sábado, 4 de agosto de 2012

Os informantes do Sport para jogo com São Paulo




http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Santa goleia Icasa no Arruda


Finalmente, o Santa Cruz “estreou” nesta Série C. Após cinco rodadas de marasmo, com uma ilusória invencibilidade de quatro empates e apenas uma suado triunfo em casa diante do lanterna, o time acordou e deu motivos para a torcida sorrir. Neste sábado, no Arruda, goleou o Icasa, líder do grupo A, por 4 a 0, com gols de Fabrício Ceará, Édson Borges, Dênis Marques e Flávio Caça-Rato. Cabia até mais. Com os outros resultados da sexta rodada, a equipe chegou à terceira colocação, com os mesmos dez pontos do primeiro e do segundo lugar, mas uma vitória a menos. Agora, resta secar Luverdense (4º, com nove pontos) e Paysandu (7º, com oito). O próximo compromisso dos corais é contra o Fortaleza, fora de casa, no dia 12.

O jogo começou após o cronômetro marcar 15 minutos. Até então, apatia, pouca lucidez ofensiva e erros de passe de ambas as equipes. Aos 16, Simião chegou para arrematar o cruzamento de Carlinhos, mas esbarrou em Fred. Em seguida, o Santa Cruz deu vacilo. Após o cruzamento de Dênis Marques e a interceptação do goleiro do Icasa, Fabrício Ceará teve a chance de finalizar, com a barra escancarada, mas rolou para Renatinho. O lateral chutou em cima da defesa adversária. Com a partida lá e cá, melhor para quem aproveitou as oportunidades. Aos 21, o estreante Leandro Oliveira cobrou falta, William Alves escorou, Fabrício dominou e, mesmo desequilibrado, mandou para o fundo das redes: 1 a 0 para acordar a torcida tricolor.

O Icasa não abaixou a guarda e voltou a agredir, em uma cobrança de falta perigosa de Simião e um chute no travessão de Rossini. Aos 35, contudo, alívio para os corais. Em novo lance de bola parada, desta vez de escanteio, o meia Leandro Oliveira encontrou Édson Borges. O zagueiro encontrou o gol: 2 a 0. Na ida para o intervalo, apesar da vitória parcial, o técnico Zé Teodoro não poupou críticas: "Se o Seu Weslley, o Seu Renatinho e o Seu Dênis Marques entrarem no jogo, vamos ter uma situação melhor."
O alerta serviu para o Tricolor não diminuir o ritmo. Logo aos 11 minutos, após passe de Dênis Marques, Fabrício Ceará deu o drible e acabou derrubado pelo goleiro. Pênalti e expulsão do arqueiro do time cearense. O Predador, sob os gritos de incentivo da massa coral, não perdoou: 3 a 0. Goleada e festa da torcida. Quinto gol do agora artilheiro da Série C, junto com Marciano (Salgueiro), Zambi e Pedro Júnior (Vila Nova). Em clima de festa, teve até espaço para grito “ah, é Caça-Rato!”. O atacante aproveitou rebote, aos 43, e ampliou: 4 a 0.
FICHA TÉCNICA

Santa Cruz
Fred; Memo, William Alves, Édson Borges e Tiago Costa; Chicão (Sandro Manoel), Weslley, Leandro Oliveira e Renatinho (Flávio Caça-Rato); Fabrício Ceará (Branquinho) e Dênis Marques. Técnico: Zé Teodoro

Icasa
Carlos Thomazella; Jeferson Feijão, Naylhor, André Turatto e Carlinhos; Edmilson, Simião, Rossini (Saulo) e Éder (Diego Júnior); Bismark e Nena (Reginaldo Júnior). Técnico: Tarcísio Pugliese

Local: Estádio do Arruda (Recife). Árbitro: Charles Hebert Ferreira (AL). Assistentes: Pedro Santos de Araújo (AL) e  Adeilton Guimarães da Hora (AL). Gols: Fabrício Ceará, Édson Borges e Dênis Marques (S). Cartões vermelhos: Carlos Thomazella e Simião (I). Cartões amarelos:Weslley (S); Jeferson Feijão (I).  Púlbico:  24.824 pagantes. Renda: R$ 320.750,00

Rodolfo Bourbon - Diario de Pernambuco

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Santa terá estreias contra o Icasa


O Santa Cruz treinou repleto de novidades durante a tarde desta quarta-feira. Apesar de as atividades terem sido de portões fechados, o repórter Bruno Reis, da Rádio Clube AM, parceira do Superesportes, conseguiu informações sobre o time escalado por Zé Teodoro ao longo do trabalho secreto. Foram cinco novidades em relação ao duelo do último domingo, contra o Cuiabá. Inclusive, com dois novos reforços em ação.

Eis a equipe escalada: Fred; Memo, Willian, Edson Borges e Tiago Costa; Chicão, Wesley, Leandro Oliveira e Renatinho; Dênis Marques e Fabrício Ceará. O lateral esquerdo Tiago Costa está regularizado e pode estrear. No treino, Renatinho, o titular da posição, foi deslocado para o meio-campo. O meia Leandro Oliveira, outro recém-contratado, treinou entre os titulares. O jogador, entretanto, ainda aguarda a publicação do nome no Boletim Informativo Diário (BID).

O volante Memo foi deslocado para a lateral direita. Assim, o meia Weslley atuou um pouco mais recuado, segundo as informações do repórter da Clube AM. Outro regularizado é o volante Ramalho. Mas o atleta, ainda fora da condição física ideal, deve passar mais tempo restrito unicamento aos treinamentos.




SuperEsportes
Foto: Jamil Gomes

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Os gols de Goiás 1 x 1 ABC




http://www.youtube.com/user/2012Brasileirao

América-RN 2 x 1 Barueri



http://www.youtube.com/user/2012Brasileirao

Assista os gols de CRB 2 x 0 Ipatinga



http://www.youtube.com/user/2012Brasileirao

Veja os gols de Bragantino 2 x 2 ASA




http://www.youtube.com/user/2012Brasileirao

terça-feira, 31 de julho de 2012

Lanús contrata zagueiro da Seleção Venezuelana



O técnico Gustavo Barros Schelotto pediu a contratação de um zagueiro e a diretoria do Lanús atendeu. Para ser o novo xerife da zaga, Oswaldo Vizcarrondo, ex-América-MEX e jogador da seleção venezuelana foi o escolhido. Ele chega por empréstimo de um ano.
Vizcarrondo começou a carreira no Caracas (VEN), em 2001, onde ficou até 2008. Depois foi para o Olimpia (PAR), Once Caldas (COL), Rosário Central (ARG), Deportivo Anzoátegui (VEN) e Club Olimpo (ARG). O jogador retorna ao futebol argentino, onde atuou em 2007/2008 e 2011.

FoxSports

Waldemar Lemos vem ao Recife e terá reunião com a diretoria do Náutico


Waldemar Lemos vem ao Recife. Somente esta afirmação, sem nem mesmo sabendo para qual finalidade, já faz muita gente ficar com as "orelhas em pé", como se diz popularmente. Com Sport e Náutico fazendo campanhas instáveis na Série A, o ex-treinador alvirrubro aparece sempre como um possível nome para substituir os treinadores na capital pernambucana.

Oficialmente, Waldemar chega para negociar uma dívida que o Náutico tem com ele. "Vamos chegar (nesta terça-feira) para terminar de conversar coisas que ficaram pendentes. São questões financeiras, não tem nada demais, só vou aí para isso", afirmou o treinador em entrevista ao repórter João Victor, da Rádio Clube. Desde a sua saída dos Aflitos no último dia 7 de abril, o técnico não trabalhou mais em canto nenhum.

Conforme informações de bastidores, todavia, alguns dirigentes alvirrubros já estão questionando o trabalho do atual treinador alvirrubro Alexandre Gallo e o nome de Waldemar voltou a ser discutido. Inclusive, Waldemar chega ao Recife um dia antes da reunião marcada com o presidente alvirrubro Paulo Wanderley. Nesta terça, ele irá encontrar um importante diretor do clube informalmente.

"Daqui a pouco vamos estar trabalhando de novo, mas do Recife ninguém me procurou. Somente os amigos e alguns jogadores que mantêm comigo um importantes relacionamento", pontuou Waldemar, elogiando o grupo alvirrubro. "Tem muita qualidade, conforme sempre achei desde o ano passado quando ninguém acreditava", respondeu.

Rádio Clube

Neste domingo, na pré-jornada da Rádio Clube (antes da rodada das Séries A e C), será exibida uma entrevista especial com o técnico Waldemar Lemos. A reportagem será de João Victor.


Daniel Leal - Diario de Pernambuco

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Bahia 0 x 0 Corinthians - Melhores momentos



http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Sport 0 x 0 Atlético-GO - Melhores momentos




http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5


Resultados, Classificação e Próximos Jogos da Série A2




Vem aí o Argentino 2012/2013



O Campeonato Argentino, que terá transmissão do FOX Sports, começa no dia 3 de agosto. Logo na rodada de abertura, o River Plate, que voltou à primeira divisão, encara o algoz Belgrano, clube que o rebaixou em junho de 2011(foto). Já o Boca Juniors estreia diante do Quilmes, outra equipe que ascendeu à elite para a atual temporada.
O Torneio Inicial será disputado até o segundo fim de semana de dezembro. O campeão enfrentará a equipe que conquistar o Torneio Final, que acontecerá entre 10 de fevereiro e 23 de junho de 2013, para determinar o vencedor da temporada.
Após o Inicial e o Final, não haverá disputa da "Promoción" (repescagem). Os três times com piores médias nas últimas três temporadas cairão para a segunda divisão, enquanto os três melhores da Nacional B subirão para a primeira.
Confira os duelos da primeira rodada do Campeonato Argentino:
Sexta-feira (3 de agosto)
19h - Arsenal x Unión
21h10 - Vélez Sarsfield x Argentinos Juniors
Sábado (4 de agosto)
14h10 - Quilmes x Boca Juniors
16h10 - Colón x Lanús
18h15 - Newell’s Old Boys x Independiente
20h20 - Racing Club x Atlético de Rafaela
Domingo (5 de agosto)
15h10 - Godoy Cruz x All Boys
17h10 - San Lorenzo x San Martín de San Juan
19h15 - River Plate x Belgrano
Segunda-feira (6 de agosto)
20h10 - Tigre x Estudiantes de La Plata

FoxSports

domingo, 29 de julho de 2012

Veja os gols de Portuguesa 3 x 1 Náutico




http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Assista o gol de André Turatto na vitória do Icasa sobre o Guarany de Sobral por 1 x 0



http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Veja os gols de Fortaleza 2 x 1 Treze




http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Lusa ganha do Náutico com avenida do lado esquerdo


Tomando três gols de bolas alçadas na área, o Náutico chegou a sua terceira derrota consecutiva na Série A. Depois de começar o jogo vencendo a Portuguesa com um golaço de Kieza, a equipe recuou e permitiu o empate da Lusa no primeiro tempo e a virada na etapa complementar. O 3 a 1 deste domingo, no Canindé colocou ponto final a um jejum de seis rodadas da Portuguesa, que não vencia desde o dia 23 de junho.

Com a derrota, o Timbu agora é o time que tem mais derrotas na competição (oito, ao lado do Atlético-GO) e o que possui a pior defesa ao lado do Coritiba (sofreu 27 gols). Sem somar pontos na rodada, o Náutico agora é o 14° colocado, com 13 pontos - um a mais que o Bahia, equipe que abre a zona de rebaixamento. No próximo domingo, o Náutico enfrentará o Santos, nos Aflitos, com desfalques de Ronaldo Alves e Rhayner (terceiro amarelo) e do goleiro Felipe (por questões contratuais).

Apesar de movimentada, primeira etapa passou longe de apresentar um bom nível técnico. Quando Kieza avançou pela esquerda, deu um drible seco no adversário e soltou uma bomba na diagonal e acertou o ânglulo esquerdo de Dida, marcando um lindo gol aos nove minutos, a tendência era que a vantagem pudesse ter dado mais tranquilidade ao Timbu e um ritmo mais eletrizante à partida. Não foi isso que aconteceu. Por alguns minutos, o Náutico chegou tocar a bola com tranquilidade e até a esboçar um (falso) domínio da partida.

Aos poucos, o Náutico foi recuando. A Lusa passou a trocar passes no campo de ataque, mas, bem postada, a defesa alvirrubra fazia um bom bloqueio. Só que aos 31, a Lusa armou um contra-ataque fulminante contando com um erro coletivo do Timbu do ataque à defesa. Moisés roubou a bola do Náutico no meio de campo, lançou Luis Ricardo pela direita. O lateral cruza rasteiro e o mesmo Moisés apenas escorou para as redes. Após o gol, foi a Lusa que passou a tomar as ações da partida. Marcando a saída de bola, os alvirrubros não conseguiam sair da defesa. Apesar disso, as duas equipes pouco arriscavam se lançar com tudo ao ataque.

Sentindo o time preso na marcação, o técnico Alexandre Gallo resolveu mexer no time. Trocou um lateral por outro: saiu Lúcio e entrou João Palo. A mudança alterou no Timbu. Disperso na marcação, a equipe sofreu a virada aos 12 minutos. Moisés enfiou a bola para Luis Ricardo na ponta direita. O lateral novamente mandou na medida e dessa vez o baixinho Ananias (de 1,68 metro) mandou para o gol de cabeça no meio da zaga alvirrubra. Atrás no placar, Gallo resolveu mandar o time para o ataque de vez, colocando Breitner e Rico nas vagas de Elicarlos e Cléverson.

A mudança melhorou o Náutico. Aos 26, um pênalti não marcado. Rhayner cruzou Gustavo cortou com a mão. O juiz deixou passar. Quando parecia que o Timbu iria evoluir no jogo em busca do empate, aos 31 Léo Silva recebeu bom um passe pela na ponta direita cruzou na medida para Diego Viana, que mandou de cabeça novamente para o gol, no meio da indecisa zaga alvirrubra. 

Ficha do jogo

Portuguesa 3
Dida; Luís Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Léo Silva, Moisés e Ananias (Diego Viana); Héverton (Rogério) e Ricardo Jesus (Boquita).
Técnico: Geninho.

Náutico 1Felipe; Rhayner, Marlon, Ronaldo Alves e Lúcio (João Paulo); Elicarlos (Breitner), Martinez, Souza e Cléverson (Rico); Kieza e Araújo.
Técnico: Alexandre Gallo.

Local: Canindé, em São Paulo. Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ). Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Rodrigo Pereira Joia (ambos do RJ). Gols: Moisés, Ananias e Diego Viana (P); Kieza (N). Cartões amarelos: Valdomiro e Gustavo (P); Rhayner e Ronaldo Alves (N).

Daniel Leal - Diario de Pernambuco

Sport decepciona torcida e empata na Ilha



Helder Tavares /DP/D.A Press

O Sport não conseguiu cumprir a obrigação. Pressionado pela sequência de maus desempenhos, os rubro-negros receberam o Atlético-GO, mas apesar das mudanças feitas pelo técnico Vágner Mancini, o time não conseguiu ter consistência e foi ineficiente, mesmo diante de um adversário frágil. O 0 a 0 em casa complicou a vida do Leão, que encara São Paulo e Vasco nas próximas rodadas.

Buscando o equilíbrio dos setores da equipe, o técnico Vágner Mancini resolveu escalar Moacir ao lado de Tobi e Rivaldo. A mudança deu mais consistência ao meio de campo, entretanto, em alguns momentos os atletas batiam cabeça em pequenos erros de posicionamento. Aos poucos, esses espaços passaram a ser ocupados pelo Atlético-GO, que cresceu na partida. Apesar do volume, o Dragão não chegava a assustar Magrão e aos poucos, a tranquilidade leonina foi restabelecida.


Mesmo jogando com três atacantes, os rubro-negros tinham dificuldade em trabalhar as jogadas para que a bola chegasse com qualidade à frente. A velocidade, principal caracterítica do time, parecia ter abandonado o Leão. Quase sonolenta, a partida só empolgou no último lance do primeiro tempo, em uma boa cobrança de falta de Gilberto, que obrigou Márcio a defender em dois tempos. As vaias da torcida na descida para o vestiário foram o reflexo da impaciência com o mau rendimento leonino.

Helder Tavares /DP/D.A Press

Ainda que Mancini não tenha promovido nenhuma mudança no intervalo, a reação dos torcedores parece ter surtido efeito. O time voltou mais aceso para o segundo tempo, pressionando a saída de bola adversária e trocando passes com mais eficiência. Aos sete minutos, Cicinho chegou a balançar a rede de Márcio aproveitando cruzamento de Gilberto, mas como estava impedido, teve o gol anulado.

Dentro de campo, os rubro-negros aplicavam as mudanças de esquema que haviam trabalhado ao longo da semana. E quando Henrique entrou na vaga de Marquinhos Gabriel, o Sport passou a atuar no 3-5-2, com Tobi formando a zaga ao lado de Diego Ivo e Ailson. Recuado para a meia, Felipe Azevedo assistia o ataque que era completado por Gilberto. Apesar do bom volume de jogo, a ansiedade atrapalhava o Sport, que não conseguia conectar as jogadas ofensivas. Irritada com o desempenho do time, parte da torcida voltou a pegar no pé do técnico Vágner Mancini, eleito o culpado pelo empate.


Sport
Magrão; Cicinho (Felipe Menezes), Bruno Aguiar (Diego Ivo), Ailson e Reinaldo; Tobi, Rivaldo, Moacir, Felipe Azevedo e Marquinhos Gabriel (Henrique); Gilberto. Técnico: Vágner Mancini.

Atlético-GO
Márcio; Marcos, Reniê (Gustavo), Gabriel e Bruno (Rafael Cruz); Mariano, Ernandes, Joilson (Diogo Campos), Wesley; Ricardo Bueno e Patric. Técnico: Jairo Araújo.


Local: Ilha do Retiro.
Árbitro: Wagner Reway (Asp Fifa-MT)
Assistentes: Carolina Romanholi Melo (Asp Fifa-CE) e Gean Carlos Menezes de Oliveira (RR).
Cartões amarelos: Rivaldo (S), Gabriel e Marcos (A).
Público: 14.571.
Renda: R$ 116.275,00.

Celso Ishigami - Diario de Pernambuco