbu começou bem, tocando a bola com facilidade e chegando com rapidez ao gol do Central. Tanto que não demorou para Eduardo Ramos abrir o placar, aos 9 minutos. Após passe curto de Ricardo Xavier, ele colocou na frente, invadiu a área e bateu cruzado, sem defesa para Sérvulo.
Parecia mais uma vez que a máquina do Náutico ia engrenar, levando a partida com facilidade. Como em outras oportunidades, porém, o Timbu puxou o freio de mão e diminuiu o ímpeto. A defesa, setor mais modificado da equipe nos últimos jogos, começou a ficar exposta. E não foi preciso que o Central apertasse muito para chegar ao empate. Aos 22, numa descida rápida pela esquerda, Jales recebeu na área e bateu. Douglas defendeu, mas no rebote Wilson Surubim marcou.
O gol sofrido acordou os alvirrubros, que voltaram a jogar bola novamente. Os mesmos toques rápidos e a mesma facilidade para chegar ao gol adversário. Faltava, porém, acertar o gol. Bruno Meneghel até conseguiu, mas estava impedido. Foi preciso Eduardo Ramos fazer a diferença novamente. Aos 42, ele recebeu na área, dominou com categoria, driblou o zagueiro e bateu forte, marcando um golaço.
O Náutico voltou para o segundo tempo mais ligado. A defesa, porém, por pouco não atrapalhou os planos do Alvirrubro. Aos 10, o ataque do Central trocou bolas com afacilidade dentro da área do Timbu. Tarcísio cruzou e Marcinho tocou para o gol, empatando o jogo. O placar de 2 a 2, porém, não era justo. A equipe alvirrubra teve a partida sob seu domínio na etapa final. Aos 16, veio novamente a vantagem no marcador. Após cobrança de escanteio, Jorge Fellipe testou para o gol.
A desvantagem no placar fez o Central cometer o erro capital das equipes que enfrentam o Náutico: se abriu e partiu para o ataque. Jogando em velocidade, o Timbu mais uma vez foi mortal. Aos 25, matou o jogo. Bruno Meneghel foi lançado em profundidade, invadiu a área e bateu cruzado, com força, fazendo 4 a 2.
Quando o jogo parecia definido, o Central colocou uma pitada de emoção na disputa. Em desvantagem no placar, a Patativa não deixou de atacar. Aos 39, Roma fez a festa na defesa alvirrubra, driblou todo mundo e bateu para o gol. A emoção, no entanto, parou por aí. O Timbu fez o que precisava para garantir presença nas semifinais do PE2011.
Náutico
Douglas; Rodrigo Heffner, Walter, Jorge Felipe e Airton; Everton, Derley, Eduardo Ramos (Elicarlos) e William (Deyvid Sascconi); Bruno Meneghel e Ricardo Xavier (Kieza). Técnico: Roberto Fernandes
Central
Sérvulo; Romero, Breno, Elias e Tarcísio; Fernando Pires, Wilson Surubim, Juninho Petrolina (Marcinho) e Vassoura; Jales (Roma) e Erick (Danilo Pitbull). Técnico: Dado Cavalcanti
Local: Aflitos. Árbitro: Carlos Costa. Assistentes: Erich Bandeira e Elan Vieira.Gols: Eduardo Ramos (aos 9 e aos 42 minutos do 1oT), Wilson Surubim (aos 22 minutos do 1oT), Marcinho (aos 10 minutos do 2oT), Jorge Fellipe (aos 16 minutos do 2oT), Bruno Meneghel (aos 25 minutos do 2oT), Roma (aos 39 minutos do 2oT). Cartões amarelos: Eduardo Ramos, Walter, Derley, Kieza, Rodrigo Heffner, Jorge Fellipe (N), Fernando Pires, Vassoura, Wilson Surubim e Breno (C). Cartão vermelho: Público: 14.593. Renda:R$ 62.870.
PESuperEsportes
Foto: PE 360

CSA se livra do rebaixamento nos últimos instantes

A tarde deste sábado, 2 de Abril, entrou para a história do futebol alagoano com a realização de mais um clássico das multidões. De um lado o CRB, livre do rebaixamento. Do outro, o CSA, lutando para não cair.
 
Em campo, o que se viu no primeiro tempo foi o CSA em vantagem, pelo menos na posse de bola e nas chances de gol. Mesmo assim, isso ainda era muito pouco para o clube de maior torcida de Alagoas, pois apenas a vitória interessava.
 
Primeiro tempo
 
Logo aos 3 minutos de partida, o CSA teve a primeira chance. Após cruzamento, o atacante Tico Mineiro quase conseguiu finalizar na pequena área. A zaga do galo fez o corte, e evitou o gol.
 
O jogo seguia morno, com o Azulão tendo mais posse de bola e as melhores chances, mas pecando na hora do último passe. Aos 20 minutos houve a melhor oportunidade do primeiro tempo. Após cruzamento da esquerda, o atacante Tico Mineiro subiu mais alto que todo mundo e cabeceou no canto esquerdo do goleiro Juliano, que fez uma grande defesa. A torcida azulina já se preparava para comemorar o gol, mas ficou com o grito preso na garganta.
 
O CRB não conseguia levar perigo para o gol azulino, e o CSA se aproveitava disso. Aos 31 inutos, o meia Dio chutou forte de fora da área, a bola pegou efeito e o goleiro Juliano espalmou no canto direito. Na sequencia, a saga do CRB afastou a bola.
 
Mas foi aos 44 minutos do segundo tempo, que a bola esteve mais perto de entrar. Após cruzamento da esquerda, o jogador do CSA Adriano Silva chutou de primeira, com uma bela finalização, da entrada da área, e acertou o travessão. Mais uma grande chance para o time Marujo, mas a bola teimava em não entrar.
 
Final do primeiro tempo. Com o resultado parcial, o azulão ia sendo rebaixado para a segunda divisão do Alagoano 2012.
 
Na saida de campo, em entrevista à rádio Gazeta AM, meia regateano Cacá afirmou que o juiz estava deixando de marcar faltas em favor do Galo, prejudicando a equipe.  "O juiz está puxando muito para o lado deles, o juiz está querendo nos prejudicar. É um absurdo", desabafou o atleta.
 
Já Adriano, do CSA, afirmou que o clube azulino merecia a vitória no primeiro tempo, por estar com mais volume de jogo. "Quem está assistindo, está vendo que o CSA está melhor no jogo. Merecíamos sair vencendo", disse.
 
Segundo tempo
 
O segundo tempo foi marcado por uma confusão. Técnicos e dirigentes azulinos afirmaram que o CSA só entraria em campo quando começasse o jogo em Palmeira dos Índios, entre CSE e Santa Rita, causando um atraso de quase 30 minutos. A justificativa era de que o jogo no interior já teria atrasado na primeira etapa, e de que o clube marujo não seria prejudicado. 
 
"Não somos meninos. No primeiro tempo atrasaram lá, e nós começamos. Agora, se começarem lá meia noite, vamos começar aqui meia noite", afirmou o técnico Lino em entrevista à rádio Jornal AM.
 
Com a bola rolando, o jogo ficou frenético. Logo com um minuto de jogo, o goleiro Juliano, do CRB, quase entrega o ouro. Ele chutou uma bola, e ela rebateu no atacante Tico Mineiro, obrigando-o a fazer uma defesa de urgência para evitar o gol azulino.
 
Aos 5 minutos, mais uma chance para o CSA. Após cruzamento da esquerda, o atacante Tico Mineiro chutou voltando para Adriano Silva, que soltou uma bomba. Juliano fez uma defesa incrível, espalmando para escanteio o que seria o primeiro gol da partida.
 
O Galo respondeu aos 12 minutos. Em rápido contra-ataque, Fernando Sá foi lançado pela esquerda e chutou de primeira, mas a bola foi por cima do gol.
 
A partir daí, o CRB cresceu na partida. Aos 22 minutos, Fernando Sá cruzou da direita e Luis André quase cabeceou para dentro do gol. Um minuto depois, aos 23, nova chance para o Galo. Em novo cruzamendo da direita, Luis André subiu mais que todo mundo e cabeceou bonito no canto direito azulino, mas o goleiro Anderson fez grande defesa.
 
Aos 24, resposta do CSA. Dio chutou de fora da área no canto esquerdo azulino, e goleiro Anderson fez grande defesa.
 
O jogo começava a ficar com tons dramáticos para o clube do mutange.
 
Aos 26 minutos, a chance mais clara de gol. Simplesmente inacreditável. Após cruzamendo da esquerda, a bola sobra na pequena área para Luis André, que sozinho desperdiça a chance para abrir o marcador para o CRB.
 
O galo continua melhor na partida, e aos 29 minutos, após chute de fora da área de Fernando Sá, a bola estufa as redes, porém pelo lado de fora, enganando a torcida regateana que chegou a gritar gol.
 
Aos 36 minutos, o meia Daniel, do CRB, dá um carrinho no jogador Alisson, e é expulso de campo, prejudicando o Galo.
 
O jogo continuava dramático. Aos 1 minutos, Luis André lançou Fernando Sá pela direita e chutou forte, mas a bola foi para escanteio.
 
Aos 45 minutos do segundo tempo, após falha na zaga do CRB, o CSA conseguiu o gol da permanência na primeira divisão do Alagoano 2012, com Washington.
Final de jogo. CSA 1 x 0 CRB. Com o resultado, o Azulão está no Alagoano 2012 da primeira divisão.

Maceió Agora

Rivais apostam cestas básicas em clássico

Leandrão e André Neles fizeram uma aposta muito bacana, aquele tipo de ação que motiva uma partida de forma pacífica. 

Quem perder o clássico-rei vai comprar dez cestas básicas para uma instituição de caridade.

A aposta dos artilheiros de ABC e América foi feita via twitter e está repercutindo muito.
Bola cheia para os dois!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Campeonato Regional de Basquete em Cadeiras de Rodas

Começa neste domingo, no Sesi de Paratibe, o Campeonato Regional de Basquete em Cadeiras de Rodas. Cinco equipes entram na disputa pelo título da competição, com destaque para a Regional São Paulo (uma das favoritas) e a Regional Nordeste.  
A reunião técnica da competição será no sábado, dia 2, no Hotel Canários, em Boa Viagem. O desfile de abertura será no domingo, dia 3, às 10h. A Regional Nordeste vai abrir o duelo contra a Regional Centro-Oeste, às 11h. Na sequência, o jogo será entre Regional Sul e Regional Leste. São Paulo folga na rodada de abertura. O regulamento do Campeonato é bem simples, com turno único e todos jogando contra todos. Quem somar o maior número de pontos será o campeão.
De Pernambuco, disputam atletas da Associação Desportiva de Deficientes Físicos – ADDF/Sesi, com mais de 15 anos de atuação, que possui alguns jogadores na Seleção Brasileira da modalidade. De 23 a 28 de maio, esses atletas participam da Copa do Mundo BT Paraolímpica, em Manchester, na Inglaterra, com treinamentos a partir do dia 20 de abril em São Paulo. 
No dia 9 de abril, a Confederação Brasileira vai promover a Assembleia Geral Ordinária, com o balanço de tudo que foi realizado no ano de 2010. Interessados em participar do Campeonato Regional devem ligar para (81) 3433.0134.


TABELA DO CAMPEONATO REGIONAL


JOGO
HORÁRIO
CHAVE
EQUIPE A
X
EQUIPE B
Dia 03/04 – Domingo / SESI PARATIBE
01
11h
U
Seleção Regional Nordeste

X

Seleção Regional Centro Oeste
02
12h30
U
Seleção Regional Sul
 
X
 
Seleção Regional Leste
Dia 04/04 – Segunda Feira / SESI PARATIBE
03
15h
U
Seleção Regional de São Paulo

X

Seleção Regional Centro Oeste
04
16h30
U
Seleção Regional Nordeste
 
X
 
Seleção Regional Leste
Dia 05/04 – Terça Feira / SESI PARATIBE
05
15h
U
Seleção Regional Sul
 
X

Seleção Regional de São Paulo
06
16h30
U
Seleção Regional Leste
 
X
 
Seleção R. Centro Oeste
Dia 06/04 – Quarta Feira / SESI PARATIBE
07
15h
U
Seleção Regional de São Paulo

X

Seleção Regional Leste
08
16h30
U
Seleção Regional Nordeste
 
X
 
Seleção Regional Sul
Dia 07/04 – Quinta Feira / SESI PARATIBE
09
09h
U
Seleção Regional Centro Oeste

X

Seleção Regional Sul
10
10h30
U
Seleção Regional Nordeste
 
X
 
Seleção Regional São Paulo