sábado, 5 de julho de 2014

Holanda derrota Costa Rica nos pênaltis e está nas semifinais


A Costa Rica estava no Grupo da Morte e passou. Estava com um a menos contra a Grécia, levou gol no último minuto e, mesmo assim, passou nos pênaltis. Apostou que conseguiria parar a Holanda como parou a Itália e o Uruguai – e parou, de forma que poucos saberão explicar quando, no futuro, virem a tabela da Copa-2014: 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. Só que, nos pênaltis, foi encontrado o limite: a Holanda conseguiu bater o goleiro Navas em quatro cobranças e está nas semifinais: 4 a 3. Para a história fica Krul, o goleiro que entrou no último minuto da prorrogação só para os pênaltis, e pegou dois.

A Holanda encara a Argentina, e o Itaquerão verá um duelo entre duas grandes seleções do mundo na próxima quarta-feira, às 17h. Os laranjas podem ver o jogo como uma chance de revanche, pelo vice em 1978; como a chance de manter o sonho de, após três vices, levantar a taça mais desejada do futebol mundial. Para isso, terão que bater uma seleção que estará nas semifinais pela primeira vez após 24 anos, e liderada por aquele que, quatro vezes melhor do mundo, quer entrar de vez para o panteão dos melhores da história. É possível que o jogo seja ruim?

O melhor: Navas - Novamente o goleiro costarriquenho teve atuação grandiosa. Na primeira etapa, pegou duas bolas cara a cara com os atacantes holandeses, além de uma espetacular ponte em falta cobrada por Sneijder. Na etapa final, pegou uma cabeçada de Lens com o jogo já parado por impedimento, em plástico salto, e mais uma bola cara a cara com Van Persie, que chutou de bico e, no estilo futsal, Navas evitou o gol. Na prorrogação, mais algumas defesas difíceis. Não conseguiu defender nos pênaltis, mas fica para a história como o melhor jogador da principal campanha da Costa Rica em todos os tempos.

A Holanda consegue terminar uma maldição: nunca havia vencido um jogo de Copa que chegou a prorrogação: em 1938, caiu por 3 a 0 no tempo extra para a Tchevoslováquia; em 1978, perdeu a final na prorrogação para a Argentina por 3 a 1; em 1998, perdeu nos pênaltis para o Brasil nas semis; e em 2010, perdeu a final para a Espanha.

HOLANDA 0 (4) X (3) 0 COSTA RICA

Data: 5 de julho de 2014
Horário: 17h00 (de Brasília)
Local: Fonte Nova, em Bahia (BA)
Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)
Assistentes: Abduxamidullo Rasulov (UZB) e Bakhadyr Kochkarov (QUI)
Cartões amarelos: Junior Diaz, aos 37 min. do 1°t, Umaña, aos 6 min., Gonzalez, aos 35 min. do 2°t, Acosta, a 1 min. do 2°t da pror.) (CRC); Martins Indi, aos 18 min. do 2°t (HOL)

HOLANDA: Cillessen (Krul, aos 15 min. do 2°t da pror.); Bind, Martins Indi (Huntelaar, no intervalo da pror.), Vlaar e De Vrij; Kuyt, Wijnaldum, Sneijder e Memphis Depay (Lens, aos 30 min. do 2°t); Robben e Van Persie
Técnico: Louis Van Gaal

COSTA RICA: Navas; Acosta, Gonzalez, Umaña e Junior Diaz; Celso Borges, Gamboa (Myrie, aos 32 min. do 2°t), Tejeda (Cubero, aos 6 min. do 1°t da pror), Bolaños e Bryan Ruiz; Joel Campbell (Ureña, aos 20 min. do 2°t)
Técnico: Jorge Luis Pinto

UOL
Foto: Getty Image

Argentino Di Maria também está fora da Copa


O meia Angel Di María é mais um desfalque nesta reta final da Copa do Mundo de 2014. O atleta Argentino sentiu o músculo da coxa direita logo aos 30 minutos da partida contra a Bélgica, após tentar uma finalização a gol.

Não foi informado o tempo de recuperação previsto, apenas que o meia não jogará mais na competição. Di María sofreu uma distensão muscular na perna direita e, após exames, está oficialmente fora do restante da Copa.

Este é o segundo desfalque importante da Argentina para a reta final da Copa do Mundo. Sergio Kun Agüero também está fora da competição por lesão sofrida nas oitavas de final, contra a Suíça.

Placar
Foto: Getty


Sport, Santa e Náutico entraram em campo neste sábado

Foto: Luciano Vaz/Sport

Enquanto a Copa do Mundo vai chegando às semifinais, os três grandes da capital pernambucana se movimentam buscando dar ritmo de jogo aos seus atletas após a parada.

No CT da Mirueira o Sport empatou com o Jaguar, que disputará a Série A2 em 0 x 0.
O Leão iniciou a movimentação com Magrão; Patric, Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Zé Mário e Ananias; Felipe Azevedo e Neto Baiano.

E finalizou com Saulo; Bruninho, Ferron, Durval e Igor; Wilian, Ailton, Danilo e Renan Oliveira; Mike e Leonardo.

                                                            Foto: Jammil Gomes/Santa Cruz

No estádio do Arruda, os reservas do Santa Cruz golearam a Faculdade IBGM por 4 a 1. O time jogou com Fred (Cley Raguzoni), Tony, Marllon, Leandro Souza, Julinho (Jônatas - atleta da Base); Bileu (Zeca), Everton Hora, Emerson Santos; Keno (Netto Imperador), Flávio Caça-Rato (Adilson) e Betinho.

Os gols corais foram marcados por Flávio Caça-Rato, Julinho, Betinho e Adilson, enquanto o IBGM - cobrando penalidade máxima - fez o gol de honra.

O time considerado titular enfrenta o Timbaúba em amistoso que será realizado em Goiana e terá a transmissão das Rádios Jornal e JC News.

Foto: Twitter/Hélio Macedo

O Náutico venceu por 3x0 o Íbis, no CT Wilson Campos. Os gols do Timbu foram marcados por Tadeu, Elicarlos (de pênalti) e Paulinho.

O time que começou o jogo-treino: Alessandro; Rafael Cruz, Edvânio, William Alves e Roberto; Elicarlos, Gilmak, Paulinho e Vinícius; Leleu e Tadeu. Durante a movimentação, o técnico fez cinco substituições, com as entradas de Flávio, Raí, Neílson, Gustavo Henrique e Crislan nos lugares de Edvânio, Vinícius, Leleu, Roberto e Tadeu, respectivamente.


Argentina despacha Bélgica e volta as semifinais depois de 24 anos


O atacante Higuaín enfim marcou seu primeiro gol nesta Copa do Mundo. Na tarde deste sábado, a Argentina contou com gol de seu camisa 9 para derrotar a Bélgica por 1 a 0, no Mané Garrincha, quebrando um jejum de 24 anos para garantir a classificação para a semifinal do torneio.

Presente em todos os jogos da equipe de Alejandro Sabella neste Mundial, Higuaín vinha sofrendo com as cobranças pelo jejum, mas marcou o gol da vitória logo aos oito minutos de partida, quando mandou de primeira para a rede. A vitória fez a Argentina ultrapassar as quartas de final da Copa pela primeira vez desde 1990, quando alcançou a decisão.

Já a Bélgica, que até deu espaços demais a Messi, ainda tentou sobreviver insistindo no fim, mas não conseguiu evitar a eliminação. O criticado sistema defensivo argentino se segurou até o término do jogo, mas a má notícia foi a lesão de Di María, que deixou o gramado ainda no primeiro tempo por conta de dores na coxa direita.

Portanto, a Argentina tem compromisso da semifinal na quarta-feira, às 17 horas (de Brasília), na cidade de São Paulo. O adversário será o vencedor do confronto entre Holanda e Costa Rica, que se enfrentam ainda neste sábado.

Gazeta Esportiva
Foto: Terra Argentina

Holanda e Costa Rica disputam última vaga nas semifinais

Neste sábado, a Copa do Mundo do Brasil terá mais um encontro decisivo entre seleções de pesos e histórias tão diferentes. Às 17 horas (de Brasília), a Fonte Nova vai ser palco do duelo entre Holanda e Costa Rica. A partida em Salvador (BA) vai definir um semifinalista do Mundial.

Grande surpresa até o momento, a carismática seleção costarriquenha chega para o jogo contra os holandeses como a grande zebra, porém com respeito adquirido. O time do técnico colombiano Jorge Luis Pinto chegou à inédita fase quartas de final após passar pela primeira fase na ponta de um grupo que tinha Itália, Inglaterra e Uruguai. E eliminou a Grécia nas oitavas de final de forma dramática, apenas nas penalidades.

A seleção da América Central chega para o confronto apenas com o desfalque do zagueiro Oscar Duarte, expulso no segundo tempo contra os gregos. Johnny Acosta entra em seu lugar. O goleiro Keilor Navas, um dos destaques da Costa Rica, mas que sofre de dores no ombro, também está garantido na equipe.
“Creio que Holanda é favorita, fizeram coisas mais importantes nos Mundiais do que Costa Rica. Mas em uma partida pode acontecer qualquer coisa, temos que aproveitar com seriedade e pensar que podemos ganhar com precaução e respeito”, disse Navas.

Melhor seleção da primeira fase, a Holanda chega como a grande favorita para a partida contra os costarriquenhos. Após golear a Espanha em uma espécie de revanche da final de 2010, na África, os holandeses acabaram vencendo sem tanto brilho os jogos seguintes contra Austrália, Chile e México. Três vezes vice-campeã do Mundo, a Holanda tenta manter vivo seu sonho de erguer a Taça da Copa do Mundo em sua 10ª participação. Porém, para isso, terá que superar um time aguerrido e empolgado, como a Costa Rica.

FICHA TÉCNICA:
HOLANDA X COSTA RICA
Local:  Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Horário: 17 horas (Horário de Brasília)
Data: 05 de julho de 2014, sábado
Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)
Assistentes: Abduxamidullo Rasulov (UZB) e Bakhadyr Kochkarov (KGZ)
Quarto árbitro: Noumandiez Doue (CIV)
HOLANDA: Cillessen; Vlaar, De Vrij e Blind; Verhaegh, Indi (De Guzmán), Wijnaldum, Sneijder e Kuyt; Robben e Van Persie
Técnico: Louis Van Gaal
COSTA RICA: Navas; Acosta, González e Umaña; Gamboa, Borges, Tejeda e Díaz; Bryan Ruiz e Bolaños; Campbell
Técnico: Jorge Luis Pinto

Gazeta Esportiva

Tabatinga, fronteira com a Colômbia comemora classificação brasileira




TV Brasil

Argentina enfrenta a Bélgica para superar tabu de 24 anos


Argentina 2 x 0 Bélgica na Copa de 1986

Depois de superar a Suíça com dificuldades, a Argentina terá que superar um tabu que já dura mais de duas décadas se quiser continuar sonhando com a conquista da Copa do Mundo. Os comandados de Alejandro Sabella enfrentam a Bélgica, neste sábado, às 13h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pelas quartas de final, fase que os argentinos não ultrapassam há 24 anos.

Desde 1990, quando a Argentina chegou à decisão contra a Alemanha que a equipe não consegue passar pelas quartas de final da Copa do Mundo. Nas últimas quatro edições do Mundial foram três eliminações justamente nesta fase, trauma que os sul-americanos querem acabar diante dos belgas.

Se a Argentina não consegue passar pelas quartas há 24 anos, a Bélgica não chegava tão longe desde 1986, quando avançou até as semifinais e perdeu justamente para os argentinos, que contavam com Maradona. Agora os Diabos Vermelhos querem dar o troco, e o técnico Marc Wilmots quer explorar os pontos fracos do adversário para vencer, mesmo sabendo que os sul-americanos são os favoritos.

FICHA TÉCNICA

ARGENTINA X BÉLGICA
Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 05 de julho de 2014, sábado
Horário: 13h (de Brasília)
Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)
Assistentes: Renato Faverani e Andrea Stefani (ambos da Itália)

Argentina: Romero; Zabaleta, Garay, Fernández e Basanta; Mascherano, Gago (Biglia) e Di María; Messi, Higuaín e Lavezzi
Técnico: Alejandro Sabella

Bélgica: Courtois; Alderweireld, Van Buyten, Kompany e Vertonghen; Witsel, Fellaini, Mertens, Hazard e De Bruyne; Origi
Técnico: Marc Wilmots

Gazeta Esportiva

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Neymar está fora da Copa

Link permanente da imagem incorporada

Em uma jogada desleal do lateral esquerdo colombiano Zuñiga, o atacante brasileiro Neymar acabou sofrendo uma fratura na terceira vértebra do lado esquerdo e segundo o departamento médico da seleção, o atleta não terá mais condições de jogar na Copa do Mundo.

O defensor colombiano lamentou bastante e afirmou que não teve a intenção de quebrar o atleta.

O pai de Neymar assim que soube da informação, ficou muito abalado e chorou bastante.

O Brasil enfrenta a Alemanha na próxima terça-feira às 17 horas no Mineirão pelas semifinais da Copa do Mundo.

Alemanha 3 x 2 Brasil - O último encontro

Arena Mercedes Benz - 10-08-2011




FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 3 x 2 BRASIL
Local: Mercedes-Benz Arena, em Stuttgart (Alemanha)
Data: 10 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)
Cartões amarelos: Paulo Henrique Ganso (Brasil)
Gols:
ALEMANHA: Schweinsteiger, aos 16; Gotze, aos 21;Schurrle, aos 36 minutos do segundo tempo.
BRASIL: Robinho, aos 25; Neymar, aos 47 minutos do primeiro tempo.
ALEMANHA: Neuer; Träsch, Hummels (Boateng), Badstuber e Lahm; Schweinsteiger (Rolfe), Kroos, Götze (Cacau) e Müller, Podolski (Schurrle) e Mario Gómez (Klose)
Técnico: Joachim Low
BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos (Luiz Gustavo); Ralf, Ramires e Fernandinho (Paulo Henrique Ganso); Robinho (Renato Augusto), Pato (Fred) e Neymar.
Técnico: Mano Menezes.


Clique Aqui

Brasil chega a sua 11ª semifinal em Copas

Alemanha 3 x 2 Brasil . Amistoso em 2001

Com a vitória por 2 x 1 sobre a Colômbia na Arena Castelão, o Brasil chega a sua 11ª semifinal de Copa do Mundo.

Somente em três oportunidades, não chegou à final. Em 1938 (3º), 1974 (4º) e 1978 (3º).

Conquistou o título em 5 decisões. Ficou com o vice em duas.

Em toda a história, apenas um confronto com a Alemanha. A final do dia 30 de junho de 2002. A seleção canarinho venceu por 2 x 0 com dois gols de Ronaldo.

No geral, são 21 confrontos com 12 vitórias brasileiras, 5 empates e 4 vitórias germânicas.

O último jogo ocorreu na Arena Mercedes Benz e os alemães venceram por 3 x 2, com gols de Bastian Schweinsteiger, Mario Götze e Schürrle. Neymar e Robinho fizeram os gols brasileiros.

Brasil derrota Colômbia e está nas semifinais

Os seis dias entre a partida das oitavas de final contra o Chile e a das quartas contra a Colômbia foram pautados praticamente por um só assunto para a seleção brasileira: o estado psicológico dos jogadores. Se alguns se emocionaram durante a disputa de pênaltis, e outros durante o hino nacional à capela, houve quem usasse isso para acusar a equipe de despreparo emocional. Pois bem: Luiz Felipe Scolari e Neymar falaram sobre isso em entrevistas coletivas, o resto foi esquecido e o time aproveitou para entrar totalmente mudado para o duelo com a Colômbia. Resultado? Vitória por 2 a 1 e a vaga nas semifinais do Mundial que sedia. Será a primeira vez do Brasil nesta fase desde 2002.

E o gols do triunfo não poderiam ser mais simbólicos: o 1°, de Thiago Silva, logo no início do jogo, do capitão que assumiu que não queria bater pênalti contra o Chile, que sentou em uma bola e, emocionado, chorou; e o 2°, de David Luiz, o provável capitão da semifinal, já que Thiago está suspenso (Júlio César também é candidato), em linda cobrança de falta. Se redimiram, se é que essa é a palavra para justificar um momento de emoção, e não de fraqueza, como aquele contra o Chile. Na próxima terça-feira, Brasil e Alemanha duelarão pela segunda vez na história das Copas, em Belo Horizonte. Vale a vaga para a tão sonhada final, para apagar qualquer maldição que possa existir desde 1950.

O gol de Thiago Silva foi o primeiro de um capitão da seleção em Copas desde Raí, em 1994 - o meia começou a copa como titular e capitão, perdendo depois a vaga no time para Mazinho e a faixa para Dunga. Dunga, em 1994 e 1998, Cafu, em 2002 e 2006, e Lúcio, em 2010, não marcaram usando a braçadeira.

BRASIL 2 X 1 COLÔMBIA

Data: 4 de julho de 2014
Horário: 17h00 (de Brasília)
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Carlos Velasco Carballo (ESP)
Assistentes: Roverto Alonso Fernandez (ESP) e Juan Yuste (ESP)
Cartões amarelos: Thiago Silva, aos 17 min., Júlio César, aos 31 min. do 2°t (BRA); James Rodriguez, aos 21 min., Yepes, aos 27 min. do 2°t (COL)
Gols: Thiago Silva, aos 6 min. do 1°t, David Luiz, aos 23 min. do 2°t (BRA); James Rodriguez, de pênalti, aos 34 min. do 2°t (COL)

BRASIL: Júlio César; Maicon, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Hernanes, aos 40 min. do 2°t) e Oscar; Neymar (Henrique, aos 42 min. do 2°t), Hulk (Ramires, aos 37 min. do 2°t) e Fred
Técnico: Luiz Felipe Scolari

COLÔMBIA:  Ospina; Zuñiga, Zapata, Yepes e Armero; Sanchez, Guarín, James Rodriguez e Cuadrado (Quintero, aos 35 min. do 2°t); Ibarbo (Adrián Ramos, no intervalo) e Teófilo Gutierrez (Bacca, aos 27 min. do 2°t)
Técnico: José Pekerman

UOL

Lulinha está de volta ao Ceará Sporting


O atacante Lulinha, que foi dispensado pelo Criciúma após a disputa do Campeonato Brasileiro, acertou novamente com o Ceará, onde obteve destaque na Série B de 2013. O jogador fez dois gols com a camisa tricolor na temporada. O primeiro contra a Chapecoense, de bicicleta e o segundo contra o Metropolitano, na goleada por 4 a 0 no estádio do SESI.

Além do Ceará, o jogador havia sido sondado pelo Joinville, mas a negociação não funcionou. O treinador Sérgio Soares tem confiante no atacante que agora vai defender as cores da equipe que está liderando a Série B do Campeonato Brasileiro. O time fez fez 21 pontos em dez jogos, conquistando seis vitórias, três empates e uma derrota.

Lulinha foi revelado pelas categorias de base do Corinthians como uma das maiores revelações da equipe. Sem muito destaque no time principal, o jogador teve passagens, após sair do time paulista por Estoril Praia (POR), Olhanense (POR), Bahia (BA), Ceará (CE) e Criciúma (SC) e agora retorna ao time cearense.

Futebol SC
Foto: Ceará

Técnico holandês afirma que a Copa é a melhor dos últimos 30 anos


O treinador holandês Loius van Gaal afirmou nesta sexta-feira que considera o Mundial no Brasil a melhor Copa do Mundo tecnicamente falando dos últimos 30 anos. Ele elogiou o equilíbrio dos jogos.

"As equipes estão com muita vontade de vencer, há tanta competição”, afirmou Van Gaal.

Sobre o duelo de amanhã contra a Costa Rica, ele descartou inovações.

“Tudo já foi inventado no futebol. Todo mundo pôde preparar seu time tão bem quanto possível".

"Não devemos subestimar a Costa Rica de maneira nenhuma. Temos que começar o jogo com toda a confiança, sem entrar relaxados", entende o volante De Jong, que, contundido, está fora do restante da Copa.

Goal

Ex-treinador do Uruguai vê jogadores 'extenuados' na Copa e pede mudanças


Jorge Fossati, ex-treinador de Uruguai e Catar, afirmou hoje que a Fifa deveria revisar a forma de disputa dos Mundiais, em vista dos problemas físicos que vários jogadores têm apresentado na Copa.

"Muitos futebolistas chegaram ao Brasil com mais de 60 ou 70 partidas pelos seus clubes na temporada, especialmente os da Europa, e isso não é falado", disse o atual treinador do Peñarol.

"Não é possível que no meio da Copa do Mundo os atletas sintam câimbras antes do fim dos jogos. Isso não só passa uma imagem ruim para o torneio, como o afeta claramente o nível do jogo" concluiu.

Fossati treinou o Uruguai entre 2004 e 2006 e o Catar entre 2007 e 2008. Ele também passou pelo comando do Internacional de Porto Alegre em 2010.

ESPN

Internazionale apresenta zagueiro Sérvio


A Inter de Milão apresentou nesta sexta-feira o zagueiro sérvio Nemanja Vidic, que estava no Manchester United, como novo reforço do clube para a temporada. Aos 32 anos, o jogador optou pela mudança para a Itália e acredita ter tomado a decisão certa.

“Já tive oportunidade de vir para a Itália há alguns anos, mas acabou não dando certo. Finalmente cheguei e não vejo como um passo atrás na carreira. O futebol italiano se adapta melhor ao meu estilo. É diferente do Inglês, mas nem por isso mais fácil. A Inter é um dos maiores times do mundo. Gostei do projeto e estou muito contente em estar aqui”, comentou o zagueiro veterano na chegada ao clube.

Apesar da longa experiência no futebol inglês, onde foi capitão do Manchester United nos últimos anos, Vidic manteve a humildade e não recusou se tornar um líder imediato na Internazionale, que viu o veterano capitão Javier Zanetti se aposentar na última temporada.

“Meu primeiro objetivo na equipe é assumir o time principal”, respondeu o jogador, quando questionado sobre a possibilidade de assumir o antigo cargo do lateral argentino.
Divulgação

Sérvio Vidic foi apresentado como novo reforço da Internazionale para a próxima temporada
Vidic defendeu o Manchester United entre 2006 e 2014, conquistando quase todos os títulos possíveis, entre eles a Liga dos Campeões de 2008. No início do ano, anunciou que não renovaria seu contrato “para encontrar novos desafios na carreira”.

Gazeta Esportiva

D'Alessandro esmurra companheiro de clube em treino do Inter

Depois de ser expulso da partida contra o Metropolitano, o meia D'Alessandro voltou a se envolver em problemas na intertemporada do Inter em Santa Catarina. Durante o treino desta sexta-feira, o argentino deu um soco no peito de Willians.

Segundo o site Globoesporte.com, o fato começou com um desentendimento, mas o tom foi elevado e chegou à agressão. Wellington Paulista e Alan Patrick separaram D'Alessandro e impediram que a confusão continuasse.

O técnico Abel Braga se aproximou, pediu o fim da briga. D'Alessandro saiu do treino e se encaminhou para o vestiário.

Willians teve outros casos de desentendimentos no Inter. No ano passado, discutiu com o então técnico Clemer no vestiário depois de um empate com o Coritiba.

Em abril, Willians já havia se desentendido com Fabrício em um treino no CT Parque Gigante. À época, Abel disse que "só não pode soco, tapa é permitido".

Jornal Correio de Notícias

Alemanha bate França e está nas semifinais da Copa



O tão esperado clássico europeu decepcionou. Duelo extremamente tático, travado, no qual as defesas prevaleceram. Foi decisiva, então, a eficiência da Alemanha, que aproveitou uma das poucas oportunidades que teve para bater a França por 1 a 0, nesta sexta-feira, no Maracanã. Os tricampeões mundiais avançam às semifinais da Copa e enfrentam o vencedor do duelo entre Brasil e Colômbia.

A classificação confirma a constância alemã, que chega às semifinais pela quarta vez consecutiva. O desafio agora é parar de bater na trave. Apontada como uma geração promissora desde seu surgimento, em 2006, a atual equipe sempre falhou às vésperas da decisão. Hora de acabar com o quase? Promessa de dificuldade para os comandados de Felipão, se estes passarem de fase.

A chave do jogo: Bola parada – Em um jogo extremamente equilibrado e truncado, no qual as defesas prevaleceram sobre os ataques, mostrou-se decisiva. Foi em uma cobrança de falta que surgiu o gol de cabeça de Hummels, que garantiu a vitória alemã.

Confusão nas arquibancadas. A partida no Maracanã teve um fato lamentável. Um torcedor francês foi agredido por um PM durante bate boca e sofreu um corte na cabeça. Sangrando muito, precisou receber atendimento médico no estádio.

FRANÇA 0 x 1 ALEMANHA

França: Lloris; Debuchy, Varane, Sakho (Koscielny) e Evra; Cabaye (Rémy), Pogba e Matuidi; Valbuena (Giroud), Griezmann e Benzema. Técnico: Didier Deschamps

Alemanha: Neuer; Lahm, Boateng, Hummels e Howedes; Khedira, Schweinsteiger, Kroos (Kramer) e Özil (Götze); Müller e Klose (Schürrle). Técnico: Joachim Löw

Data: 04/07/2014 - 13h
Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Auxiliares: Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti (ARG)
Cartões amarelos: Khedira e Schweinsteiger (Alemanha)
Gols: Hummels, aos 12 min do 1º tempo

UOL

Cruzeiro conquista quarta vitória em tournée americana


Com dois gols de Ricardo Goulart no segundo tempo, o Cruzeiro venceu o Tigres, por 2 a 0, na noite desta quinta-feira, no BBVA Compass Stadium, em amistoso disputado em Houston. O time mineiro conquistou a quarta vitória e manteve 100% de aproveitamento na intertemporada realizada nos Estados Unidos.

Anteriormente, o time comandado por Marcelo Oliveira havia derrotado o América do México, por 4 a 3, e duas vezes o Miami Dade, por 5 a 1 e 2 a 1. O próximo domingo, o Cruzeiro fará o último amistoso nos EUA, contra o Chivas.

O líder do Brasileirão venceu o Tigres com a seguinte formação: Fábio; Ceará, Leo (Dedé), Manoel e Egídio (Samudio); Henrique, Lucas Silva (Nilton), Everton Ribeiro (Marlone) e Ricardo Goulart; Alisson (Willian) e Marcelo Moreno (Júlio Baptista).

No final da partida, Ricardo Goulart chegou a marcar o terceiro gol do Cruzeiro. Porém, a arbitragem assinalou irregularidade no lance. O time celeste confirmou a vitória sobre os mexicanos e a quarta vitória nos Estados Unidos.

UOL
Foto: Tigres

As expectativas para o primeiro dia de quartas de final com André Luiz Cabral

O comentarista André Luiz Cabral do sistema Jornal do Commercio de Comunicação fala sobre a expectativa para os jogos Brasil x Colômbia e Alemanha x França.


Brasileiros e colombianos correm para conseguir ingressos para a partida



Reportagem: Carlos Miguel - Rádio Jornal

Botafogo-PB e América-RN reinauguram Estádio Almeidão

Botafogo-PB e América-RN se enfrentaram na noite desta quinta-feira em amistoso que marcou a reinauguração do Estádio Almeidão, em João Pessoa.  Os potiguares venceram por 1 a 0, com gol de Jéferson na segunda etapa.  
Agora Botafogo-PB e América-RN voltam suas atenções para o Brasileirão.

Os paraibanos estão na série C e só jogam no dia 20, em Arapiraca contra o ASA. O Belo é o vice Líder do Grupo A da competição.

O time potiguar volta a campo no próximo dia 15, quando recebe o Bragantino pela 11ª rodada da Série B. O Alvirrubro é o 11ª colocado na tabela de classificação.

 

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Brasil e Colômbia disputam vaga nas semifinais da Copa



AFP

FIFA divulga arbitragem de mais dois jogos das quartas

Ravshan Irmatov apita Holanda x Costa Rica

A Fifa anunciou nesta quinta-feira os árbitros que comandarão os duelos da Holanda com a Costa Rica em Salvador e da Argentina contra a Bélgica no Mané Garrincha, válidos pelas quartas de final da Copa do Mundo 2014.

Ravshan Irmatov, do Uzbequistão, será o responsável por Holanda x Costa Rica. Ele será auxiliado por Abdukhamidullo, também uzbeque, e Bakhadyr Kochkarov, do Quirguistão. Este será o quarto jogo de Irmatov neste Mundial. Ele também apitou Suíça 2 x 1 Equador, Croácia 1 x 0 México e Estados Unidos 0 x 1 Alemanha.

Já para o jogo Argentina x Bélgica foi selecionado um trio italiano: Nicola Rizzoli como árbitro, auxiliado por Renato Faverani e Andrea Stefani. Os três já trabalharam em Espanha 1 x 5 Holanda e Nigéria 2 x 3 Argentina.

Na última quarta a Fifa já havia divulgado que a partida entre Brasil e Colômbia será apitada pelo espanhol Carlos Velasco e que o argentino Nestor Pitana será o encarregado de França x Alemanha.

Alemanha e França disputam uma vaga nas semifinais da Copa 2014



O ultimo confronto em Copas. 86. Alemanha 2 x 0 França

Desejo de vingança, mistério, Maracanã lotado e expectativa de bom futebol são alguns dos ingredientes que deverão estar presentes antes e durante o duelo desta sexta-feira, às 13h (horário de Brasília), entre França e Alemanha, que definirá o primeiro semifinalista da Copa do Mundo.

As duas seleções têm diferentes status no futebol mundial, já que os 'Bleus' conquistaram um título mundial, enquanto o 'Nationalelf' levantou a taça três vezes, além de serem uma das maiores potências dos Mundiais. A história do confronto tem 83 anos de história, desde a vitória francesa por 1 a 0 em amistoso disputado na cidade de Colombes.

Agora, quem levar a melhor no clássico disputado no Maracanã garante a presença de ao menos um europeu entre os quatro melhores da Copa. Depois das duas seleções, a Holanda tentará passar da Costa Rica, e a Bélgica pegará a Argentina, para tentar pôr fim a "mini-Copa América", como foi apelidada a competição no Brasil.

Este será o quarto duelo entre franceses e alemães em Mundiais. Os 'Bleus' só venceram uma vez, em 1958, por 6 a 3, em disputa de terceiro lugar. Depois disso, o panorama mudou completamente, e os agora tricampeões se tornaram uma pedra no sapato para os rivais.

Foram dois encontros nas semifinais, em 1982 e 1986, que impediram os franceses de chegar a uma decisão. Na primeira oportunidade o jogo acabou decidido nos pênaltis por 5 a 4. Quatro anos depois, foram precisos 90 minutos para os alemães vencerem por 2 a 0. Curiosamente, nas duas vezes, o 'Nationalelf' foi vice.

A França, por sua vez, chegou à decisão nas duas últimas vezes que passou da fase de grupos. Em 1998, levantou a taça ao vencer o Brasil por 3 a 0. Oito anos depois, justamente na Alemanha, acabou ficando com o segundo lugar ao cair nos pênaltis diante da Itália.

Para os tricampeões mundiais, por sua vez, chegar à semifinal pela quarta vez consecutiva, o que representaria um recorde em Copas do Mundo. Apenas em 2002, no entanto, a seleção alemã conseguiu chegar à decisão, perdendo para o Brasil por 2 a 0.

Para o jogo, os técnicos Didier Deschamps e Joachim Löw têm mais preocupações com relação ao presente do que com o passado. Isso porque há problemas - de origem distinta, é bem verdade - para ambos escalarem suas equipes.

A dúvida na seleção francesa é quanto a formação do ataque, apesar dos 10 gols marcados em quatro jogos. Nas oitavas de final, contra a Nigéria a vitória por 2 a 0 só saiu depois que Karim Benzema voltou a jogar como centroavante, com a saída de Olivier Giroud para a entrada de Antoine Griezmann.

A mexida do decorrer da partida deve se repetir para o jogo. Outra alteração provável é o retorno de Mamadou Sakho, recuperado de lesão, à zaga, na vaga de Laurent Koscielny. Deschamps ainda aguarda a liberação definitiva do lateral direito Mathieu Debuchy, que apresenta dores musculares. Bacary Sagna é o reserva da posição.

A cabeça de Joachim Löw, por sua vez, está com mais interrogações, principalmente pelas atuações ruins da seleção alemã depois da estreia na Copa com goleada sobre Portugal por 4 a 0. Para piorar, na véspera da partida, sete jogadores estão gripados, entre eles o artilheiro Thomas Müller.

Um dos que também está resfriado é o zagueiro Mats Hummels, que ficou fora do jogo contra a Argélia. O jogador, no entanto, estará de volta, ganhando a vaga de Shkodran Mustafi, que sofreu lesão muscular na última partida e está fora da Copa. Outras dúvidas estão no meio, entre Bastian Schweinsteiger ou Sami Khedira, e no ataque, entre Mario Götze, Lukas Podolski e André Schürlle.

Até agora, franceses e alemães enfrentaram um rival do continente no torneio, curiosamente nos jogos em que tiveram melhores resultados. Pelo grupo E, os 'Bleus' atropelaram a Suíça vencendo por 5 a 2. Antes, os tricampeões já haviam goleado Portugal, de Cristiano Ronaldo.

Este será o penúltimo jogo do Maracanã na Copa. Em cinco jogos, foram marcados oito gols no estádio, onde os europeus só ganharam em confronto direito, com os belgas batendo a Rússia por 1 a 0. Espanha e Bósnia foram derrotadas por Chile e Argentina, respectivamente, enquanto a França empatou sem gols com o Equador.

Prováveis escalações:.

França: Lloris; Debuchy (ou Sagna), Varane, Sakho e Evra; Cabaye, Pobga e Matuidi; Valbuena, Benzema e Giroud (ou Griezmann). Técnico: Didier Deschamps.

Alemanha: Neuer; Boateng, Hummels, Mertesacker e Höwedes; Lahm, Schweinsteiger (ou Khedira), Kroos, Götze (ou Podolski) e Özil; Müller.

Árbitro: Néstor Pitana (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti.

Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

UOL

A festa da torcida argelina



TV Brasil

Volante argentino já se apresenta no Flamengo


O Flamengo tem seu primeiro reforço na era Ney Franco/Felipe Ximenes. Trata-se do volante argentino Canteros, que estava no Vélez Sarsfield (ARG). O anúncio foi feito pelo próprio clube argentino nesta segunda-feira.

Canteros já posou para fotos ao lado do presidente Rubro-Negro Eduardo Bandeira de Melo, que teve que pagar quase R$ 5 milhões pelo jogador.

A negociação já se arrastava há algumas semanas e, durante este período, o argentino demonstrou em algumas entrevistas o desejo de atuar no futebol brasileiro.

O Vélez Sarsfield, em seu site oficial, desejou sorte a Canteros em seus novos desafios.

Felipe Ximenes chegou ao Flamengo no mês passado para assumir o cargo de diretor-executivo no lugar de Paulo Pelaipe. Ney Franco ocupou a vaga de treinador no mesmo período em substituição a Jayme de Almeida.

Atualmente, o Rubro-Negro enfrenta uma situação delicada no Campeonato Brasileiro, onde ocupa a penúltima colocação. passada.

UOL

Geraldo Freire e Aroldo Costa falam sobre Brasil x Colômbia

Geraldo Freire

Aroldo Costa, Ralf de Carvalho e Leonardo Bóris

Na manhã desta quinta-feira, o comunicador da maioria, Geraldo Freire conversou com o Narrador do "Escrete de Ouro" Aroldo Costa sobre Brasil x Colômbia.

Acompanhe:

Goleiro Alex Alves se apresenta no Santa Cruz





Assessoria Santa Cruz

Cesare Prandelli troca Itália pelo Galatasaray


Técnico da Itália na Copa do Mundo do Brasil, Cesare Prandelli negocia com o Galatasaray para a próxima temporada. O treinador está próximo de assinar contrato milionário de três anos com o clube turco.

Prandelli pretendia permanecer na seleção italiana após o Mundial, porém a eliminação ainda na primeira fase encerrou qualquer possibilidade de manutenção do trabalho. O técnico pediu demissão logo após o fracasso no "Grupo da Morte", que teve Costa Rica e Uruguai como classificados.

Ao que tudo indica, Prandelli optou por voltar ao trabalho de imediato. O Galatasaray fez proposta de cerca de 4,5 milhões de euros por ano ao técnico, por três temporadas, e a negociação teria sido confirmada em comunicado para a bolsa de valores da Turquia.

Na Itália, a ida de Prandelli para o Galatasaray é dada como praticamente certa, pela oferta "tentadora" do time turco, vice-campeão nacional na temporada.

O Gol

Bragantino apresenta novo lateral esquerdo



Visando reforçar o elenco para a sequencia do Campeonato Brasileiro da série B e Copa do Brasil, o Bragantino apresentou mais um reforço, o lateral esquerdo Bruninho, 21 anos, que estava no Vila Nova.

Bruninho foi um dos destaques no acesso do Vila na Série C do ano passado. Antes, em 2012, ele defendeu o Atlético-GO onde disputou o Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana.

Este é o quarto reforço do Bragantino após a paralisação do Campeonato Brasileiro para realização da Copa do Mundo de Futebol. Entre as novidades, estão o meia Sandro, que veio do Operário-PR, e os atacantes Erick, do Bahia, e Eduardo, ex-Joinvile e São Caetano.

C.A. Bragantino

Equipe da Rádio Jornal e JC News já marca presença em Fortaleza para o jogo do Brasil

A equipe da Rádio Jornal e JC News já marca presença em Fortaleza, para acompanhar a partida em que o Brasil enfrentará a Colômbia nesta sexta-feira às 17 horas, valendo vaga nas semifinais na Copa do Mundo 2014.

A expectativa fica por conta das modificações que Luiz Felipe Scolari pode realizar na equipe para o confronto.

Sem poder contar com o volante Luiz Gustavo, suspenso pelo 2º cartão amarelo, e com alguns atletas rendendo bem abaixo do esperado como Fred, Daniel Alves e Oscar, mudanças são esperadas.



O repórter Wellington Araujo, o tetra campeão Ricardo Rocha e o narrador Aroldo Costa.



O Repórter do R7 Cosme Rímoli conversa com o comentarista Maciel Junior

Fotos:
Twitter @Wareporter

Seleção suiça é recebida com festa


Após ser derrotada pela Argentina por 1 a 0 com gol de Dí María nos acréscimos da prorrogação e eliminada da Copa do Mundo, a seleção da Suíça voltou para casa e foi recebida com festa pelos torcedores.

A imprensa local e os torcedores recepcionaram os atletas em um ginásio na cidade de Zurique, na manhã desta quinta-feira. O sentimento geral dos suíços pela campanha na Copa do Mundo é de orgulho, e isso ficou visível pela tietagem dos fãs a Shaqiri e seus companheiros, que pediram autógrafos e fotos com os jogadores.

A equipe foi eliminada pelos Hermanos nas oitavas na última terça-feira, mas ficou em São Paulo descansando e aproveitando um churrasco brasileiro antes de embarcar.

Este foi o último compromisso do elenco antes das férias. O técnico Ottmar Hitzfeld fez sua última apresentação como treinador da seleção, já que anunciou que se aposentaria logo após o Mundial. Quem assume o cargo é o bósnio natualizado suíço Vladimir Petkovic.

Gazeta Esportiva

Icasa apresenta novos reforços para continuação da Série B

Na ocasião de mais um treino técnico-tático, o zagueiro Juliano e o atacante Núbio Flávio foram apresentados à imprensa e torcida.


(Meia Danilinho(Dir.) e o zagueiro Gilberto(Esq.)/Foto: Paulo Sérgio Dantas/ icasafc.com)

Dando sequência a programação semanal , o elenco alviverde realizou mais um treino técnico-tático, na tarde desta quarta-feira no Centro de Treinamento Praxedão. Iniciados ao aquecimento com os preparadores físicos Émerson Santana e Rildo, os atletas após o término foram logo ao técnico-tático comandados por Tarcísio Pugliese. Com um ritmo forte, os lances rápidos de ataque e contra ataque foram vistos continuamente no trabalho e agradou o técnico alviverde. “Um bom treino, com lances rápidos e uma disciplina técnica apurada. Estamos numa sequência muito proveitosa.” Afirmou tarcísio Pugliese.

Quanto aos reforços, a assessoria de imprensa apresentou oficialmente o zagueiro Juliano e o atacante Núbio Flávio. Confira a ficha técnica dos atletas abaixo:

Zagueiro Juliano



(Zagueiro Juliano/Foto: Paulo Sérgio Dantas/ icasafc.com)

ATLETA: Juliano

Natural de São carlos-SP, o atleta que estava no Guarany de Sobral-CE, começou sua carreira no Joinville-SC e passou pelo Atlético Sorocaba-SP, Ararat-Armênia, Ararat Issy-França, Impuls Dilijan-Armênia e Corinthians-AL.

Ficha Técnica:

Nome: Juliano Gimenes

Idade: 29 anos

Nascimento: 04/12/1984

Posição: Zagueiro

Altura: 1,88 m

Peso: 85 kg

Clubes: Atlético Sorocaba-SP, Ararat-Armênia, Ararat Issy-França, Impuls Dilijan-Armênia, Corinthians-AL e Guarany de Sobral-CE.

Atacante Núbio Flávio



(Atacante Núbio Flávio/Foto: Paulo Sérgio Dantas/ icasafc.com)

ATLETA: Núbio Flávio

Natural de Timóteo-MG, o atleta que estava no Tupi-MG, começou sua carreira no América-MG e passou pelo Itaúna-MG.

Ficha Técnica:

Nome: Núbio Flávio Martins de Souza

Idade: 22 anos

Nascimento: 25/05/1992

Posição: Atacante

Altura: 1,80 m

Peso: 74 kg

Clubes: América-MG, Itaúna-MG e Tupi-MG.


Assessoria de imprensa do ADRCI

Fifa libera uruguaio Suárez para treinar e ser negociado


O uruguaio Luis Suárez poderá treinar e ser negociado, confirmou nesta quinta-feira o Comitê Disciplinar da Fifa, que definiu punição de nove jogos pela seleção de seu país e quatro meses de afastamento do futebol por causa da mordida no italiano Giorgio Chiellini, durante jogo da Copa do Mundo.

"Não se pode limitar esses direitos (de treinar) do jogador, porque seria uma medida desproporcional", disse hoje, em coletiva de imprensa concedida no Maracanã, o presidente do Comitê de Disciplina, o italiano Claudio Sulser.

O responsável pelo órgão independente da entidade, explicou que foi ele quem impulsionou a abertura de investigação contra o jogador uruguaio e que foi necessário tomar decisão rápida sobre a punição porque a seleção celeste estaria na disputa das oitavas de final.

O presidente do Comitê de Disciplina garantiu que o caso de Luis Suárez "segue aberto, porque houve um recurso". A apelação da federação uruguaia, com isso, impede o representante de opinar a respeito.

UOL

Lateral Nininho pretende agarrar a oportunidade de ser titular





Foto: Natalia Barros

Timbu realiza jogo-treino neste sábado


O Náutico realiza neste sábado (05) no CT da Guabiraba, um jogo-treino contra o Íbis, a partir das 9 horas.

Este será o segundo jogo-treino da inter temporada. O primeiro aconteceu no último domingo, nos Aflitos com vitória alvirrubra por 4 a 2, diante do IBGM (foto).
Foto: Assessoria Náutico

Régis é apresentado no Sport


Ao lado do diretor de futebol Guilherme Lopes, do executivo de futebol Nei Pandolfo e do vice-presidente de futebol Arnaldo Barros, o meia Régis foi oficialmente apresentado à imprensa e torcida na manhã desta quarta-feira, na Ilha do Retiro.

Com apenas 21 anos e já um dos destaques do Campeonato Brasileiro deste ano, o novo meia rubro-negro falou sobre sua sobre suas primeiras impressões do Sport. "Estou muito feliz por ser jogador do Sport. Quando joguei pela Chapecoense na Ilha do Retiro, já vi que a torcida era de arrepiar. Toda a estrutura do clube é fantástica. Estou impressionado", disse empolgado.

Animado, Régis se apresentou à torcida rubro-negra e explicou um pouco de como é seu futebol. "Sou um meia canhoto que gosta de partir para cima dos adversários. Jogo com a bola dominada e tento sempre colocar os meus companheiros na cara do gol. Se um dia precisar marcar, também marco.", antecipou.

Um dos responsáveis diretos pela contratação do jogador, o vice-presidente de futebol Arnaldo Barros garante que Régis é uma realidade. " Graças ao presidente Martorelli e toda sua equipe, conseguimos, com muito esforço, trazer esse atleta, que foi um pedido do nosso treinador e que nao é uma promessa, e sim uma realidade", comentou.

Régis chega ao Sport com um contrato de quatro anos com o clube, que adquiriu 40% de seus direitos econômicos.

Sport Recife

Bahia aproveita Copa do Mundo para fortalecer imagem



Com direito a Neuer e Schweinsteiger, da seleção da Alemanha, berrando "Bahêa, Bahêa, Bahêa", uma coisa é fato: o Bahia foi a equipe brasileira que melhor aproveitou a Copa do Mundo para promover sua imagem. As muitas aparições na mídia e nas redes sociais no último mês foram todas parte de um plano traçado pela diretoria do clube para alcançar uma meta bastante ousada: ser o maior time do Brasil nos próximos três anos.

Além do vídeo dos alemães vestindo o uniforme do clube, a camisa do Bahia ainda foi vista nas redes sociais nas mãos de grandes personalidades da Copa, como o técnico dos Estados Unidos, Jurgen Klinsmann. Segundo o marketing da equipe tricolor, foi feita uma aproximação com seleções que podem ensinar novas estratégias de gestão ao time.

"Todo mundo falou: 'ah, que golpe de sorte os alemães aparecerem com a camisa do Bahia'. Muito pelo contrário: já estávamos pensando e planejando isso há tempos. Quem nos ajudou nisso foi o Dante, que deu a camisa para eles. Mas já estávamos conversando com os alemães desde bem antes da Copa", explica Priscila Ulbrich, gerente de marketing da equipe tricolor, ao ESPN.com.br.

"E o melhor de tudo: gastamos muito pouco, o que é essencial para nós, já que vivemos um momento de reestruturação financeira", afirma.

Zagueiro Dante virou embaixador oficial do Bahia

Dante, no caso, é o zagueiro da seleção brasileira. Torcedor fanático do "Esquadrão de Aço", ele foi "promovido" a embaixador do Bahia, ajudando a fazer com que o clube de Salvador virasse mania entre os gringos.

A estratégia não poderia ter dado mais certo. Segundo dados do departamento de marketing do Bahia, o volume de notícias nacionais e internacionais sobre o time durante a Copa cresceu 350%.

A venda de camisas também bombou, principalmente entre torcedores dos Estados Unidos (pelas cores semelhantes), aumentando 30% - o uniforme amarelo, que homenageia a seleção brasileira, também foi um sucesso.

Nas redes sociais, outro sucesso: média de 2 mil novas curtidas no Facebook oficial do clube todos os dias, além da interação entre torcedores estrangeiros.

"Na transmissão de Bélgica x EUA [jogo em que Klinsmann posou com a camisa do Bahia], todas as emissoras falaram do Bahia. Foi o único time citado em uma transmissão de Copa! Aí você já vê a importância do que foi feito. Estamos recebendo e-mails de jornalistas do mundo todo. Só da Alemanha, recebi uns 80!", conta Priscila.

De fora do Brasil, já há muitos pedidos por produtos da equipe tricolor, segundo o departamento de marketing. Flâmulas do "Bahêa" são o principal objeto de desejo dos gringos. Em breve, o site dos baianos também terá versões em línguas estrangeiras.

"Queremos que o Bahia deixe de ser um time do Nordeste apenas. Estamos abrindo as portas e janelas do mundo para nós. Aparecemos na France Press, na TV alemã, na BBC, na ABC... O céu é o limite", brinca a gerente, que cria suspense.

"Esses que apareceram com a camisa do Bahia, como Neuer, Schweinsteiger, Ozil, Klose e Klinsmann, foram só os primeiros. Aguarde, que virão muitos mais. Deixamos a cereja do bolo para depois da Copa ainda", ressalta.

A estratégia das camisas deu tão certo na equipe da Fonte Nova que, recentemente, outros times brasileiros resolveram apostar nela. Casos, por exemplo, do Corinthians, que deu uma camisa para Lionel Messi após treino da Argentina em São Paulo, e do Santos, que distribuiu uniformes para atletas da Costa Rica.

Aprendizado e grana de patrocínio

Segundo a diretoria baiana, o objetivo das ações de marketing durante a Copa não é apenas aparecer nas redes sociais, mas sim iniciar uma reformulação para recolocar o Bahia na posição de protagonismo que já teve no cenário nacional entre os anos 60 e 90. Dos estrangeiros, virão lições que serão usadas na gestão da equipe de Salvador.


"Não queremos só entregar camisa para aparecer. Fui nas Federações, falei o porquê de querer me reunir com eles e eles aceitaram nos receber. Não jogamos uma camisa e ficamos torcendo pra aparecer por aí. Queríamos que as Federações nos recebessem e abrissem as portas para o início de um relacionamento", explica Priscila.

As seleções escolhidas para aproximação foram eleitas após muito estudo. Da Holanda, o Bahia quer tirar lições de como trabalhar a base; de Portugal, os interesses maiores são o plano de sócios do Benfica (time que tem a maior quantidade de sócios-torcedores do mundo) e o programa de scouting do Porto; da Alemanha, o clube soteropolitano quer aprender como gerir uma equipe de futebol ao estilo Bayern de Munique.

A cada uma dessas delegações, foi entregue uma apresentação que conta a história do clube e apresenta a estrutura do Bahia, como seu CT, seu estádio e sua torcida.

O objetivo é claro: rentabilizar. O time de Salvador quer fechar um acordo de patrocínio com valor entre R$ 15 milhões e R$ 20 milhões. Esse será o primeiro passo na reestruturação da equipe.

"Pra 2015, já temos muita coisa engatilhada. Empresas estrangeiras estão olhando o Bahia com bons olhos. Quando conversamos com os holandeses, já teve gente interessada em saber o valor do patrocinador master, de placas em jogos, da manga...", revela Priscila.

"Nós atraímos o olhar de empresários estrangeiros que querem entrar no mercado brasileiro depois da Copa. Queremos um bom patrocinador master, que garanta renda fixa para o futebol e para o clube", completa.

Além disso, seleções como a dos Estados Unidos se interessaram pelo projeto do Bahia e procuraram o clube. Os americanos se despediram do Brasil, pois foram eliminados da Copa do Mundo, mas já têm uma visita agendada para conversar com o clube de Salvador e trocar ideias sobre gestão, principalmente sobre o modelo de funcionamento das equipes da MLS, a liga de futebol dos Estados Unidos e Canadá.

"Temos que ir atrás de quem é bom e aplicar esses conhecimentos no Bahia. Temos que estudar tudo o que deu certo lá fora e aplicar aqui", resume a gerente.

Maior do Brasil em três anos

Depois de sentar no dinheiro, o Bahia tem como próxima meta voltar a ser protagonista em campeonatos. Nada mais de entrar no Campeonato Brasileiro só para não cair: o objetivo é, pelo menos, a vaga na Libertadores. Isso sem falar em títulos, algo que já não está muito distante da realidade tricolor, segundo o pensamento da diretoria.

"Queremos ter participação internacional, jogar a Libertadores, internacionalizar a marca. Estamos pensando grande para o futuro. Trabalhando sério, não vejo distante um título da Copa do Brasil em breve. Queremos ter um time sempre competitivo, estar entre os primeiros. Acredito que dentro de três anos a gente concretiza o sonho de ser o maior do país. Trabalhando sério, tenho certeza que dá", brada Priscila.

Um pensamento ousado, se for levado em conta que, no meio dos anos 2000, o Bahia estava comendo o pão que o diabo amassou na Série C do Brasileirão, com resultados como uma goleada por 7 a 2 sofrida para o Ferroviário-CE, em 2006.

"Nosso principal objetivo é recolocar o Bahia de onde ele nunca devia ter saído. O Bahia passou 20 anos adormecido. Com o potencial que esse time tem, essa torcida tem, temos que ser protagonistas no cenário nacional", clama a gerente de marketing.

Segundo pesquisas recentes, o Bahia possui cerca de 4,5 milhões de torcedores. É o maior do Nordeste neste quesito, pouco à frente do Sport.

Pra esse ano, vai ser difícil disputar alguma coisa no Campeonato Brasileiro, já que o "Esquadrão de Aço" está em 15º no torneio e vem de quatro derrotas seguidas. Além disso, a equipe está muito perto de perder um de seus principais jogadores: Talisca, que deve ir para Portugal.

Mas, se Neuer e Schweinsteiger se juntarem ao elenco, talvez ainda haja chance dos tricolores soltarem o grito e comemorarem um título pelas ruas de Salvador...

"Bahêa, Bahêa, Bahêa"

ESPN