sábado, 8 de setembro de 2012

Fortaleza x Luverdense vale a liderança


O Fortaleza entra em campo às 17 horas deste domingo (9) contra o Luverdense, no estádio Presidente Vargas, em partida que definirá a liderança do Grupo A do Campeonato Brasileiro. O time do Mato Grosso é o líder, com 22 pontos, enquanto o Leão está logo atrás, com 21 pontos.

O Tricolor do Pici está embalado, pois não perde há oito jogos, desde que o técnico Vica assumiu a equipe. Para o importante confronto de domingo, o treinador não terá os artilheiros Waldison e Jailson, responsáveis por oito dos 15 gols do time na Série C. Com contusões desde o início da semana, Vica preferiu poupá-los.

O zagueiro Fabrício, que teve boa atuação diante do Águia de Marabá, foi mantido na defesa ao lado de Micão. Cléber Carioca, recuperado de uma lombalgia, vai para o banco de reservas. O goleiro Lopes e o volante Esley, que chegaram a ser poupados durante a semana, estão garantidos no confronto.

Já o Luverdense, comandado por Dado Cavalcanti (ex-Icasa) está cheio de desfalques. Dois deles são velhos conhecidos da torcida do Leão: o volante Júlio Terceiro (que passou pelo clube em 2010) e o atacante Tatu (com passagens em 2010 e 2011). Ambos cumprem suspensão, assim como o volante Gilson. O time joga por empate para se manter no topo da tabela.

Escalações

Fortaleza: Lopes; Rafinha, Fabrício, Micão e Guto; Élton, Esley, Geraldo e Jackson; Ray e Assisinho (Cléo).
Técnico: Vica

Luverdense: Willian Alves; Régis, Zé Roberto, Rafael Pedro e Janilson; Dê, Rafael Tavares, Rodrigo Paulista e Rubinho; Tchelé (Matheus) e Fio.
Técnico: Dado Cavalcanti

Mais informações
Fortaleza x Luverdense
Data: 09/09/2012 (domingo)
Horário: 17 horas
Local: estádio Presidente Vargas (PV)
Árbitro: Pablo Gonçalves Pinheiro
Auxiliar 1: José Valmir dos Santos Xavier
Auxiliar 2: Marcos Santos Vieira
4º árbitro: Avelar Rodrigo da Silva

Jangadeiro

Resultados, Classificação e Próximos Jogos da Série B

23ª RODADA
7/09 - 19h30Boa Esporte-MG3 x 2ASA-AL
7/09 - 19h30Paraná-PR2 x 0Bragantino-SP
7/09 - 19h30Ceará-CE1 x 0Guarani-SP
7/09 - 19h30América-RN4 x 1Guaratinguetá-SP
7/09 - 21h50Grêmio Barueri-SP0 x 6Atlético-PR
8/09 - 16h00CRB-AL0 x 2Goiás-GO
8/09 - 16h00Criciúma-SC0 x 4América-MG
8/09 - 16h00Ipatinga-MG1 x 1Vitória-BA
8/09 - 16h00Joinville-SC1 x 0Avaí-SC
8/09 - 21h00São Caetano-SP0 x 1ABC-RN



 Clube
PGJGVIEMDEGPGCSG%A
1 Vitória-BA5023155341231872.5
2 Criciúma-SC4623144550391166.7
3 Goiás-GO4323127437231462.3
4 Joinville-SC4123125635191659.4
5 Atlético-PR4023124733191458.0
6 São Caetano-SP402311753022858.0
7 América-MG372311483426853.6
8 América-RN362310673831752.2
9 Ceará-CE35239863631550.7
10 Avaí-SC342310492726149.3
11 Guarani-SP31238782623344.9
12 Paraná-PR31238783028244.9
13 ABC-RN28237793030040.6
14 Boa Esporte-MG28237793233-140.6
15 ASA-AL272383123132-139.1
16 CRB-AL272383122537-1239.1
17 Guaratinguetá-SP192354142342-1927.5
18 Ipatinga-MG162344151947-2823.2
19 Bragantino-SP152336142441-1721.7
20 Grêmio Barueri-SP132334161746-2918.8

24ª RODADA
11/09 - 15h00Atlético-PRxCRB-AL
11/09 - 19h30Avaí-SCxIpatinga-MG
11/09 - 19h30Guaratinguetá-SPxParaná-PR
11/09 - 19h30América-MGxSão Caetano-SP
11/09 - 19h30ASA-ALxJoinville-SC
11/09 - 19h30Vitória-BAxBoa Esporte-MG
11/09 - 21h50Guarani-SPxGrêmio Barueri-SP
11/09 - 21h50ABC-RNxCeará-CE
11/09 - 21h50Goiás-GOxCriciúma-SC
11/09 - 21h50Bragantino-SPxAmérica-RN

ABC derrota azulão no Anacleto Campanella



O São Caetano deixou o G-4 do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, no fechamento da 23ª rodada da Série B, o time comandado pelo técnico Emerson Leão chegou a criar chances, mas não conseguiu ser objetivo e, no Anacleto Campanella, sofreu gol de Diego Clementino, que decretou a vitória do ABC, time de campanha modesta na competição, por 1 a 0.

Com o resultado, o Azulão estacionou nos 40 pontos, um menos que o quarto colocado Joinville. Entre o time e a equipe do técnico Leandro Campos, porém, ainda há o Atlético-PR, que atropelou o Grêmio-SP nesta rodada. O ABC, por outro lado, chegou aos 28 pontos e respira mais aliviado: sem perder há quatro partidas, é o atual 13º colocado da Segundona, a nove pontos da zona de degola.

Sem os 100% de aproveitamento que detinha à frente do Azulão – agora são duas vitórias e uma derrota neste retorno ao time paulista –, o técnico Emerson Leão prepara sua equipe visando o confronto com o América-MG, que ainda tenta se aproximar da briga pelo G-4. O ABC recebe o Ceará para tentar respirar mais tranqüilo no Brasileiro. Os dois jogos ocorrem na terça-feira.

O JOGO - O São Caetano conseguiu criar sua primeira grande chance apenas aos dez minutos de partida. O lateral esquerdo Diego chegou à linha de fundo e cruzou para Marcelo Costa. O armador, porém, desviou de cabeça por cima da meta de Andrey, concedendo apenas o tiro de meta ao ABC.

A resposta potiguar veio em menos de cinco minutos. O zagueiro Flávio subiu mais que a zaga do time da casa em cobrança de escanteio e desviou de cabeça. A bola foi no canto esquerdo de Luiz, que se esticou e fez bela defesa, para evitar o gol dos visitantes. Os vacilos na zaga alvinegra, porém, deram condições para que Éder penetrasse pela esquerda com perigo, mas Andrey, atento, fez a defesa.

O ritmo do jogo era ditado pelo São Caetano, que pressionava o time visitante na busca pelo gol. Porém, depois do perigoso chute de Moradei na entrada da área, aos 21 minutos, os ânimos da equipe de Leão diminuíram e, com isso, o ataque do clube paulista parou de incomodar a defesa do ABC e os times foram para o intervalo com o empate sem gols.

No retorno do intervalo, novamente o Azulão tratou de pressionar e aos 14 minutos Moradei bateu firme. Andrey rebateu, mas saiu no abafa para que o rebote não resultasse em algo mais perigoso. Apesar do domínio dos mandantes na primeira etapa, foi o ABC que abriu o placar, aos 26 minutos.

Adriano Pardal fez a jogada pela esquerda e cruzou para o atacante Diego Clementino, que entrara pouco antes, no lugar de Éderson. O atleta não decepcionou Ademir Fonseca, e empurrou para o gol, abrindo o placar para os visitantes. A resposta do São Caetano veio novamente em chute de fora da área: Moradei arriscou, Andrey espalmou para trás, a bola tocou no travessão e o camisa 1 potiguar teve reflexo rápido para segurar e não deixar o atacante rival aproveitar o rebote.

Na vontade de buscar o empate, Leão ainda mexeu na sua equipe, mas o Azulão não teve condições de marcar seu gol e ainda reclamou de um pênalti sobre Leandrão, que o árbitro não considerou ter existido. O ABC, diante do nervosismo do rival, ainda criou boas oportunidades em contra-ataques, que pararam nas mãos do goleiro Luiz. No final da partida, em cobrança de escanteio, Andrey ainda pegou uma cabeçada certeira, para decretar a vitória dos visitantes.

Gazeta

Jogo da seleção terá convênio para livre circulação de táxis no Recife


Para ampliar a frota de táxis durante o jogo da seleção brasileira contra a China, que acontece na próxima segunda-feira (10), haverá o convênio entre as cidades para a livre circulação dos veículos dos municípios de Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, e pela primeira vez participando do acordo, São Lourenço da Mata. O objetivo é garantir uma maior oferta do serviço de táxis para a população que for assistir à partida de futebol que ocorre a partir das 22h no estádio do Arruda.

O convênio terá validade a partir das 06h da manhã da segunda-feira (10) até as 06h da manhã da terça-feira (11). Com o acordo, os permissionários do serviço de táxi de Olinda, Jaboatão e São Lourenço poderão atender os passageiros dentro da Cidade de Recife.

Durante o ano, taxistas recifenses não podem pegar clientes fora da Cidade. O mesmo acontece com a frota dos municípios vizinhos dentro da Capital. Com o acordo, serão mais de sete mil táxis que poderão atender a população durante o período. Atualmente, a frota de táxis do Recife é de mais de 6,1 mil táxis, em Olinda a frota é de cerca de 800 veículos de transporte e Jaboatão dispõe de 790 táxis. Já em São Lourenço da Mata, o número de veículos é 92 táxis, sendo que mais de 80% da frota tem menos que cinco anos de fabricação e todos são padronizados.

Táxi Evento – Além do convênio, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) esquematizou pontos estratégicos do serviço de Táxi Evento próximos ao estádio do Arruda. O serviço é uma opção sensata para quem vai beber, garantindo a própria segurança e a de outros foliões. O ponto de Táxi Evento para o embarque dos passageiros após a realização do jogo acontece na Avenida Beberibe, entre a Estrada Velha de Água Fria e a Avenida Professor José dos Anjos. A liberação dos veículos no ponto de Táxi Evento será após cerca de uma hora do início do jogo, por volta das 23h.

Secopa/Recife

Sorteio dos árbitros da rodada de meio de semana será realizado em Recife



Essa é a primeira vez que um sorteio de arbitragem de campeonatos nacionais acontece fora da cidade do Rio de Janeiro.

Na próxima segunda-feira (10), os membros da Comissão Estadual de Arbitragem da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) Francisco Domingos, Salmo Valentim e Erich Bandeira recebem o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Aristeu Tavares, e o secretário Dionizio Roberto Domingos.

Na ocasião, eles vão realizar o sorteio da próxima rodada da arbitragem dos campeonatos nacionais – Série A, B, C e D. Essa é a primeira vez que o sorteio acontece fora da cidade do Rio de Janeiro. Os árbitros dos jogos da próxima rodada da Série A2 também serão sorteados na segunda-feira.

FPF

Torcida do Paysandu pede saída do presidente após empate no Mangueirão



Depois de mais uma partida sem vencer no Estádio Mangueirão, a torcida do Paysandu protestou no final do jogo deste sábado (8), após o empate diante do Guarany de Sobral, por 1 a 1. Os manifestantes foram para cima do ônibus onde estava a delegação bicolor para cobrar mais empenho nos jogos dentro de casa. A Fiel Bicolor cantou o hino do clube e pediu para o presidente Luiz Omar Pinheiro deixar o Papão.
O Paysandu já atuou seis vezes emBelém, vencendo dois jogos, empatando três e perdendo um. Com isso, o bicola já deixou de ganhar nove pontos dentro de casa. Alguns torcedores acham que o Papão deve voltar a jogar no Estádio da Curuzu, mas o presidente Luiz Omar Pinheiro afirma que o Vovô da Cidade não tem condições de agregar no momento a torcida bicolor, pelo fato da interdição de uma das arquibancadas.
(Fábio Relvas/DOL)
Foto: Felipe Saraiva

Pontinho importante para o Vitória


O Vitória saiu na frente, mas não segurou o placar e ficou apenas no empate de 1 a 1 com o Ipatinga, na tarde deste sábado, 8, no interior de Minas Gerais, pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.
Mas o ponto conquistado fora de casa não deixa de ser valoroso. Mantido na ponta da tabela pela sétima rodada consecutiva, o rubro-negro agora soma 50 pontos ganhos, quatro a mais do que o vice-líder Criciúma, que tropeçou dentro de casa contra o América-MG: derrota por 4 a 0.
Apesar de ter apresentado um desempenho que não faz jus à portentosa campanha que ostenta no torneio nacional, o Leão saiu na frente do placar em Ipatinga: aos 15 minutos do segundo tempo, Pedro Ken aproveitou lançamento e, com um chute de primeira, marcou um golaço. Cinco minutos depois, Wellington Bruno teve a felicidade de acertar uma bomba de fora da área para empatar.
Enquanto a igualdade no placar serviu para aumentar a diferença do time baiano sobre o segundo colocado, para o Tigre o resultado não merece comemoração. A equipe mineira ocupa apenas a 18ª colocação, com 16 pontos ganhos, e segue ameaçado pelo rebaixamento para a Série C.
Para tentar voltar a vencer depois de três empates consecutivos, o rubro-negro retorna a campo, às 19h30 da próxima terça-feira, 11, contra o Boa Esporte, no Barradão. No mesmo dia e no mesmo horário, o Ipatinga encara o Avaí na Ressacada, em Florianópolis-SC.
Início sem gols - O Vitória passou os dez minutos iniciais do jogo apenas a se defender das limitadas investidas de ataque do Ipatinga. Depois, se ambientou melhor ao forte calor da cidade do interior mineiro, encaixou a marcação e, embora desprovido de um futebol envolvente, criou as melhores chances para abrir o placar.
O time da casa levou perigo logo aos quatro minutos: João Victor iniciou jogada na intermediária, recebeu passe na grande área e, livre, bateu à meia altura, mas Deola fez uma grande defesa. Aos 13, Max Carrasco pegou sobra na intermediária e mandou uma bomba; o goleiro rubro-negro, bem colocado, segurou.
O Vitória respondeu um minuto depois: Tartá recebeu cruzamento pelo lado esquerdo e, sem ângulo, tentou chute cruzado, mas Helton defendeu. Na sequência, o Ipatinga chegou com perigo outra vez: Anderson Uchoa aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou com perigo, mas mandou ao lado da meta de Deola.
Aos 18 minutos, Élton roubou bola pelo lado direito e cruzou à meia altura na área; William completou para o gol, mas mandou apenas na rede pelo lado de fora. A melhor chance do Leão, porém, saiu aos 36 minutos: Tartá fez boa jogada pelo meio e serviu Élton na direita; o atacante limpou a jogada e bateu colocado no canto; a bola bateu na trave. Três minutos depois, a zaga baiana cochilou e Batata somente não marcou porque pegou mal na bola que lhe sobrara na grande área.
Jogo melhora - Ipatinga e Vitória aproveitaram a diminuição do calor que ditara o ritmo na primeira etapa e, mais dispostos, proporcionaram aos poucos torcedores presentes na arquibancada um segundo tempo pelo menos mais movimentado.
Assim como na etapa inicial, o time da casa foi melhor nos primeiros minutos, mas não levou perigo a Deola. Aos 13 minutos, João Victor recebeu entrou na área pelo lado direito, passou por Gilson e foi ao chão, pedindo pênalti; o ábitro negou e deu apenas tiro de meta.
Dois minutos depois, Gilson fez um lançamento primoroso para Pedro Ken, que, da entrada da área, emendou chute de primeira e mandou no canto direito do goleiro Helton: 1 a 0. Com o tento sofrido, o Tigre foi para cima e não demorou a empatar: após blitz na área rubro-negra, Wellington Bruno aproveitou sobra na intermediária e mandou uma bomba, no canto de Deola. 1 a 1.
O Vitória, que, enquanto Pedro Ken cumpria a função de segundo volante, já atuava com Eduardo Ramos e Willie como armadores, seguiu pouco contundente e chegou com perigo outra vez somente aos 34 minutos: Élton aproveitou cruzamento de Gilson e finalizou de cabeça; Helton segurou. Daí em diante, o Ipatinga teve mais a bola, mas criou pouco. Empate justo.

Ipatinga 1x1 Vitória - 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Local: Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG).
Data: Sábado, 8 de setembro.
Horário: 16h.
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (Asp. Fifa-RJ).
Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira (CBF/RJ) e Luiz Cláudio Regazone (CBF/RJ).
Gols: Wellington Bruno (aos 20 minutos do segundo tempo) para o Ipatinga; Pedro Ken (aos 15 minutos do segundo tempo) para o Vitória.
Cartões amarelos: Leandro Brasília (Ipatinga); Élton (Vitória)
Ipatinga: Helton Leite; Gedeílson, Eron, Max e João Victor; Anderson Uchoa, Max Carrasco, Márcio Diogo (Bachi) e Wellington; Leandro Brasília (Sílvio) e Bruno Batata (Jonathan) Técnico: Eugênio Souza.
Vitória: Deola; Nino Paraíba (Léo), Gabriel, Rodrigo e Gilson; Uelliton, Michel (Willie), Pedro Ken e Tartá (Eduardo Ramos); Élton e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

A Tarde

Resultados ruins para o Sport

Em dois jogos realizados pela 23ª rodada da Série A, os resultados foram péssimos para o Sport, que luta contra o rebaixamento.

No Couto Pereira, o Coritiba goleou o Flamengo por 3 x 0. Lincoln, Rafinha e Éverton Ribeiro fizeram os gols dos paranaenses, que assumiram a 15ª posição com 25 pontos. 6 a mais que os rubro-negros.

O Figueirense conseguiu um empate em 2 x 2 com a Ponte Preta em Campinas, e se igualou em número de pontos com o leão (19 x 19). Perdendo no saldo de gols para os pernambucanos (-14 x -15).

O Sport recebe o Cruzeiro na Ilha do Retiro, precisando de mais uma vitória para se aproximar do 16º lugar, que hoje é o Bahia com 24 pontos. O Tricolor de aço enfrenta o Vasco em São Januário.

Andrés contraria Mano e aprova vaias da torcida



A seleção brasileira bem que tentou, mas não teve como minimizar as vaias vindas das arquibancadas do Morumbi, nessa sexta-feira (7), depois do magro 1 a 0 sobre a África do Sul. Enquanto o técnico Mano Menezes dizia que os protestos que refletiram no resultado, o diretor da CBF Andrés Sanchez até aprovou as manifestações.

Para o treinador, o time não mostrou o seu melhor muito devido a forte pressão dos torcedores paulistanos. Mais do que isso, pediu para paciência para o torcedor pernambucano, no amistoso contra igualmente modesta China, na segunda-feira (10), no Arruda, em Recife.

— Gostaria que o ambiente dentro do nosso país fosse um pouco mais favorável. A falta de uma tranquilidade maior atrapalhou um pouco. A gente persistiu da maneira que foi possível fazer

Andrés já previa um comportamento hostil da torcida. O diretor de seleções da CBF apenas lamentou o pedido por Luís Fabiano, que sequer foi convocado, no lugar de um desastroso Leandro Damião.

— Infelizmente a gente sabe que jogar em São Paulo ou no Rio de Janeiro é assim, a exigência é maior. Ao mesmo tempo, é bom para a seleção ir se acostumando com a pressão. Não foi um jogo que todo mundo queria, mas a vitória é sempre importante. Todo jogo para esse time é importante.

Mano Menezes assumiu a seleção brasileira em julho de 2010 com a ideia de renovar o time que havia fracassado na Copa. Em busca do inédito ouro olímpico, testou inúmeros jogadores jovens, que ainda não formaram uma base sólida para suportar a pressão de disputar um Mundial em casa.

R7
Foto: Sérgio Barzaghi/Gazeta

Saulo será o goleiro titular do Sport contra o Cruzeiro

Saulo treinando pela seleção sub-20


O goleiro Magrão está fora do confronto contra o Cruzeiro, no domingo. Após o jogo contra o Palmeiras, em São Paulo, o ídolo rubro-negro passou a se queixar bastante de dores na coxa direita. Neste sábado, o departamento médico do Sport confirmou que o exame apresentou um estiramento.

"Ele já reclamou durante o jogo contra o Flamengo, mas teve condições de jogar contra Santos e Palmeiras. Agora fizemos um exame e vamos tirá-lo deste jogo até como uma forma preventiva porque deu uma pequena alteração", disse o médico do clube, Stemberg Vasconcelos, em entrevista ao site oficial do clube.

Desta forma, para evitar que a lesão se agrave, Saulo irá ganhar uma oportunidade no jogo marcado para as 18h30, na Ilha do Retiro. O goleiro de 1,95m, que veste a camisa de número 87 em homenagem ao título brasileiro do clube, só atuou seis vezes pelo time profissional do Sport até hoje.

Por outro lado, uma notícia boa. O volante Moacir, que também reclamava de um incômodo na coxa direita foi liberado e deve seguir com a titularidade.


Cassio Zirpoli - Diario de Pernambuco

Ceará 1 x 0 Guarani - O Gol




http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Os gols de América-RN 4 x 1 Guaratinguetá





http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Usuário do "Todos com a Nota" terá desconto em jogo do Brasil


Notícia que nos foi repassada pelo Coordenador do Programa "Todos com a Nota", Gustavo Aguiar.

O usuário do programa que levar o cartão magnético junto com identificação, compra o ingresso do jogo Brasil x China com 50% de desconto.

É uma atitude do Presidente da FPF, Evandro Carvalho, em agradecimento ao Governador do estado, Eduardo Campos, que muito tem contribuído para o desporto de Pernambuco. Em especial, o Programa "Todos com a Nota".

Brasil e China se enfrentam amistosamente no Arruda na segunda-feira às 22 horas.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Presidente da ACDP é eleito membro do Conselho da Associação Internacional de Imprensa


Iranildo (à direita) e os novos eleitos da AIPS

No Conselho da AIPS


O presidente da Associação dos Cronistas Desportivos de Pernambuco - ACDP -, Iranildo Silva, é o mais novo membro do Conselho da Associação Internacional de Imprensa Esportiva - AIPS. 


Ele foi eleito com 13 votos dos 18 países representantes das Américas que participam do Congresso em Manaus.


Preferência


Foram inscritos 11 nomes para concorrer a uma vaga no Conselho da AIPS, e o presidente da ACDP conquistou a preferência da maioria dos delegados. A conquista do cargo internacional vem agregar valor a entidade pernambucana.


Claudemir Gomes

Ficha Técnica - Bahia 0 x 0 Atlético-MG


Local: Estádio Metropolitano de Pituaçu, em Salvador (BA).
Data: Quarta-feira, 5 de setembro.
Horário: 19h30.
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (Asp-Fifa/ES).
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (Asp-Fifa/ES) e Rogério Pablos Zanardo (CBF/SP).
Público: 19.629 pagantes.
Renda: 426.750,00.
Cartões amarelos: Fahel (Bahia); Guilherme, Bernard e Marcos Rocha (Atlético-MG).

Bahia: Lomba; Neto, Danny Morais, Titi e Romário; Fahel, Diones (Kléberson), Hélder e Zé Roberto (Caio); Lulinha (Cláudio Pitbull) e Souza. Técnico: Jorginho.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Rafael Marques e Richarlyson (Felipe Souto); Pierre, Leandro Donizete (Neto Berola), Escudero e Bernard; Guilherme e Leonardo (Serginho). Técnico: Cuca.

A Tarde

FICHA TÉCNICA: NÁUTICO 1 X 1 VASCO


Local: Aflitos, Recife (PE)
Data-hora: 05/09/2012 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden (RS/Fifa)
Auxiliares: Marcelo Barison (RS) e José Silveira (RS)
Cartões Amarelos: William Matheus, Alecsandro e Wendel (VAS); Martinez (NAU)
Cartão vermelho:  Não houve

GOLS: Kieza, aos 42'/1°T (1-0); Fellipe Bastos, aos 8'/2°T (1-1)

NÁUTICO: Gideão; Patric, Ronaldo Alves, Jean Rolt e Douglas Santos (Lúcio, aos 37'/2ºT);  Elicarlos, Martinez, Souza e Rhayner, Araújo (Romero, aos 28'/2ºT) e Kieza (Dimba, aos 28'/2ºT). Técnico: Alexandre Gallo.

VASCO: Fernando Prass; Jonas (Auremir,  intervalo) (Luan, aos 15'/2ºT), Douglas, Fabrício e William Matheus; Nilton, Fellipe Bastos, Wendel e Eduardo Costa (Carlos Alberto, intervalo); Tenório e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges.

NauticoPE

Resultados, Classificação e Próximos jogos da Série A2



Anatomia Nordestina





































Aprendeu Cabra da Peste?

Após empate com o Vasco, dirigente do Náutico desabafa "Parem de prejudicar os nordestinos"



O Clube Náutico Capibaribe entrou em campo ontem contra o Vasco da
gama tentando recuperar os pontos perdidos diante do cruzeiro em minas
gerais. Mas, o resultado não foi o esperado.

O time dominou a partida nos dois tempos, mas esbarrava em erros nas
finalizações. O time alvirrubro com boas chegadas pelas laterais sufocou
o Vasco no primeiro tempo. Em uma dessas jogadas, o atacante Rayner
avançou pela direita e bateu cruzado. O atacante Kieza que era dúvida
para o jogo só teve o trabalho de empurrar para a rede , fazendo 1x0.

No segundo tempo, o Vasco voltou com duas mudanças que surtiram o
efeito. A equipe melhorou , e chegou até a o empate com um belo chute
de fora da área do meia Felipe Bastos. Depois do gol de empate, a equipe
carioca diminuiu o ritumo buscando manter o placar.

O Náutico tentava de todas as manerias o gol, mas as finalizações eram
ineficientes. Além de tudo o arbitro da partida, o senhor Leandro Pedro
Vuaden do Rio Grande do Sul anulou de forma errada um gol legitimo do
atacante Araujo.

O jogo ficou no empate, mas a direção do timbu não conseguiu engolir
as falhas da arbitragem e o vice presidente executivo do timbu, Toninho
Monteiro foi para a coletiva. Durante a entrevista , Toninho pediu a
comissão de arbitragem da CBF “Parem de prejudicar os nordestinos,
é inadimissivel uma arbitragem como essa. Mais uma vez somos
prejudicados” falou o Toninho.

O náutico vai enviar um oficio para a cbf mostrando toda indignação
quanto a arbitragem da partida de hoje.

Ficha do jogo :

Náutico 1 x 1 Vasco

Náutico: Gideão; Patric, Jean Rolt, Ronaldo Alves e Douglas Santos (Lúcio);
Elicarlos, Martinez, Souza e Rhayner; Araújo (Romero) e Kieza (Dimba).
Técnico: Alexandre Gallo.

Vasco: Fernando Prass; Jonas (Auremir) (Luan), Fabrício, Douglas e William

Matheus; Eduardo Costa (Carlos Alberto), Nilton, Wendel e Fellipe Bastos;
Alecsandro e Tenório. Técnico: Cristóvão Borges.

Público: 13.041. Renda: R$ 213.700,00.


João Victor

Bahia 0 x 0 Atlético-MG - Melhores Momentos





http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

Náutico 1 x 1 Vasco - Os Gols




http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Atacante chegou e pode estrear pelo Náutico



A possibilidade existe. O jovem atacante Dimba, que chegou ao Náutico na segunda-feira, quando treinou pela primeira vez, pode fazer sua primeira partida já nesta quarta-feira, diante do Vasco, nos Aflitos. Se não puder contar com Kieza, que segue como dúvida por conta de uma problema muscular, o Timbu pode recorrer ao jogador recém chegado do Santos e que foi regularizado nesta terça-feira, já que Kim também não está disponível, pois foi expulso no jogo passado, com o Cruzeiro.

Questionado se poderia escalar o atacante, mesmo com apenas dois dias trabalho, o técnico Alexandre Gallo até brincou com a situação. “Coloquei o Alemão que deu só duas voltas em campo contra o Internacional, no Beira-Rio. Então, porque não?”, lembrou o treinador, referindo-se ao zagueiro, que havia sido contratado junto ao Salgueiro e nem treinou com o grupo antes de fazer a primeira partida como titular.

Melhor para Dimba, que chega cheio de vontade de jogar. A opção por vir para o Náutico foi para buscar oportunidades, embora tenha sido utilizado seis vezes nesta Série A pelo Santos, inclusive no encontro entre as equipes, no primeiro turno, vencido pelo Timbu por 3 a 0. “Fico feliz pela chance que estou tendo. Não tive tantas no Santos. Todo jogador quer estar em campo e comigo não é diferente”, afirmou o atacante.

Na sua apresentação, nesta terça-feira, Dimba achou curiosa a possibilidade de estrear pouquíssimo tempo depois de chegar ao clube. O fato é inédito na carreira dele. “Nunca tinha acontecido de chegar e ir para o jogo. Mas o professor Gallo tinha pedido a minha contratação. Sei que tenho a confiança dele”, disse o jogador.

Alexandre Barbosa - Diario de Pernambuco

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Volante vascaíno quer equipe jogando fechadinha contra o Náutico



Após quebrar o jejum de vitórias ao vencer a Portuguesa no último fim de semana, o Vasco se prepara para enfrentar o Náutico nesta próxima quarta-feira, dia 5 de setembro, nos Aflitos. De olho na boa campanha do Timbu em casa, o volante Wendel pede atenção total para o confronto em Recife.

“O índice deles quando jogam em casa é muito alto. A gente tem que ir fechadinho. Não sei se o Kieza vai jogar. Se a gente conseguir neutralizar bastante os atacantes e os laterais, teremos boas condições de ganhar fora de casa”, destacou.

Até agora, em dez jogos disputados nos Aflitos, o Náutico já teve sete vitórias, um empate e duas derrotas. O Vasco não ganha fora de casa desde a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando bateu o Sport por 2 a 0, curiosamente, também em Recife, palco da próxima partida. Wendel espera que o confronto com o Timbu quebre essa estatística.

”Faz um tempinho que a gente não ganha fora de casa. É sempre bom ganhar, somar pontos fora. Tentar continuar aí nessa caminhada de bons jogos. Espero fazer um bom jogo, eu diria que naquele jogo contra o Sport tivemos um bom desempenho. A gente foi bem na parte defensiva”, lembrou o volante.

Pela 22ª rodada do Brasileirão, Náutico e Vasco se enfrentam às 19h30, nos Aflitos. Com 38 pontos, o time carioca está em quarto lugar na tabela, enquanto o Timbu, com 27, está na décima posição.

Justicadesportiva.com.br

América-RN traz pontinho da Ressacada



Na noite desta terça-feira, o Avaí empatou em 2 a 2 com o América-RN, na Ressacada.

Logo no início da partida, o Leão foi surpreendido com um gol Isac. Porém, posteriormente reagiu e conseguiu a virada com gols de Cleber Santana e Bruno.

Na segunda etapa foi novamente surpreendido com o empate de Netinho. Com o gol, o Avaí pressionou exaustivamente o América-RN, mas não conseguiu a vantagem no placar novamente.

Na próxima rodada, o Avaí enfrenta o Joinville, na Arena. Já o América-RN tem confronto com o Guaratinguetá, no Nazarenão.


O jogo


No primeiro minuto, o goleiro Dida falhou e deu rebote nos pés de Ricardo Jesus que chutou forte, mas o goleiro acabou se recuperando e defendendo.

Aos 4 minutos, após cruzamento na área Isac de cabeça abriu o placar para o América-RN.

Aos 8 minutos, Cleber Santana chutou forte de fora da área e empatou a partida para o Avaí.

Aos 14 minutos, Julinho fez boa jogada e acertou um belo chute de fora da área, a bola passou raspando a trave do goleiro Dida.

Aos 16 minutos, após cruzamento na área Cleber Santana cabeceou e Dida fez grande defesa, colocando a bola para escanteio.

Aos 17 minutos, após escanteio cobrado na área a bola sobrou para Rafael, que na pequena área livre chutou fraco para mais uma grande defesa de Dida.

Aos 21 minutos, após falta cobrada a bola sobrou para Bruno na entrada da área acertar um belo chute e virar o placar para o Avaí.


Segundo tempo


Aos 13 minutos, Felipe Alves recebeu cruzamento na área e chutou rasteiro, a bola acertou quase anotando o terceiro gol do Avaí na partida.

Aos 18 minutos, Lucio cruzou para Netinho que chegou chutando sem defesa para o goleiro Diego, empatando a partida.

Aos 20 minutos, após cruzamento na área Felipe Alves cabeceou e Dida com a ponta dos dedos colocou a bola para escanteio, salvando o América-RN.

Aos 36 minutos, após cruzamento na área de Cleber Santana, Camilo cabeceou na trave quase anotando o terceiro gol do Avaí na partida.

Aos 48 minutos, após cruzamento de Cleber Santana na área, Nene Bonilha cabeceou e a bola passou raspando a trave na última oportunidade de gol na partida.

Ficha técnica: Avaí 2 x 2 América-RN


Local: Ressacada, em Florianópolis (SC).
Data: 04/09/2012 (terça-feira).
Horário: 19h30 (de Brasília).
Arbitragem: Wagner Reway, auxiliado por José A. Chaves Franco Filho e Carlos Henrique Selbach
Cartões amarelos: Wagner Diniz, Julinho e Bruno (Avaí); Fabinho, Michel Schmoller e Pingo (América-RN)
Gols: Cleber Santana, aos 8/1T e Bruno, aos 21/1T(Avaí); Isac, aos 4/1T e Netinho, aos 18/2T (América-RN)

Avaí
Diego; Wagner Diniz, Renato Santos, Rafael e Julinho (Arlan); Bruno, Diogo Orlando (Nene Bonilha), Camilo e Cleber Santana; Diogo Acosta (Felipe Alves) e Ricardo Jesus
Técnico: Hemerson Maria

América-RN
Dida; Fabinho, Cleber, Edson Rocha e Wanderson; Márcio Passos, Pingo (Michel Schmoller), Alan Bahia e Netinho; Isac (Soares) e Lúcio (Indio).
Técnico: Roberto Fernandes   


Futebol SC/Foto-Manoel Bento-Avaí

Vitória e Criciúma ficam no empate no Barradão




Uma bela festa no Barradão, dentro e fora de campo. Os quase 32 mil torcedores que pagaram ingresso assistiram um eletrizante primeiro tempo com quatro gols, no empate em dois a dois entre Vitória e Criciúma na noite desta terça-feira, 4, em partida válida pela 22ª rodada da Série B.

Zé Carlos abriu o placar para o Criciúma logo aos cinco minutos. William empatou para o Vitória aos 27. Um minuto depois, Lucca colocou o Tigre catarinense novamente na frente. Mas, aos 38 minutos, Élton marcou para o Leão baiano o gol que determinou o resultado final do embate.


O resultado mantém as equipes nas duas primeiras posições da competição. O Vitória continua na liderança com 49 pontos, três acima do Criciúma, segundo colocado.


Na próxima rodada, o Vitória joga fora de casa contra o Ipatinga no sábado, 8, às 16 horas. No mesmo dia e horário, o Criciúma recebe no Heriberto Hulse o América-MG.


Quatro gols - Mesmo com mais volume de jogo durante todo o primeiro tempo, o Vitória foi surpreendido pelo Criciúma logo ao cinco minutos da etapa inicial. Lucca recebeu um ótimo lançamento e chutou cruzado de dentro da área. O artilheiro Zé Carlos, bem colocado, desviou e abriu o placar no Barradão.


Empurrado pela torcida, o Vitória continuou na pressão e conseguiu chegar ao empate aos 27 minutos. E o gol foi muito sofrido, mas cheio de garra. Willie chutou forte de fora da área e o goleiro Michel Alves espalmou. No rebote, Élton chutou à queima-roupa, forçando o goleiro do Criciúma a fazer outra grande defesa. Mas, na terceira jogada, a bola sobrou livre para William, que empurrou para a rede.


Entretanto, o Vitória não teve nem tempo de comemorar. Logo um minuto depois, o Criciúma voltou a ficar na frente no placar. O rápido e habilidoso Lucca ganhou da marcação na esquerda, dominou e bateu colocado no canto de fora da área, sem chance para o goleiro Deola.


O rápido gol não diminuiu a vontade dos jogadores do Vitória, que continuaram lutando até conseguirem marcar o gol de empate no Barradão. Após o escanteio cobrado por Pedro Ken, Élton subiu mais que a defesa do Criciúma, desviando de cabeça para marcar o segundo gol do rubro-negro baiano no jogo.


Lances duvidosos - Após o eletrizante primeiro tempo, as duas equipes diminuíram a velocidade e adotaram posturas mais cautelosas, apesar de ambas as equipes buscarem os três pontos.


Além de uma boa chance perdida por Marquinhos, que entrou no segundo tempo, a etapa final foi marcada por alguns lances duvidosos, com as duas equipes pedindo pênaltis em jogadas em cima de Élton (Vitória) e Válber (Criciúma), que não foram marcados pelo árbitro da partida.


Ao final da partida, nenhum dos dois times saiu de campo como vitorioso ou derrotado e, pelo bom jogo demonstrado no primeiro tempo, ambas as torcidas podem ficar com a sensação que os dois times são fortes candidatos para estarem na primeira divisão em 2013.

Vitória 2x2 Criciúma - 22ª rodada da Série B 2012

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA)

Data: Quarta, 4 de setembro.
Horário: 19h30.
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO).
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ).
Público:  31.894 pagantes.
Renda: R$ 557.705,00.
Gols: Zé Carlos (Criciúma, aos 5 min do 1º tempo), William (Vitória, aos 27 min do 1º tempo), Lucca (Criciúma, aos 28 min do 1º tempo), Élton (Vitória, aos 38 min do 1º tempo).
Cartões amarelos: Nino, Victor Ramos, Gabriel (Vitória); Lucca, Gilmar (Criciúma).
Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel e Gilson; Uelliton, Michel (Fernando Bob), Pedro Ken (Marquinhos) e Willie (Tartá); Élton e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.
Criciúma: Michel Alves; Ezequiel, Matheus Ferraz, Nirley e Marlon; Diego Oliveira, Elias, Kléber e Giovanni Augusto (Válber); Lucca (Lins) e Zé Carlos (Gilmar). Técnico: Paulo Comelli.

A Tarde

Foto: Eduardo Martins