sábado, 7 de julho de 2012

Paysandu vence e dispara na liderança do Grupo A da Série C

O Paysandu está invicto e com 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro da Série C. Neste sábado (7), em Sobral-CE, o Papão venceu o Guarany-CE por 2 a 1 e se mantêm líder absoluto do grupo A da terceirona com seis pontos.

No primeiro tempo, o Guarany-CE foi um pouco melhor que o Papão e fez o primeiro gol do jogo aos 34 minutos, em uma cabeceada após cobrança de escanteio. As duas equipes tiveram boas chances, mas não conseguiram marcar mais.

Na primeira etapa, o que primou foi o equilíbrio. No segundo tempo, o Guarany-CE começou pressionando, mas foi o Papão quem marcou. Aos 13 minutos Kiros empurrou para o gol depois de um cruzamento perfeito de Harison. O gol da virada bicolor saiu aos 47 minutos, com Yago Picachu.

O Guarany-CE teve dois gols anulados durante a segunda etapa. Apesar da viagem desgastante, o Papão esteve, visivelmente, melhor fisicamente que o Bugre sobralense. O público presente no estádio Junco, em Sobral, foi de 3.924 torcedores, sendo 3.785 pagantes e 139 credenciados. A renda foi de R$43.785.

O próximo jogo do Papão será contra o Fortaleza, em Belém, em 16 de julho, uma segunda-feira. Com o estádio Mangueirão liberado, o Paysandu vai definir na próxima segunda-feira (9) onde vai mandar o jogo contra o tricolor cearense.

(Felipe Melo/DOL)

CRB derrota América e respira na Série B


Com um bom público presente no Estádio Rei Pelé na tarde deste sábado, 7, o Clube de Regatas Brasil (CRB) entrou em campo mais uma vez em busca dos três pontos. A partida é a primeira de duas em sequencia a serem jogadas em Maceió.
 
Emplacando um bom futebol, não se intimidou com o América de Natal, vice-líder da série B, e venceu a partida de forma incontestável por 4 a 2.
 
Gols
 
O primeiro gol do CRB saiu aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio pela direita, Rodrigão fez o desvio e a bola sobrou para o zagueiro Rogélio chutar na pequena área, sem chances para Dida. 1 a 0.
 
Aos 37 minutos, o meia Elsinho recebeu grande passe de Geovani pela esquerda e tocou rasteiro, com categoria, no cantinho direito do goleiro Dida. Um golaço para delírio da torcida regateana presente! 2 a 0.
 
No segundo tempo, aos 13 minutos, o Galo ampliou o marcador mais uma vez em cobrança de escanteio. Após a cobrança, o zagueiro Rodrigão surgiu e chutou rasteiro no primeiro pau, acertando o cantinho do gol do América. 3 a 0.
 
Minutos depois, aos 18, gol do Mecão. Em uma jogada de velocidade, o atacante Pingo cabeceou no primeiro pau, na saída do goleiro Cristiano. 3 a 1.
 
No final da partida, aos 46, em um bate-rebate na área do América, a bola sobra para Wanderley, que chuta rasteiro. 4 a 1.
 
Porém, 2 minutos depois, aos 48, em uma bela cobrança de falta, o Mecão diminuiu. Pingo chutou forte e a bola entrou no cantinho direito do goleiro Cristiano.
 
Final, CRB 4 a 2 América.
 
Com o resultado, o CRB chega aos 10 pontos, igualando a mesma pontuação de ASA, ABC e Guarani, ficando na 13ª posição, logo abaixo do alvinegro de Arapiraca.
 
No próximo sábado, 14, o Galo da Pajuçara enfrenta o Avaí, 7º colocado, no estádio Rei Pelé, em partida válida pela 10ª rodada. 

Maceió Agora

Zé Teodoro fala sobre o Salgueiro, adversário do domingo





Reportagem: André Luiz Cabral/CBN

Ceará empata jogo em lance polêmico



Por pouco o Ceará tem a sua série invicta quebrada nesta sexta-feira (6) no PV. O Vovô viu o Criciúma abrir 2 a 0 com gols de Válber e Kléber. No segundo tempo, Itamar, que substituíra Romário descontou e já no finalzinho, em lance controverso, Rogerinho definiu o empate no marcador.
O primeiro tempo foi todo disputado em um ritmo frenético. Se o Ceará tinha a maior posse de bola e arriscava mais, o Criciúma também agredia o alvinegro, marcando a saída de bola. E aos 11 minutos de jogo, após erro na saída de jogo do Ceará, Roberto cruzou, Douglas fez bela jogada de pivô e Válber, fuzilou para as redes. Tigre 1 a 0.
Depois de sofrer o gol, o Ceará, que já tinha uma postura ofensiva, partiu de vez para cima do adversário. O alvinegro cansou desperdiçar oportunidades. Na melhor delas, Eusébio cruzou rasteiro e Romário, completamente livre, furou. Em outro ataque do Vovô, Apodi fez fila, se livrou de três marcadores, mas chutou fraco facilitando a defesa do goleiro Douglas Leite.
O castigo veio a galope. Aos 31 minutos. Kléber fez grande jogada individual, passou tranquilamente por três jogadores alvinegros e acertou o belo chute no canto esquerdo de Fernando Henrique.  Criciúma vai para o intervalo com grande vantagem no marcador.
O Ceará voltou para a segunda etapa com Itamar no lugar de Romário. E no primeiro lance, Apodi cruzou da direita, Itamar acertou a trave, a bola bateu nas costas do goleiro Douglas Leite e rolou para fora. Pouco tempo depois, foi a vez de Eusébio cruzar na medida, e desta vez Itamar acertou o alvo. Diminuiu o para o Vovô.
Com as alterações efetuadas pelos técnicos, o jogo virou o ataque contra defesa. E com o Ceará cansando de perder chances claras de empatar.
Aos 43 minutos o lance polemico da partida. O Criciúma mandou a bola para fora, afim de que o lateral Robert recebesse atendimento médico. Seguindo orientação de PC Gusmão, que estava revoltado com a “cera” praticada pelo time catarinense,  o Ceará não devolveu a posse de bola. Na continuação da jogada, Rogerinho arriscou de longe e o goleiro Douglas aceitou. 2 a 2 no placar e muita  confusão no gramado do PV.
Jogadores e membros da comissão técnica do Criciúma não se conformaram com o gol tomado e  reclamaram da falta defair play da parte do Ceará. Saldo do tumulto: Lucca e Daniel Marques expulsos. O jogo ainda teve 10 minutos de acréscimos, mas terminou mesmo com o empate e um ponto para cada time.

JANGADEIRO

Quem vai enfrentar o Icasa? Treze ou Rio Branco?


A confusão criada fora de campo na Série C do Campeonato Brasileiro parece mesmo não ter fim, colocando sob risco a disputa no gramado. A mais nova notícia diz respeito a uma decisão da Justiça da Paraíba e do Superior Tribunal de Justiça. Em relação à primeira, ela determinava a exclusão do Rio Branco/AC e a manutenção do Treze/PB na competição, que voltava a ter 20 clubes, ao invés dos 21 da primeira rodada. Mas, poucas horas depois, a CBF derrubou uma liminar do clube da Paraíba. E a confusão se criou.

Mais cedo, nesta sexta-feira, a CBF anunciou que o Rio Branco estava excluído da Série C, em função de determinação do Tribunal de Justiça da Paraíba, que determinou a exclusão do clube acreano. O descumprimento custaria multa de R$ 200 mil/dia. Dessa forma, a entidade publicou a decisão em seu site a exclusão do Rio Branco, em nova tabela, e com a permanência do Treze.

Mas uma decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Ari Pargendler, suspendeu no início da noite desta sexta-feira os efeitos da liminar proferida em 28 de junho pelo juiz substituto Falkandre Queiroz.

O problema é ainda maior porque Treze e Rio Branco têm opiniões diferentes sobre as consequências desta decisão. E os dois prometem comparecer ao mesmo gramado neste domingo, apesar de não se enfrentarem. Ambos querem enfrentar o Icasa, em jogo em Juazeiro do Norte. Oficialmente, em seu site, a CBF apenas excluiu o Rio Branco da disputa.

O Treze entende que, mesmo com a derrubada desta liminar, outra, proferida pela juíza Ritaura Rodrigues, manteria o clube na Série C. Já o clube do Acre, através de seu Twitter oficial, declarou que “o Rio Branco permanece na Série C e o Treze Futebol Clube é retirado da competição”. O clube ainda informou que já está a caminho do Ceará.

Neste domingo, em Juazeiro do Norte, a partida no estádio Romeirão pode contar, ineditamente, com três equipes em campo. Oficialmente, até o momento, a partida marcada no site da CBF é entre Icasa e Treze, às 16h.

 Justicadesportiva.com.br 

Sport anuncia atacante Gilberto, ex-Santa Cruz


Só faltava a oficialização do Sport para a confirmação da contratação do atacante Gilberto. Não falta mais. Na tarde deste sábado, o clube divulgou, através do site oficial, o acerto com o ex-xodó da torcida do Santa Cruz, algoz do próprio Leão durante a final do Campeonato Pernambucano de 2011, com um golaço marcado em plena Ilha do Retiro. O nono reforço rubro-negro desde o fim do Estadual chega por empréstimo do Internacional até o fim de maio de 2013.

Gilberto, inclusive, vai ser apresentado neste domingo, pouco antes do jogo contra o Corinthians. Quando chegar à Ilha do Retiro, o atacante vai participar de uma conversa com alguns sócios, no Espaço VIP. Em seguida, vai subir ao gramado ao lado dos novos companheiros de equipe Magno Alves e Felipe Menezes para saudar a torcida rubro-negra.

Natural da cidade alagoana de Piranhas, Gilberto tem 23 anos. Antes de ir ao Internacional, vestiu as camisas do Vera Cruz e do Santa Cruz, clube onde foi revelado. No time gaúcho, disputou 33 jogos e marcou seis gols. Com participação direta na conquista do título coral de 2011, Gilberto criou uma forte identidade com o clube e chegou a colocar obstáculos para um eventual acerto com rubro-negros ou alvirrubros. “Minha prioridade em uma possível volta é do Santa Cruz. Sempre vai ser o Santa. Se, por acaso, eu jogar pelo Sport ou pelo Náutico, eu jogarei com eles sabendo que eu sou apaixonado pelo Santa Cruz”, destacou, em visita ao Arruda no último mês de março.

Apesar das declarações polêmicas, o Sport começou as sondagens logo após a perda do Estadual. Mas os representantes do atleta demonstravam pouco interesse em ver o cliente longe do Beira Rio. A concorrência do ataque colorado fez o atleta perder vez na equipe titular, formada com Dagoberto e Leandro Damião na linha de frente. Mesmo assim, Gilberto era o reserva imediato de Damião. Entretanto, com a contratação do uruguaio Diego Forlán, perdeu espaço e acabou liberado para o empréstimo.

SuperEsportes


sexta-feira, 6 de julho de 2012

NEM CORINTHIANS, NEM FLAMENGO, CAMPEÃO DE PÚBLICO NO BRASIL É O SANTA CRUZ


O Brasil, com os seus 5 títulos mundiais, é considerado o País do Futebol, mas não consegue atrair muitos torcedores aos estádios. É o que revela um minucioso levantamento da Pluri Consultoria. Acredite se quiser, mas o Campeonato Brasileiro está em 12º lugar em comparação com torneios semelhantes ao redor do mundo.

Nossa média de público é de apenas 14,8 mil (ver quadro a seguir), inacreditavelmente abaixo de EUA e China, países com pouca (ou quase nenhuma) tradição futebolistica. O líder de público nas arquibancadas é a Alemanha, seguida de Inglaterra e Espanha.

O mais curioso é constatar que, num ranking dos 100 clubes de maior média de público no mundo, apenas três clubes brasileiros entram na lista: o Santa Cruz (39º), o Corinthians (62º) e o Bahia (100º). Então, essa hipotética disputa entre Flamengo e Corinthians para ver quem tem mais torcida, na prática precisa ser revista. 

Torcedor mesmo é aquele que vai ao estádio – e não aquele que fica no sofá, assistindo pela TV. E, nesse quesito, o Santa Cruz do Recife está na frente de todos os brasileiros. E o Flamengo não entra nem na lista dos 100.



quarta-feira, 4 de julho de 2012

Resultados e Classificação da A2 PE


Márcio Goiano não é mais técnico do ABC


Após uma conversa com o presidente Rubens Guilherme, agora pela manhã, o ABC oficializou a saída do técnico Márcio Goiano (e do seu auxiliar) e também do Superintendente de Futebol Ricardo Morais.

Rubens Guilherme está desde ontem conversando com todos os jogadores e hoje foi com o treinador Márcio Goiano e Ricardo Morais. Ambos não fazem mais parte do clube.
O ABC parte agora para a contratação de um treinador para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Por Dionisio Outeda 


Salgueiro pronto para a estreia na serie C

Enfim, o Salgueiro poderá jogar o Campeonato Brasileiro da Série C deste ano. A estreia do Carcará está marcada para esta quarta-feira, a partir das 20h30, contra o Treze-PB - justamente o clube que foi pivô da paralisação da competição por mais de um mês. A partida, que acontecerá no estádio Cornélio de Barros, será a primeira oficial da equipe após a eliminação para o Santa Cruz nas semifinais do Pernambucano 2012. Em entrevista ao Superesportes, o técnico Neco mostrou-se confiante no debute do seu time. Após passar com o grupo um período de ansiedade pelo início do certame, falou que o pensamento está voltado unicamente para a vitória.

"A expectativa para esta estreia foi muito grande. Foi muito ruim passar tanto tempo de incerteza, sem saber quando a gente ia, de fato, jogar. Isso desmotivava muito o elenco. Todo dia, tinhamos que encontrar motivação não sei aonde", contou o treinador do Salgueiro. O comandante, no entanto, rechaçou qualquer possibilidade de "revanchismo" em relação ao Treze, que acabou paralisando a Série C com liminares na Justiça. "Não existe isso. Independente do adversário, vamos entrar com o pensamento da vitória", sentenciou. "É verdade que nos preparamos para pegar o Rio Branco-AC, mas tivemos problemas com as passagens e vamos enfrentar o Treze, com o mesmo pensamento de antes. Estrear ganhando em casa é fundamental", complementou.

O Salgueiro manteve a espinha dorsal do Estadual, em que terminou em terceiro lugar. Reforços chegaram e pouca gente saiu. A maior baixa foi a ida do centroavante Fabrício Ceará para o Santa Cruz, emprestado até o final da temporada. "Ceará nos deixou, mas trouxemos Vanderlei. São jogadores do mesmo estilo", minimizou Neco, comentando a contratação do experiente atacante de 33 anos - goleador do Araripina e vice-artilheiro do PE2012, com 11 gols anotados.

O Santa Cruz, por sinal, vai encarar o Salgueiro na segunda rodada da Terceirona. Neco revelou que esteve, no último domingo, no Arruda para assistir à estreia dos corais contra o Guarany de Sobral, duelo que terminou empatado em 1 a 1. Entretanto, o treinador do Salgueiro preferiu não comentar o que viu, tampouco a escalação do time que vai jogar amanhã. De acordo com o treinador, a equipe só será definida no treino da tarde desta terça-feira, no Sertão.


Yuri de Lira - Diario de Pernambuco

Classificação da serie B

Classificação da serie B apos Guarani 1 x 0 Ipatinga e Guaratinguetá 0 x 1 Sao Caetano

ClubesPontos ganhosVitóriasEmpatesDerrotasSaldo de golsGols próGols contraJogos
1.Criciúma21701920118
2.América-RN1961191788
3.América-MG1961191568
4.Vitória1651271698
5.São Caetano1543231189
6.Boa12332313108
7.Paraná12332112118
8.Joinville12332-1788
9.Goiás12332-212148
10.Avaí113230998
11.Ceará11323-113148
12.ASA10314-19108
13.Guarani102430999
14.ABC9233012128
15.Atlético-PR82232867
16.Bragantino8224-212148
17.CRB7215-79168
18.Guaratinguetá5126-98179
19.Ipatinga4116-87158
20.Barueri2026-125178

terça-feira, 3 de julho de 2012

Ipojuca Vence na sua estréia 2x0 na Série A2 PE





IPOJUCA- Um domingo bastante chuvoso, foi assim a estréia do Ipojuca Atlético Clube na série A2 do Campeonato Pernambucano 2012.

Com o gramado bastante pesado,o time não tomou conhecimento do Chã Grande, apesar de um começo muito equilibrado,o Ipojuca foi quem abriu o placar,logo aos 23 minutos do primeiro tempo,fez 1x0, gol de Fábio Tamandaré escorando um cruzamento de cabeça.



Após o gol,o Chã Grande passou a dominar um pouco o jogo, mas sempre tomando contra ataque do Ipojuca  através Gutenberg e Ragner.

Mas, aos 46 minutos do primeiro tempo, o Chã Grande teve a chance de empatar o jogo através de um pênalti, mas,o goleiro Nuno brilhou e defendeu o pênalti de Peixinho,a torcida foi ao delírio,enquanto a torcida de Chã Grande ficou na Bronca; o primeiro tempo terminou 1x0 para o Ipojuca Atlético Clube.

Torcida Fúria Jovem-Ipojuca
No Segundo tempo, o Ipojuca veio para administrar o placar, sabendo da pressão que iria receber do Chã Grande pois o time queria o empate a todo custo.

Aos 22minutos do segundo tempo, o volante Rogério que já tinha o cartão amarelo, tomou o segundo cartão e foi expulso.



Com dez jogadores e ganhando o jogo por 1x0, o técnico promoveu as entradas de Ito no lugar de Leozinho e Jota no lugar de Nelinho e Léo Recife no lugar de Ragner o time ganhou mais consistência no na zaga e meio de campo, e passou a evoluir nas saídas de bola,


O Chã Grande estava desesperado querendo o gol de empate, mas, aos29 minutos o atacante Gutemberg(Gu) ampliou o placar fazendo 2x0 para Ipojuca daí,o time Ipojucano passou a administrar ainda mais o jogo.

Apesar das fortes chuvas, o torcedor Ipojucano compareceu e,juntos com o time pedia o final do jogo,que aos 48 minutos o árbitro Erick Rocha finalizou a partida Ipojuca 2x0 Chã Grande.

Rádio Clima Fm 98,5
Próximo Jogo é quarta Feira diante do Centro Limoeirense no Elizio Cardoso em N.Sra do Ó às 20h.


Serviço
Jogo: Ipojuca 2x0 Chã Grande
Local: Estádio Elizio Cardoso em N.Sra do Ó-Ipojuca-Pe
Hora: 15h.
Árbitro: Erick Rocha
Assistentes: Marcelino Castro e Fernando Antonio
4ºÁrbitro:Idelvânio Cavalcanti
Delegado: Ubiratan
Gols:Fábio Tamandaré e Gutemberg (Ipojuca) 

IPOJUCA: Nuno; Tiago, Fábio Tamandaré,Zé, Duda; Rogério, Nelinho, Voginho, Leozinho; Gutenberg e Ragner.
Técnico: Cleibson Ferreira

CHÃ GRANDE: Carlos; Baiano, André Lima, Everton, Altemar; Edivan, Marcos Mendes, Junior Borracha; Robertinho, Danilo Lins, Peixinho.
Técnico:Reginaldo Souza.


Assessoria de Imprensa do Ipojuca Atlético Clube

PSG apresenta reforço Argentino



O Paris Saint-Germain oficializou nesta segunda-feira a contratação do atacante Ezequiel Lavezzi. O atacante assinou com os franceses pelos próximos quatro anos, em negociação que teria rendido 26 milhões de euros aos cofres do Napoli. O argentino é a primeira transferência do clube para a temporada.
O atacante falou sobre suas expectativas em Paris: “O projeto do PSG me atraiu. Em termos desportivos, o PSG vai me fazer crescer. É um clube que vai ganhar importância no futuro. Terei a oportunidade de ganhar títulos e pretendo contribuir com isto. É um novo desafio e espero criar uma boa relação com os parisienses, como fiz na Itália”.
Projetado pelo Estudiantes, Lavezzi passou também por San Lorenzo e Genoa antes de chegar ao Napoli, em 2007. Na última temporada, o atacante disputou 30 jogos no Campeonato Italiano, marcando nove gols e servindo oito assistências.
Diretor esportivo do clube, Leonardo também comentou a contratação: “Ezequiel é um jogador que acompanhamos há muito tempo e estamos muito felizes em recebê-lo. É um jogador muito importante, que irá marcar história no clube, tenho certeza. Um nome como Lavezzi vai alavancar a equipe”.

Trivela

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Bruno Angeiras volta ao Sport


Depois de perder o título estadual no mês passado, a equipe de futebol feminino do Sport Club do Recife desfruta de longas férias, já que o calendário da Federação Pernambucana de Futebol não prevê competição para o segundo semestre. No entanto, enquanto as jogadoras curtem as férias, a diretoria trabalha e o clube já tem um novo treinador para o restante da temporada. Na verdade, o novo técnico é um velho conhecido. Bruno Angeiras volta ao Leão depois de dirigir a equipe do Vitória.
Aceitei o convite que a Nira me fez para não deixar o futebol feminino terminar. O Sport sempre foi um clube vencedor. Para mim, vestir essa camisa novamente é mesmo que ganhar um presente no dia das crianças. Essa camisa sempre foi e será minha segunda pele. Estou muito feliz em retornar” comentou Bruno.

 De acordo com Bruno, a partir de agosto a equipe feminina volta com tudo. “Nosso principal objetivo agora é a reestruturação da modalidade. Vamos começar com a base, trabalhando com as categorias sub-15, sub-17 e sub-20, mas mantendo o adulto”, explicou o treinador.

NOVIDADES - Uma das grandes novidades é que o futebol feminino irá também disputar competições de Futebol Society e Beach Soccer. “Até o fim do ano não teremos competições de campo, então precisamos movimentar essas meninas e para isso vamos entrar para disputar todas as competições que aparecerem”, disse ele.

Sport Recife

Por que é importante a flexibilização do horário da "A Voz do Brasil"?

MOTIVOS:

- a audiência das emissoras de rádio despenca com "A Voz do Brasil", de 19,42% para 2,44%, segundo levantamento do InterMeios;

- atualmente, operam mais de nove mil emissoras de rádio e, apenas a rede de radiodifusão governamental e educativa, alcança um total de 648 emissoras de TV e rádio;

- o programa prejudica a prestação de serviços informativos, de utilidade pública, como a situação do trânsito em grandes cidades, ou mesmo de cobertura ou apoio em casos de calamidades ou desastres;

- “A Voz do Brasil” foi criada em 1935, pelo presidente Getúlio Vargas para levar informação do Poder Executivo à população. À época, todo o mercado de radiodifusão se restringia a 41 emissoras, e o rádio era o principal meio de comunicação de massa. Atualmente, a realidade é outra.

- O programa também é resquício do período de ditadura militar.

A proposta:

De acordo com o projeto, de autoria da deputada Perpétua Almeida (PCdoB/AC), as emissoras comerciais e comunitárias ficam liberadas para transmitir o programa oficial dos três Poderes no período entre as 19 e as 22 horas (horário oficial de Brasília). Atualmente, o programa é transmitido obrigatoriamente das 19 às 20 horas. Já as emissoras educativas permanecem com a obrigação de veicular o programa às 19 horas. As emissoras legislativas (da Câmara dos Deputados, do Senado, de assembleias legislativas e de câmaras municipais) também permanecem com o horário das 19 horas, exceto se nesse horário houver sessão deliberativa no Plenário da respectiva Casa. Nesse caso, a transmissão poderá ocorrer entre 19 e 22 horas. Atualmente, a lei trata de forma igual todos os tipos de emissora. Os casos excepcionais de flexibilização ou dispensa de retransmissão do programa serão regulamentados pelo Poder Executivo.

O programa foi criado por Armando Campos, amigo de infância de Getúlio, com a intenção de ajudar o seu amigo, colocando suas idéias para a população escutar, e assim serem a favor de seu governo. Passou ser transmitido em 22 de julho de 1935, durante o governo de Getúlio Vargas com o nome de "Programa Nacional", sendo apresentado pelo locutor Luiz Jatobá. De 1934 a 1962, foi levado ao ar com o nome de Hora do Brasil. 

Em 1938, já com o nome de "Hora do Brasil" programa passou a ter veiculação obrigatória, somente com a divulgação dos atos do Poder Executivo, sempre das 7 às 8 horas da noite, horário de Brasília. 1962, a partir da entrada em vigor do Código Brasileiro de Telecomunicações, o Poder Legislativo passou a ocupar a segunda meia hora do noticiário. Em 1971, por determinação do presidente Médici, o nome "Hora do Brasil" muda para "A Voz do Brasil". 

Mais tarde, o Poder Judiciário passou a ocupar os últimos cinco dos trinta minutos iniciais e o Tribunal de Contas da União, o minuto final do programa obrigatório, que vai ao ar esporadicamente. Atualmente, os primeiros 25 minutos da “A Voz do Brasil” são produzidos pela EBC Serviços, e gerados ao vivo, via Embratel, para todo o Brasil. 

Fonte: Amirt

Paysandu estreia com vitória na Série C


Nesta segunda-feira, o Paysandu estreou pelo Campeonato Brasileiro de Série C com uma vitória por 2 a 0 sobre o Luverdense atuando em casa.
O placar foi construído com dois gols marcados em rápida sequência no segundo tempo: aos 12 minutos Kiros estreou o marcador e, apenas três minutos depois, Thiago Potiguar ampliou.
Com a vitória, o Paysandu foi o único time a vencer no Grupo A da competição e termina a primeira rodada isolado na liderança.
Pela próxima rodada, o time de Belém enfrenta o Guarany de Sobral no sábado, às 16 horas (de Brasília), enquanto o Luverdense recebe o Fortaleza no domingo, também às 16 horas (de Brasília).

Petrolina e Ypiranga empatam pela Serie D


O Petrolina recebeu o Ypiranga nesta segunda-feira pelo Campeonato Brasileiro de Série D e, em um jogo movimentado, empatou por 3 a 3.
Júlio abriu o placar para o Petrolina logo aos nove minutos, mas Neto Alagoano empatou aos 28. Gustavo, aos 45 do primeiro tempo, e Alan, aos quatro minutos da etapa final voltaram a deixar o time mandante na frente, mas Douglas, aos 11, e Neto Alagoano aos 26 do segundo tempo garantiram o empate para o Ypiranga.
Assim, as equipes, que perderam na primeira rodada, ficam com um ponto cada no Grupo A3 e se distanciam do Horizonte, com quatro pontos, e do Campinense, que tem três pontos e um jogo a menos.
Nacional e Aracruz também entraram em campo nesta segunda-feira e não saíram do 0 a 0, ficando cada um com um ponto no Grupo A6, cinco a menos que o líder Friburguense.

GazetaPress

domingo, 1 de julho de 2012

Remo vence Penarol no Baenão

O Clube do Remo venceu a sua primeira partida no Cameponato Brasileiro da Série D. O Leão derrotou o Penarol de Manaus por 4 a 2, na tarde deste domingo (1º), no estádio Evandro Almeida, o Baenão.

O atacante Cassiano abriu o placar em um golaço, depois de aplicar o chamado "drible da vaca" no adversário, o jogador acertou um chutaço sem chance para o goleiro Carlão. O segundo gol remista foi assinalado pelo volante André, que desviou para o gol depois de uma falta cobrada na área. O terceiro gol foi de Fábio Oliveira, que acertou uma bela cabeçada após cruzamento de Dida. O time do Penarol reagiu rapidamente. Primeiro com o gol de cabeça de Marinho, depois de um escanteio da direita. Em seguida, na bela cobrança de falta de Fininho. O Leão chegou ao quarto gol com o Marcelo Maciel, que havia acabado de entrar na partida, o atacante aproveitou a sobra na área e marcou.

FICHA TÉCNICA

Remo: Adriano; Dida, Diego Barros, Edinho e Aldivan (Thiago Cametá); André, Jhonnatan, Edu Chiquita e Reis (Ratinho); Cassiano e Fábio Oliveira (Marcelo Maciel). Técnico: Edson Gaúcho.

Penarol: Carlão; Zé Carlos, Lídio, Dias e Fernando; Rondinelli, He-Man (Marinélson), Paulo Roberto (Igor Cearense) e Fininho; Marinho e Fábio Bala. Técnico: Paulo Morgado. 

Árbitro: Paulo Santos de Moreira-MA
Assistentes: Aelson Mariano Campos Gomes-MA e Geison Mendes dos Santos-MA.
4º Árbitro: Andrey da Silva e Silva-PA
Local: Estádio Evandro Almeida, o Baenão
Público Pagante: 4.636 Público Total: 5.650
Renda: 53.960

(Fábio Relvas/DOL)

Pesqueira vence e assume liderança da A2




















































Fonte: Michel Santana

Pouco inspirado, Santa Cruz estreou com empate em 1 a 1 com o Guarany de Sobral



Sem lembrar em nada o mesmo time que foi bicampeão pernambucano há 50 dias, o Santa Cruz jogou muito mal e apenas empatou em 1 a 1 com o Guarany de Sobral-CE na estreia coral na Série C, na tarde deste domingo, no Arruda. Fabrício Ceará marcou para o Tricolor e Alex Paraíba empatou para os cearenses, ainda no primeiro tempo. Sob muita chuva, o Tricolor pressionou bastante na segunda etapa, chegando a ter quatro atacantes em campo, mas com o time pouco inspirado, o jogo podia ter mais 90 minutos que o gol da vitória, certamente,não sairia.

Com vários atletas atuando abaixo do esperado, o Santa Cruz demorou para encontrar o ritmo certo na partida. Até lá, o zagueiro estreante Édson Borges jogava por ele e por William Alves, que fez a sua pior partida com a camisa coral. Luciano Henrique e Weslley começaram travados no meio de campo. Dênis Marques também passou os 45 minutos iniciais despercebidos. Por sorte, o Guarany também não apertava e parecia gostar da apatia coral para manter o 0 a 0.

Aos 14 minutos, na primeira chegada com perigo, o gol. Após escanteio, Édson Borges subiu e cabeceou para o meio da área, Chicão desviou e a bola foi no travessão. Na volta, Fabrício Ceará aproveitou e empurrou a bola para as redes. Com o placar na frente, os atletas corais ganharam em tranquilidade e passaram a tocar melhor a bola. Porém, quando parecia encontrar o melhor futebol, eis que aos 22 minutos, o goleiro Diego Lima saiu todo atrapalhado da área, errou a bola e acabou fazendo pênalti em Léo Andrade. Ribinha bateu de cavadinha, Diego ainda defendeu, mas no rebote Alex Paraíba mandou para as redes.

Depois do gol, o Santa Cruz voltou ao ritmo inicial, lembrando a apatia do time descompromissado que fazia os jogos-treinos em meio à paralisação da Série C. Ribinha e Léo Andrade ainda chegaram com perigo mais duas vezes. O Santa voltou a atacar aos 43, após bom lançamento de Diogo, que deixou Fabrício Ceará na cara do gol. O atacante se enroscou com a bola e perdeu a oportunidade de deixar o time na frente novamente.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Zé Teodoro resolveu tirar o apagado Luciano Henrique para a entrada de Flávio Caça-Rato. A alteração fez o Santa Cruz melhorar levemente no jogo. Renatinho, Fabrício e Dênis Marques tiveram chances de marcar. Sem inspiração, o Guarany tentava retardar a partida o quanto podia, fazendo a famosa “cera”. 

Aos 18 minutos, Renatinho fez boa jogada e Dênis Marques foi travado na hora do chute. No rebote, o mesmo Renatinho mandou uma bomba por cima do travessão. Aos 25 e 26, o Guarany perdeu duas chances incríveis com Ribinha e Alex Paraíba, respectivamente. O jogo estava perigoso para o Santa Cruz. O técnico Zé Teodoro resolveu arriscar e o time ficou com quatro atacantes em campo, após a entrada de Paulista na vaga de Diogo. Com o gramado encharcado pela chuva ficou ainda mais difícil. Renatinho e Fabrício Ceará ainda perderam uma chance incrível cada, já nos acréscimos.

Ficha do jogo 

Santa Cruz 1
Diego Lima; Diogo (Paulista), William Alves, Édson Borges e Renatinho; Memo, Chicão, Weslley (Victor Hugo) e Luciano Henrique (Flávio Caça-Rato); Dênis Marques e Fabrício Ceará. 
Técnico: Zé Teodoro. 

Guarany de Sobral-CE 1 Marcelo; Átila, Joécio, Erilson e Rick (Rafael); Rogério, João Neto, Ribinha e Bismark; Alex Paraíba (Carlos André) e Léo Andrade (André Mensalão). 
Técnico: Júlio Araújo 

Local: Arruda, no Recife. Árbitro: Suelson França Medeiros (RN). Assistentes: Izac Márcio Da Silva e Vinícius Melo de Lima (ambos do RN). Gols: Fabrício Ceará (SC); Alex Paraíba (G). Cartões amarelos: Diego Lima (SC); Rogério, Átila, Mensalão (G). Público: 26.357. Renda: R$ 428.920,00.

Daniel Leal - Diario de Pernambuco