sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Copa Pernambuco terá início neste sábado




Neste sábado terá início mais uma edição da Copa Pernambuco. Com apenas 6 equipes, que jogam em partidas de ida e volta e ao final, as 4 melhores classificadas disputam as semifinais. As vencedoras realizam as finais.

Icasa vence Duque com gol aos 46 do 2º tempo


Com um gol aos 46 minutos do segundo tempo, o Icasa venceu o Duque de Caixas, por 2 a 1, pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série C, na noite desta quinta-feira, no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte-CE e ficou mais perto do acesso à Série B de 2013. Na primeira etapa, o Icasa abriu o placar com Naylhor, mas sofreu o empate minutos depois com Edmário. O time cearense comandou a segunda etapa, mas só conseguiu transformar a superioridade em gol aos 46 minutos, com Elanardo cobrando pênalti.

O confronto de volta acontece no próximo dia 09 (sexta-feira), no Estádio Romário de Souza Faria, em Duque de Caxias. Com o resultado, o Icasa precisa apenas de um empate sem gols para conquistar o tão sonhado acesso à Série B. Porém, se o Duque conquistar uma vitória simples, por 1 a 0, garante o acesso por ter feito gol fora de casa.

Ansiedade que nada! Apesar da importância da partida, os times não se omitiram e esquentaram o confronto logo nos primeiros minutos. Ao contrário do esperado, o Duque de Caixas avançou as linhas ofensivas e começou pressionando. Caindo bem pelas laterais, o time chegou com perigo e ainda teve o primeiro chute a gol de Jeferson Silva, que acertou a rede mas pelo lado de fora. O Icasa não se intimidou, envolvia o Duque na troca de passes, mas encontrava dificuldades para finalizar.

Se pelo chão o Icasa não conseguia finalizar, o jeito foi alçar a bola na área. E assim abriram o placar. Após bola lançada na área, em cobrança de falta, aos 18 minutos, o zagueiro Naylhor aproveitou a saída precipitada do goleiro Fernando e cabeceou livre, por cobertura, para colocar o Icasa à frente do placar. O Duque respondeu no mesmo estilo, mas ninguém chegou para empurrar a bola pra dentro, após a cobrança de falta, aos 24.

Sem se abater, o Duque manteve a qualidade na posse da bola e continuava levando perigo ao gol do Icasa. Principalmente com Valdir, que mandou dois ‘rojões’ em cobrança de falta e acertou o travessão em um deles. Mas, foi a cabeça do zagueiro Edmário que deixou tudo igual. Após cruzamento, aos 30, Édmario subiu primeiro que a marcação e cabeceou de costas para o gol para empatar o confronto. Lembrando que o gol fora de casa vale como critério de desempate.

Com a marcação do Duque bem postada, o Icasa insistia nas bolas alçadas na área por Luis Mário, mas o baixinho Canga não conseguia levar vantagem sobre os zagueiros do Duque de Caixas. Sem se arriscar, o Duque optou pela defensiva e pouco atacou até os minutos finais da primeira etapa.

Com a maior posse de bola, o Icasa manteve a superioridade e abusava das jogadas pela lateral-esquerda, dando muito trabalho aos defensores do Duque. Assim como o técnico Diá pedia, o Icasa se movimentava bem e chegou ao primeiro chute a gol da etapa final, com Elanardo e uma bomba de fora da área. Quando se defendia, o time cearense formava duas linhas de quatro e dificultava a vida do Duque, que encontrava dificuldades para chegar ao gol.

Susto! Aos 14 minutos, o atacante Canga sofreu um choque de cabeça com um zagueiro do Icasa e fico desacordado por alguns minutos. A pancada na cabeça parece ter despertado o atacante. Voltando para buscar a bola, quase ampliou o placar aos 20 minutos. Canga recebeu na área, driblou dois zagueiros e chutou forte para a bela defesa do goleiro Fernando, que conseguiu evitar o pior para o Duque, que não conseguia reagir as investidas.

Pênalti?! Mesmo superior, o Icasa não conseguia converter a pressão em gol. Mas os nove mil torcedores no Romierão se animaram quando Tiago Baiano foi derrubado na área. Porém, o árbitro Edmar Campos da Encarnação (AM) ignorou o lance e não marcou nada. Como o Duque não conseguia reagir, a partida virou um confronto de ataque vs defesa. Apesar das boas jogadas pelas laterais, o Icasa abusava dos lançamentos na área, todos afastados pelo goleiro Fernando.

Quando o Duque conseguiu a primeira chance clara de gol, o goleiro João Paulo apareceu para defender um chute a 'queima-roupa' do atacante Bruno Veiga. Ninguém aproveitou o rebote e a zaga afastou o perigo.

Depois de defender um chute forte de Canga, o goleiro Fernando deixou o gol para cometer pênalti em Lima, quando o atacante estava de costas para o gol. Na cobrança, Elanardo chutou com 'paradinha', mas o árbitro mandou voltar. Na sequência, o volante bateu forte no canto direito do goleiro para garantir a vantagem no confronto de volta, no Rio de Janeiro, no próximo dia 09.

AFI

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

CBF divulga tabela da Copa do Nordeste 2013


A Copa do Nordeste 2013 começa no dia 20 de janeiro com oito jogos. Serão 16 times disputando a competição que vai até dia 17 de março.  Cada estado da região teve direito a duas vagas, somente Pernambuco e Bahia, por estarem mais bem colocados no ranking das Federações, têm três clubes no campeonato.

As equipes que participarão da Copa do Nordeste são os campeões, vice-campeões e terceiros lugar dos campeonatos estaduais.

Na primeira fase, serão quatro grupos com quatro times. Para a etapa seguinte, classificam-se duas equipes de cada grupo. A terceira fase é mata-mata, com jogos de ida e volta. As finais da competição serão nos dias 10 e 17 de março.

Até dia 15 de novembro, a Diretoria de Competições divulgará o Regulamento Específico e o Plano Geral de Ação da Competição.

Na primeira rodada da Copa do Nordeste, todas as partidas serão no dia 20 de janeiro, às 17 horas. Veja os jogos:

Ceará x Bahia, no Castelão (Grupo A)

ABC x Itabaiana, na Frasqueirão (Grupo A)

Confiança x Fortaleza, no Lourival Baptista (Grupo B)

Sport x Sousa, no Ilha do Retiro (Grupo B)

Vitória x América, no Manoel Barradas (Grupo C)

Asa x Salgueiro, no Coaracy Fonseca (Grupo C)

CRB x Santa Cruz, no Rei Pelé (Grupo D)

Campinense x Feirense, no Ernani Sátyro (Grupo D)

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Lateral liberado para enfrentar Internacional



O técnico Alexandre Gallo poderá mandar a campo o lateral-direito Patric na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, diante do Internacional. O jogador do Náutico foi suspenso por uma partida – já cumprida de forma automática – em sessão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva nesta quarta-feira, dia 31 de outubro, em decisão unânime da Terceira Comissão Disciplinar.

Patric foi expulso em partida no dia 10 de outubro, quando Ponte Preta e Náutico se enfrentaram no Moisés Lucarelli e os donos da casa saíram com a vitória por 2 a 1. A expulsão, com o cartão vermelho direto, ocorreu já aos 44 minutos do segundo tempo.

De acordo com o relato do árbitro Paulo Godoy Bezerra, Patric entrou “violentamente em seu adversário com um carrinho frontal, que atingiu ambas as pernas”. O lance foi na disputa de bola e o atacante Luan, da Macaca, precisou de atendimento médico, retornando ao jogo posteriormente. Por entender que houve “jogada violenta”, a Procuradoria do STJD denunciou o lateral alvirrubro com base no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Em defesa do atleta, a advogada Renata Oliveira sustentou: "O atleta é primário e não houve nenhuma intenção de atingir o adversário. A defesa pede que seja levada em consideração a ficha disciplinar e pede a absolvição". Após a sustentação do defensor, o relator Francisco de Assis Pessanha votou por aplicar a suspensão de uma partida, e foi acompanhado pelos demais auditores.

O Náutico ocupa o 13° lugar na classificação do Brasileiro, e o risco de rebaixamento ainda existe, mesmo que as chances sejam mínimas. A equipe pernambucana soma 42 pontos.

Justiça Desportiva
Foto: Simone Villar

Fabrício Ceará vê desclassificação como "Lição para o futuro"



Assim como a maioria do elenco Coral – que, após a desclassificação espera os acontecimentos – o atacante Fabrício Ceará comentou sobre a derrota para o Aguia/PA, no domingo (29), em Marabá/PA, como uma lição para o futuro Coral

“É uma situação triste. Infelizmente, não classificamos, mas – pelo menos – ainda deixamos o Santa Cruz na Série C. Pegamos um grupo muito difícil, mas estamos de cabeça erguida. Este é um grupo vitorioso que conseguiu dois títulos estaduais e um acesso à Serie C durante dois anos. O Santa Cruz continua, a vida continua e que isso sirva de lição para que nos próximos campeonatos possamos nos fortalecer para ter um acesso à Série B, independente de quem continue no clube” avaliou Fabrício.

O atacante comentou sobre a possibilidade de sua permanência no Santa Cruz. “Hoje, é difícil falar na situação, pois eu tenho contrato com o Salgueiro, que não teve um ano promissor. É uma situação delicada, temos que sentar com as duas diretorias para ver o que é melhor e dar uma descansada porque eu tenho cerca de 50 jogos seguidos, sem férias, então, a principio, é dar uma descansada e ver o que é melhor para o profissional”, afirmou.

Embora o objetivo maior de 2012 não tenha sido alcançado – o acesso à Série B – Ceará disse que sabe da grandeza do Santa Cruz e da competência de todos que fazem o clube e dos jogadores que aqui estão. Assim, acredita que a desclassificação foi pelo fato de não terem conseguido uma sequência de vitórias. “Não conseguimos ter uma sequência de vitórias, que era uma coisa que no mínimo nós estaríamos classificados com mais dois ou três pontos. Basta lembrar os empates com o Payssandu e o Guarany de Sobral, como alguns dos detalhes que contribuíram para a nossa desclassificação”, encerrou.

Jammil Gomes/SCFC

Santos derrota Sport pela CB sub-20


Mesmo atuando na Ilha do Retiro, o Sport acabou derrotado pelo Santos pelo placar de 2x1. A partida foi a primeira entre os clubes pelas oitavas de final da Copa do Brasil Sub-20. O clube paulista abriu o placar no primeiro tempo, ampliou no segundo e depois o Leão diminuiu a desvantagem com o meia Moisés.

O confronto da volta está programado para as 19h30 (horário do Recife) da próxima terça-feira (06) no estádio da Vila Belmiro em Santos. Para se classificar o Sport precisa vencer por dois ou mais gols de diferença ou por um gol de diferença a partir de 3x2. Uma vitória do Leão por 1x0 classificará o Peixe pelo critério de gols fora de casa. Já uma vitória Rubro-Negra por 2x1 levará a decisão da vaga as quartas de final para os pênaltis.


Pedro Jorge / Redação SportNet
pedrojorge@sportnet.com.br

terça-feira, 30 de outubro de 2012

América-MG 0 x 1 ASA - O gol



http://www.youtube.com/user/CAMFWAYNE5?feature=watch

Tenório e Alecsandro devem jogar contra o Sport



No mesmo dia em que o presidente Roberto Dinamite concedeu uma entrevista coletiva de quase duas horas de duração explicando a crise política e esportiva do Vasco, o grupo de jogadores se reapresentou em São Januário para o compromisso do próximo domingo, às 17h (de Brasília), contra o Sport, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

As novidades da equipe no treinamento com bola conduzido no estádio cruz-maltino foram os atacantes Tenório e Alecsandro. Ambos tiveram lesões recentes na coxa e ficaram afastados da equipe por seis e três semanas, respectivamente. Recuperados, ambos foram liberados pelo departamento médico e as suas escalações dependem apenas do aval do técnico Marcelo Oliveira.

O elenco ganhou dois dias de folga da comissão técnica mesmo com a derrota por 1 x 0 diante do Corinthians, no último sábado, e se reapresentou nesta terça-feira, para dar início à preparação para o duelo diante dos pernambucanos. Em um dia de atividades leves, um auxiliar posicionou quatro balizas pelo gramado para trabalho tático e de movimentação.

Nas últimas partidas, Carlos Alberto e Éder Luis foram responsáveis pela formação do setor ofensivo do Vasco, que não agradou a Marcelo Oliveira. Com os dois retornos e grupo completo, o elenco volta aos trabalhos nesta quarta-feira.

Gazeta
Foto: Marcelo Sadio

Resultados da 34ª rodada, próximos jogos e Classificação

34ª RODADA
30/10 - 21h00América-MG0 x 1ASA-AL
30/10 - 21h00Paraná-PR1 x 2ABC-RN
30/10 - 21h00Goiás-GO4 x 0Ipatinga-MG

2/11 - 21h00Guaratinguetá-SPxGuarani-SP
2/11 - 21h00CRB-ALxGrêmio Barueri-SP
2/11 - 21h00Ceará-CExAvaí-SC
3/11 - 16h20Bragantino-SPxVitória-BA
3/11 - 16h20São Caetano-SPxAtlético-PR
3/11 - 16h20Criciúma-SCxJoinville-SC
3/11 - 21h00América-RNxBoa Esporte-MG

 ClubePGJGVIEMDEGPGCSG%A
1 Goiás-GO7034217667333468.6
2 Criciúma-SC6833215771502168.7
3 Vitória-BA6633206752341866.7
4 Atlético-PR6233195957322562.6
5 São Caetano-SP61331710648311761.6
6 Joinville-SC53331581051331853.5
7 América-MG5034155145348549.0
8 América-RN5033148115149250.5
9 Avaí-SC4933154143938149.5
10 Ceará-CE4533129124846245.5
11 ASA-AL4434135164345-243.1
12 ABC-RN4234119144445-141.2
13 Paraná-PR4234119144346-341.2
14 Boa Esporte-MG4133118144350-741.4
15 Guarani-SP3833911133139-838.4
16 Bragantino-SP323388173550-1532.3
17 Guaratinguetá-SP313394203257-2531.3
18 CRB-AL303386193760-2330.3
19 Ipatinga-MG283477203364-3127.5
20 Grêmio Barueri-SP263368193462-2826.3

ASA derrota América no Independência



O ASA conseguiu dar mais um grande passo para garantir a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta terça-feira, o time alagoano derrotou o América-MG, por 1 a 0, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, na abertura da 34ª rodada e praticamente deu adeus às chances de rebaixamento. O gol solitário foi anotado por Lúcio Maranhão, que com o marcado na partida, chegou a 40 na temporada.

Com o resultado, os alagoanos chegaram aos 44 pontos, assumindo a 11ª posição, 13 a mais que o primeiro time dentro da zona de rebaixamento, o Guaratinguetá, que ainda entra em campo na rodada. Já o América-MG encerrou uma sequência de cinco jogos sem perder e segue com 50 pontos, na sétima posição, praticamente sem mais chances de acesso.

Próximos jogos

Os dois times volta a campo na próxima terça-feira, quando a Série B terá rodada completa. Enquanto ASA encara o Guarani, às 19h30, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, o América-MG visita o Vitória, às 21h50, no Estádio Barradão, em Salvador.


AFI

ABC vence Paraná em Curitiba e caminha para a permanência na Série B


Com dois gols de Rodrigo Silva, no segundo tempo, o ABC venceu o Paraná Clube por 2 a 1, nesta noite de terça-feira, no estádio Durival de Brito, em Curitiba (PR). Com este resultado, o alvinegro chegou aos 42 pontos e está a apenas uma vitória de sacramentar sua permanência na Série B para a temporada de 2013.

Foi um jogo morno, principalmente no primeiro tempo, com muitos erros de passes e poucas oportunidades de gol. O Paraná foi quem ofereceu mais perigo na primeira etapa.

No segundo tempo, das mãos do técnico Givanildo Oliveira, vieram as mudanças que resultaram na vitória. Entraram Raul e Rodrigo Silva. E foi o atacante camisa 18 do ABC que marcou os dois gols (belos gols por sinal) que decretaram a importante vitória do ABC fora de casa.

Uma vitória importante, fundamental e que dá ao ABC a tranquilidade necessária para encarar os próximos quatro jogos precisando apenas de mais uma vitória.

O gol do Paraná Clube foi uma tremenda irregularidade não observada pela arbitragem. Lúcio Flávio jogou vôlei dentro da pequena área.

O importante foi a vitória e a chegada aos 42 pontos, que praticamente selaram a permanência na Segundona. Não matematicamente, mas que apenas mais uma vitória decreta a permanência.

E o jogo de terça-feira, diante do Avaí, pode ser o dia mais esperado pela torcida nesta temporada de 2012.


Blog do Gringo

Fortaleza ficará em Araraquara antes de primeira decisão


O Fortaleza definiu nesta terça-feira (30) a sua programação antes da primeira partida do mata-mata da Série C contra o Oeste, em Itápolis.

A delegação tricolor viaja de avião até São Paulo, onde desembarca no Aeroporto Internacional de Cumbica. Depois o grupo percorre de ônibus os 277 km de distância entre a capital paulista até Araraquara.

A cidade, terra natal do técnico Vica, servirá de base para o Fortaleza antes do jogo contra o Oeste-SP e fica 87 km de Itápolis.

O elenco do Leão deve realizar treinamento no Estádio Fonte Luminosa, onde o Palmeiras tem mandado seus jogos na Série A.

Jangadeiro

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Tininho entrega cargo de diretor de futebol


No Programa "Super Esportes" da Rádio Clube AM nesta segunda-feira, o diretor de futebol do Santa Cruz, Constantino Barbosa, colocou o cargo à disposição.

Perguntado pelo Repórter Bruno Reis sobre o assunto, Tininho afirmou que:

"Quero deixar o presidente à vontade. Sei do esforço. A forma que o clube se encontrava. Tivemos um saldo vencedor nos últimos dois anos, mas quero deixá-lo à vontade".

"Vai acontecer uma reunião ainda hoje, outra amanhã. Essa posição não foi pensada, é mais assim, pelo momento muito triste".

O Presidente Antônio Luiz Neto, não aceitou a entrega e afirmou que o Tininho continuará no cargo.

domingo, 28 de outubro de 2012

Ceará deve reformular elenco para 2013


O Ceará realizou uma campanha muito abaixo do esperado e irá apenas cumprir tabela nas próximas cinco rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B. Insatisfeita com o desempenho do time, a diretoria do Ceará já adiantou que irá reformular completamente o elenco e que poucos jogadores irão continuar para a próxima temporada.

De acordo com o vice-presidente Robinson de Castro, menos que metade dos jogadores que estão atualmente no elenco irão permanecer em 2013. Hoje, o técnico PC Gusmão conta com 40 peças, sendo que apenas dez delas possuem vínculo com o Ceará até a próxima temporada.
Já iniciando o planejamento para o próximo ano, a diretoria alvinegra deve anunciar as dispensas de alguns jogadores. O goleiro Luis Cetin, os volantes Jardel, Robston e Geovane, o meia Bruninho e o atacante Hugo tiveram seus contratos rescindidos na semana passada e deixaram o Ceará.

Uma das prioridades do clube é manter o técnico PC Gusmão, durante a Série B foi sondado por dois clubes da elite (Palmeiras e Ponte Preta), mas optou por continuar. A outra é renovar com o experiente atacante Mota, ídolo da torcida e artilheiro do Ceará na competição, com 13 gols marcados. Seu contrato vai até dezembro de 2012.

FI

Salgueiro só empata e é rebaixado para a Série D


Não foi simplesmente o gol que o Santa Cruz sofreu, aos 30 minutos do segundo tempo, que provocou um “strike” negativo no futebol pernambucano. O gol de Wando, de fato, tirou as possibilidade do acesso Tricolor e foi a tampa no caixão do Salgueiro. Mas o Carcará fez por onde. Mesmo imbatível no Cornélio de Barros, o time comandado pelo técnico Neco falhou demasiadamente em momentos cruciais durante toda a Série C e agora amarga o seu segundo rebaixamento consecutivo. A Série D será a nova morada.

O time sertanejo acabou deixando para decidir o seu futuro na última rodada, em casa, diante do Cuiabá. Para não depender de nenhum outro resultado, o time precisava vencer para escapar da degola. Em um jogo marcado por dois apagões na iluminação, um no primeiro e outro no segundo tempo, quem não enxergou muito bem a cor da bola foi o Carcará.

Ewerton Maradona abriu o marcador para os matogrossenses aos 16 do primeiro tempo. Júnior Ferrim empatou de cabeça, aos 22. Na segunda etapa, Joelson deixou o Cuiabá novamente na frente. Com os demais resultados negativos para o Salgueiro, somente uma virada traria o alívio aos sertanejos. Clebson, de fata, ainda deu o último suspiro do Carcará na competição. Em vão.

Daniel Leal/DP

Icasa vence e avança na Série C


Mesmo sofrendo forte pressão, o Icasa conseguiu mostrar uma boa apresentação contra o Paysandu neste domingo (28), no estádio Romeirão, e venceu por 1 a 0, placar que garantiu a classificação para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro. Terminando em terceiro lugar do Grupo A, com 24 pontos, o time comandado por Francisco Diá enfrenta agora o Duque de Caxias no mata-mata.

O primeiro tempo foi movimentado, apesar de muita reclamação entre os jogadores da arbitragem. O Verdão do Cariri ameaçou aos 10 minutos, quando Canga recebeu passe de Gilberto, girou, e chutou forte pela linha de fundo. Aos 10 minutos, foi a vez de Yago Pikachu, do Papão, oferecer perigo em cobrança de falta. Logo em seguida, chance para o Icasa, mas Tiago Baiano chutou longe.

O Paysandu oferecia maior perigo. Aos 22 minutos, Fábio Sanches perdeu boa oportunidade em cabeceio na área, mas mandou para fora. Sanches arriscou de novo aos 30 minutos em chute de fora da área, mas o goleiro João Paulo defendeu. Aos 33 minutos, boa cobrança de falta de Harisson, novamente defendida pelo goleiro do Icasa.

O Papão chegou perto de marcar no final do primeiro tempo, com chute perigoso de Harison aos 45 minutos, mas João Paulo fez bela defesa. No contra ataque, Canga partiu em velocidade e o juiz marcou falta. Mas na cobrança, Luís Mário mandou para muito longe.

O Icasa voltou para o segundo tempo mostrando maior velocidade e disposição de vencer, mas o time de Belém continuou a dar trabalho. Aos sete minutos, Thiago Potiguar recebeu entre dois marcadores e chutou de esquerda, mas mandou pela linha de fundo. Mas o time de Juazeiro do Norte, mais objetivo, abriu o placar aos 12 minutos em um belo chute da intermediária de Carlinhos.

Depois do gol, o Paysandu passou a atacar de toda forma, principalmente através de Thiago Potiguar e Yago Pikachu, mas a defesa do Verdão do Cariri se mostrou eficiente, com destaque para André Turatto e Giberto. Quando tinha chance, subia ao ataque. Aos 23 minutos, Elanardo chutou forte de fora da área, mas João Ricardo fez a defesa. Segurando as subidas do adversário até o final, o Icasa conseguiu a suada vitória que garantiu a classificação.

Jangadeiro

Santa coroa campanha medíocre com derrota para Águia


Os dois anos de renascimento e glória se encerraram de forma melancólica para o Santa Cruz. Após o bicampeonato estadual e a saída da Série D, o ciclo de triunfos cessou neste domingo, com uma precoce e vexatória eliminação da Série C. Os tricolores torciam para o inesperado, para a quebra de dois tabus: a primeira vitória fora de casa e o segundo triunfo consecutivo. Não deu. Pressionado durante o jogo quase inteiro, o Tricolor perdeu para o Águia, em Marabá, por 1 a 0, com gol de Wando. Da quarta, caiu para a sexta colocação. Desta vez, nem a sorte ajudou os corais, pois o Icasa (classificado em 3º) venceu o Paysandu (4º), enquanto o Treze (5º) derrotou o Luverdense (2º).

O jogo começou antes mesmo do apito inicial. Um duelo extracampo, de interesses, de ver a bola rolar em outros confrontos da rodada para jogar com a tabela de classificação debaixo do braço. Teve queda de energia em Salgueiro, atletas de Santa Cruz e Águia se aquecendo às 17h, quando a partida já deveria ter começado. Com mais de dez minutos de atraso, deu-se início a um confronto de fraca qualidade técnica, muita marcação e correria. Logo aos dez segundos de jogo, o Tricolor desperdiçou uma grande oportunidade. Dênis Marques recebeu passe de Renatinho e chutou de canhota, para a defesa de Marcelo Cruz. Foi só.

Daí para frente, sucedeu-se a pressão do Águia. A par dos atalhos do maculado gramado do estádio Zinho de Oliveira, o time apostou em jogadas aéreas. Criou perigo, com Mocajuba. Aos 22, Wando perdeu uma chance clara. Isolou a bola, da risca da pequena área. Pouco depois, Flamel protagonizou um lance de raro lampejo de habilidade. Aplicou uma “caneta” em Chicão e exigiu grande defesa de Tiago Cardoso. O “paredão coral” salvou a equipe em diversas ocasiões. Antes do fim do primeiro tempo, o Santa Cruz teve outra chance. De bicicleta, por pouco Flávio Caça-Rato não marcou um golaço.

Assim como a primeira etapa, o segundo tempo só recomeçou quando a bola rolou nos outros confrontos. O Santa Cruz parecia muito preocupado com o placar de Icasa x Paysandu, mas não conseguia cumprir o próprio dever. Quando foi avisado do gol da equipe de Juazeiro do Norte, o técnico Zé Teodoro disparou palavrões e fez  substituições “desesperadas”. Colocou três atacantes em campo.

O jogo seguiu truncado, com poucas chances de gol e muitos chutões. O golpe veio aos 30 minutos. Em uma jogada rápida pela esquerda, Flamel cruzou, Wando, em velocidade, arrematou para o fundo das redes: 1 a 0. A partir de então, bateu o desespero. Sem forças, o Santa Cruz não reagiu. Eliminação justa, haja vista a campanha totalmente irregular dentro e, principalmente, fora de casa. "Eu fico envergonhado. Peço desculpas ao torcedor", resumiu o sentimento dos tricolores, o meia Luciano Henrique.

FICHA TÉCNICA

Águia
Marcelo Cruz; Léo Rosa, Roberto, Carlão e Mocajuba; Analdo (Marquinhos Marabá), Diogo, Daniel e Flamel (Bernardo); Wando e Danilo Galvão (Perí). Técnico: João Galvão

Santa Cruz
Tiago Cardoso; Marcos Pimentel, Vágner, Édson Borges e Tiago Costa (; Chicão, Memo, Luciano Henrique (Weslley) e Renatinho; Flávio Caça-Rato (Branquinho) e Dênis Marques. Técnico: Zé Teodoro

Local: Estádio Zinho de Oliveira (Marabá). Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP). Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Carlos Nogueira Júnior (SP). Gol: Wando (A). Cartões amarelos: Mocajuba, Wando (A); Vágner, Marcos Pimentel (S). Público: 1.383. Renda: 14.240,00

Rodolpho Bourbon/DP

Artur Neto reconhece rebaixamento do Atlético-GO


A goleada para o Botafogo, por 4 a 0, deixou o Atlético-GO a um passo do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Após o jogo deste sábado, até mesmo o técnico rubro-negro Artur Neto “jogou a toalha” e admitiu a queda do time.

“É hora de assumirmos que fomos rebaixados, assim como grandes clubes já foram. Foi uma temporada desastrosa, onde disputamos quatro competições e não tivemos sucesso em nenhuma. Agora, precisamos de uma grande reformulação, para planejar e começar a caminhada de volta à Série A”, afirmou, em entrevista à Rádio 730 de Goiás.

O Dragão pode ser matematicamente rebaixado já na próxima rodada, caso não vença o Corinthians, domingo, em Goiânia. Hoje, os goianos possuem 23 pontos, na última colocação. o Bahia, primeiro clube fora da degola, soma 37 pontos.

Faltando cinco rodadas para o final, o Atlético ainda terá 15 pontos em disputa. Para não cair, precisaria vencer os cinco jogos, torcer por cinco derrotas do Bahia e ainda depender de tropeços de Figueirense, Sport e Palmeiras. Segundo o site Chance de Gol, as chances de queda são de 99,99%.

AFI


De volta à terrinha, Chicão prevê dificuldades para o Santa



O bom filho à casa torna. Nascido e criado em Marabá, o volante Chicão buscará inspiração na terra natal para superar as dificuldades e colocar o Santa Cruz na próxima fase da Série C. O jogador disse estar acostumado a vencer obstáculo nessa terra e afirma estar preparado para domingo.

O volante destacou que a vinda à Marabá é muito inspiradora e que o apoio da família é algo enriquecedor:
“O apoio da família é muito especial, todos vão estar como coração em favor do Santa Cruz. O time precisa do resultado e vamos em busca disso. Vamos forte. Sou filho da terra e vir para cá me motiva bastante.”

Segundo ele, o partida contra o Águia é só mais um desafio que ele terá em terras paraense. O jogador lembrou da infância e afirmou que voltar como jogador de futebol é uma prova de que é um vencedor.

Para o domingo, obviamente, ele espera vencer mais um desafio em Marabá:
“Aqui em Marabá, me lembro das dificuldades da infância. Voltar como jogador do Santa Cruz é gratificante, um sonho realizado, algo possível, tão possível quanto a classificação Coral. Estou preparado. Esse Jogo é uma final.”

Fonte: Aurino Rosendo/Agência CoralNET de Notícias

Salgueiro e Cuiabá: na fuga do rebaixamento



Brigando para não cair e torcendo por um tropeço do Águia (penúltimo colocado) diante do Santa Cruz, Salgueiro e Cuiabá apostam suas últimas fichas no duelo deste domingo, às 18h, no Estádio Cornélio de Barros, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

Há quatro jogos sem vencer, o Salgueiro, com 19 pontos, precisa da vitória para não depender de nenhum resultado para se manter na competição. Já o Cuiabá, que também possui os mesmos 19 pontos, está na sétima posição, uma acima do adversário de domingo e necessita apenas de um empate para não correr o risco de entrar na zona de rebaixamento.

Pelo primeiro turno da competição, Salgueiro e Cuiabá empataram em 1 a 1, no Estádio do Presidente Dutra. Se o resultado repetir, ambas as equipes só precisam torcer por um tropeço do ASA, para não entrarem no Z-2.

Fator Casa
O Salgueiro conta com o apoio de sua torcida para fugir do descenso. Jogando dentro do Estádio Cornélio de Barros, o Carcará conquistou quatro vitórias e quatro empates, em oito jogos disputados. Caso continue com esse desempenho, o clube só não permanece na Série C caso empate com o Cuiabá e o Águia derrote o Santa Cruz.

Para o duelo, o técnico Neco poderá contar com seu braço direito, o capitão Pio. O jogador, que recebeu cartão amarelo nas duas últimas rodadas, só desfalcará o Carcará caso receba um cartão no duelo deste domingo e o Salgueiro se classifique. Mas para isso, o Carcará dependerá de uma improvável combinação de resultados.

Time definido e premiação à vista!

O Cuiabá definiu o time que vai a campo diante do Salgueiro, durante o treino desta quinta-feira. O único desfalque do time em relação ao jogo contra o Guarany é o zagueiro Marcelo Ramos, que recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora da “decisão”.

Precisando do empate para continuar na Série C, o Dourado terá que deixar de lado o retrospecto ruim em confrontos fora do seu domínio. Em 8 jogos até aqui, o Cuiabá venceu um, empatou dois e perdeu cinco.
Caso consiga o objetivo, a diretoria do clube prometeu uma premiação aos jogadores. O valor ainda não foi estipulado.

AFI

Icasa e Paysandu duelam com objetivos de classificação


Neste domingo, às 17h, o Paysandu encara o Icasa, no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte, pela última rodada da primeira fase do Brasileiro da Série C, precisando de apenas um empate para seguir sonhando com o acesso à Série B. Porém, se avançar, terá que disputar o acesso longe de Belém.
 
Depois de instabilidade no inicio da competição, o Paysandu cresceu nesta reta final e emplacou cinco jogos sem derrotas (três empates e duas vitórias), assegurando a terceira colocação, com 24 pontos. Agora, para avançar sem depender de outros resultados, o Papão precisa apenas do empate. Em caso de vitória, não passará da terceira colocação, já que o Fortaleza lidera com 38 pontos, seguido pelo Luverdense, com 34.
Para o Icasa, o empate só será um bom negócio em caso de tropeço do Santa Cruz contra o Águia. Com a derrota para o Fortaleza, na última rodada, o time cearense ficou na quinta colocação, com 21 pontos, encostado no Santa, com 22, no G4. Sendo assim, independente da vitória ou empate, o Icasa precisa torcer pelo tropeço do Santa Cruz para seguir na luta.

Punição

Nesta semana, o Paysandu foi punido, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), com a perda de três mandos no Estádio Mangueirão, pelo confronto da nona rodada, onde o adversário também era o Icasa. Durante a partida, torcedores arremessaram objetos em direção ao elenco do Papão, como forma de protesto. Além dos mandos, o Paysandu também foi multado em R$ 3 mil.

Na última rodada, quando goleou o Salgueiro por 4 a 0, o Paysandu já cumpriu um terço da punição, mandando o jogo no Estádio Arena Verde, em Paragominas, à 317km da capital paraense. Sendo assim, essa deve ser a opção do clube para mandar o jogo das quartas de final, onde definirá o acesso à Série B.

Mistério no Papão

Neste domingo, o volante Vanderson cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo e deixará o técnico Lecheva com três opções para ocupar a vaga. O treinador definiu o titular durante o último coletivo antes da viagem para Juazeiro do Norte, na manhã deste sábado. Junior Maranhão e Neto estão entre os candidatos, porém, Leandrinho deve ser o escolhido para iniciar a partida. 

Durante a semana, o zagueiro Fábio Sanches e o atacante Ricardo Capanema fizeram trabalhos leves separados do restante do elenco, mas não devem ser desfalques para o domingo. Sanches e Capanema se recuperaram de lesão na panturrilha e foram liberados pelo DM na última sexta. No ataque, Lecheva deve manter Kiros e Thiago Potiguar, que marcaram na goleada pra cima do Salgueiro.

Mudança no Verdão

Para vencer o Papão, o técnico Francisco Diá deve manter - quase - todo o time que perdeu para o Fortaleza, por 1 a 0, no PV. Quase, porque o atacante Niel deve ser vetado pelo departamento médico do clube, com dores, e deve deixar a vaga para Canga. O lateral Gustavo também deve ser poupado pelos médicos.
Porém, outro fator chamou a atenção nos treinos do Verdão do Cariri durante a semana. Depois de uma divida, o meia Luiz Mário e o lateral Andrezinho se desentenderam e trocaram alguns empurrões antes de serem separados pelo companheiros. Com os ânimos exaltados, o técnico Francisco Diá resolveu encerrar os treinos.
"Eu tava chateado e preocupado. A gente sabe que está numa reta final e a gente precisa da vitória e é necessário você treinar bem e se dedicar”, disse Luiz Mário, cabisbaixo depois do treinamento.


AFI

Treze com desfalques para enfrentar Luverdense


O Treze ainda não conseguiu se livrar do fantasma do rebaixamento no Campeonato Brasileiro Série C 2012, por isso, vai até Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso para conseguir no mínimo um ponto diante do já classificado Luverdense. Um ponto já livraria a equipe da tão temida Série D 2013. A partida, válida pela última rodada da primeira fase da competição nacional, será disputada no Estádio Passo das Emas.

Já classificado, com 34 pontos, o Luverdense está tranquilo na segunda colocação do Grupo A, não podendo ser alcançado pelo terceiro colocado e também não pode chegar ao líder Fortaleza.
Já o Treze, em sexto lugar, com 19 pontos, se livra do rebaixamento com apenas um ponto, mas vai em busca da vitória. O Galo ainda tem chances remotas de garantir a classificação. Para isso, a equipe precisará vencer o Luverdense e torcer por derrotas do Santa Cruz e do Icasa.

Já pensando na segunda fase, o Luverdense vai poupar vários pendurados, pra entrar "zerado" na fase decisiva. Seis levaram o terceiro amarelo contra o Santa Cruz, no último final de semana: William, Dão, Zé Roberto, Júlio Terceiro, Valdir Papel e Rodrigo Paulista. Régis e Gilson, estes expulsos no Arruda, também estão de fora. Reserva, o atacante Tatu foi vetado pelo Departamento Médico.

“Isso faz parte do campeonato. Mas temos que pensar que estes mesmos jogadores poderão atuar nas quartas-de-final. Serão dois jogos decisivos e que podem nos garantir na Série B”, disse o técnico Dado Cavalcanti ao Futebol Interior.

O Treze terá dois desfalques importantes para a partida de vida ou morte. Ney Mineiro e Brasão, que garantiram a vitória sobre o Águia na última rodada com três gols, dois de Ney e um de Brasão. Porém, os dois estavam pendurados e receberam cartão amarelo. Dessa forma, o técnico Sérgio Cosme terá que montar sua equipe para essa importante partida sem seus dois homens de frente.

O comandante do Galo tem como opções os atacantes Rodrigo Pardal e Vavá, mas como precisa apenas de um empate, pode montar seu time de forma diferente, com apenas um atacante e uma postura mais defensiva.

AFI